Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15200
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Condições de oxigenação e desoxigenação de um trecho do Rio Uberabinha no município de Uberlândia
metadata.dc.creator: Almeida, Juliano da Silva Martins de
metadata.dc.contributor.advisor1: Franco Junior, Moilton Ribeiro
metadata.dc.contributor.referee1: Malagoni, Ricardo Amâncio
metadata.dc.contributor.referee2: Charlo, Hamilton César de Oliveira
metadata.dc.description.resumo: As condições de vida e preservação da fauna e flora de um ambiente aquático estão relacionadas às concentrações de oxigênio dissolvido no meio. Assim, o uso de modelos matemáticos na avaliação da qualidade das águas tornam-se ferramentas importantes para o estudo neste campo. O presente trabalho propôs a quantificação dos coeficientes de reaeração superficial (k2) e desoxigenação (k1) através da modelagem matemática e de medidas experimentais associadas às correlações presentes na literatura em um trecho de 20,85 km do rio Uberabinha, no município de Uberlândia-MG. Para isso foram realizadas campanhas amostrais entre o período de abril a outubro de 2012, para a obtenção de valores de oxigênio dissolvido e temperatura. Foram obtidos ainda valores de velocidade, altitude, declividade, largura, profundidade e Demanda Bioquímica de Oxigênio no tempo de 20 dias. Os coeficientes de reaeração superficial foram estimados no trecho total de estudo, sendo o mesmo subdividido em 6 seções distintas. Em cada seção foram selecionadas áreas de amostragens diferentes e aplicados testes estatísticos para verificar possíveis diferenças de k1 e k2 em função das posições de amostragens e variação sazonal. Foram utilizadas as equações empíricas de O Connor e Dobbins, Owens e et al. e Melching e Flores. Observou-se que a equação de O Connor e Dobbins ajustou-se melhor as seções de profundidade elevada, apresentando pouca variação com os resultados publicados em outros trabalhos. Já as equações de Melching e Flores e Owens et al. ajustaram-se melhor às seções que apresentaram velocidade elevada do curso d água e escoamento raso da lâmina. Os coeficientes de desoxigenação foram obtidos em um trecho urbano de 3000 metros, através do ajuste das variáveis de entrada: temperatura da água, déficit de oxigênio dissolvido inicial, DBO20, valor de k2, tempo e déficit de oxigênio dissolvido final na equação de Streeter e Phelps. Como suporte matemático adicional efetuou-se o balanço de oxigênio dissolvido num volume de controle, desprezando-se as taxas de evaporação e infiltração no solo para aquele setor. Para o modelo de Streeter e Phelps observou-se o aumento dos valores de k1 com o aumento da vazão, para o balanço de oxigênio dissolvido, verificou-se a elevação dos valores de k1 com a redução do volume de controle, sendo observado ainda um ponto de mínimo no mês de julho.
Abstract: The conditions of life and preservation of fauna and flora of an aquatic environment are related to the concentrations of dissolved oxygen in the medium. Thus, the use of mathematical models in evaluating water quality become important tools for the study in this field. The present study aimed to quantify the surface reaeration coefficients (k2) and deoxygenation (k1) through mathematical modeling and experimental measurements associated with correlations in the literature in an urban stretch of 20.85 km of river Uberabinha, in Uberlândia -MG. For this sampling campaigns were carried out between April-October period of 2012 to obtain values of dissolved oxygen and temperature. Values were obtained even speed, altitude, slope, width, depth and Biochemical Oxygen Demand in time for 20 days. The surface reaeration coefficients were estimated total study excerpt, the same being divided into six distinct sections. In each section were selected for sampling different areas and applied statistical tests to compare blocks. The aim was to investigate possible differences in function of the positions of sampling and seasonal variation. We used the empirical equation of O\'Connor and Dobbins, Owens et al.; Melching and Flores. It was observed that equation O\'Connor and Dobbins set of sections better depth high, with little variance with results from the literature. Already equations Melching and Flores and Owens et al. adjusted better to the high speed sections showed that the stream flow and shallow blade. Deoxygenation coefficients were obtained in a urban stretch of 3000 meters, by adjusting the input variables: water temperature, dissolved oxygen deficit initial DBO20, k2 value, time and dissolved oxygen deficit in the final equation Streeter and Phelps. As additional mathematical support made up the balance of oxygen dissolved in a volume control, ignoring the rates of evaporation and infiltration into the soil to that sector. For the model of Streeter and Phelps observed the increase in the values of k1 with increasing flow rate and the balance of dissolved oxygen has been observed to increase the values of k1 with the volume reduction control, a point still being observed minimum in July.
Keywords: Rio
Uberabinha
Streeter e Phelps
Oxigenação
Desoxigenação
River
Uberabinha
Streeter and Phelps
Oxygenation
Deoxygenation
Uberabinha, Rio, Bacia (MG)
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA QUIMICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Engenharias
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Engenharia Química
Citation: ALMEIDA, Juliano da Silva Martins de. Condições de oxigenação e desoxigenação de um trecho do Rio Uberabinha no município de Uberlândia. 2013. 99 f. Dissertação (Mestrado em Engenharias) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15200
Issue Date: 22-Feb-2013
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Engenharia Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JulianoSilva.pdf3.6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.