Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/14820
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Soldagem plasma "Melt-in" de aço comum ao carbono
Other Titles: Melt-in plasma welding of a low carbon steel
metadata.dc.creator: Reis, Ruham Pablo
metadata.dc.contributor.advisor1: Scotti, Américo
metadata.dc.contributor.referee1: Ferraresi, Valtair Antonio
metadata.dc.contributor.referee2: Vilarinho, Louriel Oliveira
metadata.dc.contributor.referee3: Martinelli, Antonio Eduardo
metadata.dc.description.resumo: Com a crescente demanda do mercado por técnicas de fabricação cada vez mais competitivas, o processo de soldagem a plasma tem ganhado cada vez mais evidência no meio industrial, mas com utilização ainda restrita a países desenvolvidos. Dentre as principais barreiras que impedem a completa difusão deste processo na indústria, estão os custos de equipamento e acessórios e a falta de informações consolidadas sobre o ajuste dos parâmetros de soldagem. Não bastando estas deficiências, a versão "melt-in" do processo de soldagem a plasma, que atualmente tem sido empregada com o uso de Argônio como gás de plasma e gás de proteção, apresenta relevante limitação no valor máximo de velocidade de soldagem que se pode empregar, devido ao aparecimento de irregularidades no cordão. Diante do potencial oferecido pelo processo de soldagem a plasma, uma viabilização desta opção de fabricação pode representar um diferencial nas uniões automatizadas de juntas sobrepostas, de topo ou em arestas, com grande impacto na produtividade de manufatura de itens como autopeças, compressores de refrigeração e outros componentes para linha branca e até mesmo dos chamados "tailored blanks". Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi propor e avaliar um novo procedimento de soldagem para o processo Plasma na versão "melt-in", o que inclui a formulação original de consumíveis, que possibilitasse aumentar significativamente a velocidade de operação de uniões de chapas finas de aço de baixo carbono, apresentando ao mercado uma opção de soldagem de alta taxa de produção, sem a necessidade do uso de material de adição (solda autógena). Ao final dos testes, encontrou-se uma família de misturas gasosas com alto desempenho que possibilitam aumentar a velocidade de soldagem em mais de 400% em relação ao que tem sido obtido utilizando Argônio, sem comprometer a qualidade dos cordões e sem fragilizar a união, desde que, além do uso da mistura gasosa adequada, sejam seguidos procedimentos adequados para limpeza das juntas e posicionamento da tocha.
Abstract: As a consequence of market increasing demand for more competitive manufacturing techniques, an increasingly role has been reserved in the industrial field for the Plasma welding process, although still restricted use to more developed countries. Among the main obstacles that prevent a thorough dissemination of this process, equipment and accessories costs and lack of know-how on welding parameters setting appear. Notwithstanding these deficiencies, the melt-in version of the Plasma welding process, which is normally employed with Argon as plasma and shielding gas, presents considerable limitation in the welding speed, due to the occurrence of bead irregularities. Taking into account the Plasma welding process potential, the feasibility of this manufacture option may represent a spin-off in automate unions of overlap, groove or edge joints, with great impact in the assemble productivity of goods such as autoparts, refrigerator compressors and other white-line components and even of the so-called tailored blanks. Thus, the aim of this work was to propose and evaluate a novel welding procedure for melt-in Plasma welding, which includes an original consumable formulation. This approach aims at a significant increase of the operational speed in low-carbon-steel thin-plate unions. The goal is to present to the market an option for a welding process with high production rate without the need of filler metal (autogenous weld). After the tests, a family of gas blends with high performance was found. It was verified that it is possible to increase the welding speed over 400% in relation to that speed obtained using Argon, without compromising the quality of the beads and weakening the joint, as long as procedures for joint cleaning and torch positioning are observed.
Keywords: Soldagem
Plasma
"Melt-in"
Gás de plasma
Gás de proteção
Welding
Plasma
Plasma gas
Shielding gas
Plasma (Gases ionizados)
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA MECANICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Engenharias
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Engenharia Mecânica
Citation: REIS, Ruham Pablo. Melt-in plasma welding of a low carbon steel. 2005. 192 f. Dissertação (Mestrado em Engenharias) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2005.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/14820
Issue Date: 8-Sep-2005
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Engenharia Mecânica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RPReis1DISSPRT.pdf1.53 MBAdobe PDFView/Open
RPReis2DISSPRT.pdf2.21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.