Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15010
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Retificação da liga Ti-6Al-4V, com fluido de corte contendo partículas de grafeno
Other Titles: Peripheral surface grinding of Ti-6Al-4V with graphene nanoplatelets dispersed in cutting fluid
metadata.dc.creator: Mello, Antonio Vitor de
metadata.dc.contributor.advisor1: Silva, Rosemar Batista da
metadata.dc.contributor.referee1: Machado, álisson Rocha
metadata.dc.contributor.referee2: Diniz, Anselmo Eduardo
metadata.dc.description.resumo: A usinagem das ligas de titânio pelos processos convencionais sempre foi motivo de preocupação para pesquisadores e empresários do setor metal-mecânico. Por isso, muitos trabalhos relacionados à usinagem dessas ligas têm sido investigados visando melhoria da usinabilidade e redução dos custos de processamento. Mas muito pouco tem sido relatado na literatura sobre trabalhos que estudaram a usinabilidade das ligas de titânio ao empregar processos que utilizam ferramentas abrasivas. O custo do material e a baixa procura pela retificação de componentes feitos em titânio são razões para isso. Além disso, estas ligas são pobres condutoras de calor, o que dificulta ainda mais o emprego de ferramentas abrasivas, já que a probabilidade de a peça sofrer por danos de origem térmica será ainda maior. Neste contexto, encontrar as condições de lubri-refrigeração adequadas para o processo de retificação das ligas de titânio pode tornar o mesmo mais eficiente. Neste sentido, este trabalho apresenta os resultados do processo de retificação plana tangencial da liga Ti-6Al-4V utilizando fluido de corte com adição de partículas de grafeno. Os parâmetros de corte utilizados foram: dois valores de penetração de trabalho (ae), 10 μm e 20 μm, em 2 e 3 passes e variando a forma de aplicação de fluido: em abundância, via técnica de mínima quantidade de lubrificante (MQL) e MQL utilizando fluido com adição de grafeno. O fluido de corte empregado foi o do tipo sintético de base vegetal para todas as técnicas de aplicação de fluido. As variáveis de saída avaliadas foram o acabamento, a microdureza e a potência elétrica consumida. Imagens das superfícies usinadas e do rebolo foram também avaliadas. Os resultados mostraram que a adição de partículas de grafeno ao fluido de corte pode melhorar o comportamento do processo, levando à melhoria da rugosidade superficial da liga de Ti-6Al-4V, como também a uma menor variação do valores de microdureza abaixo da superfície e menor potência elétrica exigida no motor do rebolo quando a penetração de trabalho maior for utilizada. Os resultados mostraram ainda pouca influência da estratégia em se utilizar 2 ou 3 passes no acabamento produzido nas condições investigadas. Não foram observadas queimas de aspecto visual nas superfícies das amostras nas condições investigadas.
Abstract: Machining of titanium alloys by conventional processes has always been a concern topic of researchers and practitioners from metal-working industry. So, many works related to these processes have been developed to improve their machinability and to reduce manufacturing costs. However, little information has been reported in the literature about studies with regard the machinability of titanium alloys employing abrasive processes, specially grinding. The high cost of the material and the lack of titanium components that need to be ground are some reasons for this. In addition, these alloys have low thermal conductivity, which impairs use of conventional abrasive tools, because it increases the probability of occurrence of thermal damages. Into this context, it is important to find appropriated lubri-coolant conditions for efficient grinding of titanium and its alloys. The grinding parameters varied were: radial depth of cut (ae) of 10 μm and 20 μm, 2 and 3 passes and also the cutting fluid delivery technique (conventional one and the minimum quantity lubrication (MQL). Graphene nanoplatelets dispersed in the cutting fluid were also tested via MQL technique. The cutting fluid employed was the vegetable-based synthetic type for all techniques employed. Output variables were the surface roughness, the microhardness and the consumed electrical power. Images of machined surfaces and of the wheel were also obtained and analyzed. The results showed that addition of the graphene particles on the cutting fluid can improve the process performance, leading to improvement of finishing, lower variation in microhardness and lower electric power required in the grinding wheel motor, when the highest radial depth of cut was employed. Also, it was observed that the strategy of using 2 or 3 passes during grinding did not show significant effect on finishing on the conditions investigated. No visual presence of burning was observed on the machined surfaces under the conditions investigated.
Keywords: Retificação
Liga Ti-6Al-4V
Fluido de corte
Grafeno
Penetração de trabalho
Rugosidade
Microdureza
Grinding
Ti-6Al-4V alloy
Radial depth of cut
Surface roughness
Microhardness
Usinagem
Ligas de titânio
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA MECANICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Engenharias
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Engenharia Mecânica
Citation: MELLO, Antonio Vitor de. Peripheral surface grinding of Ti-6Al-4V with graphene nanoplatelets dispersed in cutting fluid. 2015. 95 f. Dissertação (Mestrado em Engenharias) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15010
Issue Date: 9-Sep-2015
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Engenharia Mecânica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RetificacaoLigaTi.pdf10.18 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.