Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/14626
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Avaliação da pressão de perfusão cerebral e da autorregulação cerebral dinâmica por meio da decomposição do índice de vasorreatividade cerebral (PRX) em pacientes neurocríticos
metadata.dc.creator: Santos, Marcelo Batista Chioato dos
metadata.dc.contributor.advisor1: Andrade, Adriano de Oliveira
metadata.dc.contributor.referee1: Milagre, Selma Terezinha
metadata.dc.contributor.referee2: Sousa, Almir Ferreira de
metadata.dc.description.resumo: A Hipertensão Intracraniana (HIC) é uma condição neurológica que afeta principalmente pacientes com Traumatismo Crânio-Encefálico (TCE), Acidente Vascular Encefálico (AVC) e hidrocefalia. Atualmente, o tratamento mais adequado dessa condição requer monitorização cerebral contínua dos parâmetros clínicos associados à perfusão cerebral. Nesse contexto, duas variáveis são fortemente relevantes nas avaliações clínicas: a pressão intracraniana (PIC) e a pressão arterial média (PAM). Existe uma carência tecnológica, tanto no cenário nacional quanto internacional, de um sistema que obtenha informações da PIC e da PAM de modo a aprimorar a monitorização de pacientes em unidades de terapia intensiva neurológica. Neste contexto, esta pesquisa propôs o desenvolvimento de uma ferramenta computacional capaz de fornecer parâmetros clínicos relevantes para o acompanhamento da evolução de pacientes. O software fornece a correlação da forma de onda da PIC com a pressão arterial média, definindo a pressão de perfusão cerebral mais ideal para cada paciente avaliado, utilizando-se o índice de correlação de Pearson após a digitalização dos sinais analógicos referidos (PIC e PAM) a 0.06 Hz (Low-PRx). A interface do sistema exibe os seguintes parâmetros: PIC, PAM, Pressão de Perfusão Cerebral (PPC), Índice de Vasorreatividade Cerebral (PRx) e avalia ainda a decomposição do PRx utilizando o método de decomposição de oscilações empíricas (do inglês, Empirical Mode Decomposition). Para exemplificar a aplicação da ferramenta desenvolvida foi realizado um estudo de caso relativo a uma amostragem de cinco pacientes monitorizados na UTI de um hospital de referência. O uso da ferramenta desenvolvida possibilitou a avaliação da PPC mais apropriada para cada paciente avaliado, sendo os resultados obtidos comparados com aqueles fornecidos pela Escala Prognóstica de Glasgow (do inglês, GOS Glasgow Outcome Scale). A ferramenta desenvolvida foi útil na avaliação da PIC, PPC e do PRx em pacientes monitorizados na UTI neurológica.
Abstract: The Intracranial hypertension (ICH) is a neurological condition that primarily affects patients with Traumatic Brain Injury (TBI), cerebrovascular accident (CVA) and hydrocephalus. Currently, the most suitable treatment of this condition requires continuous monitoring of brain clinical parameters associated with cerebral perfusion. In this context, two variables are highly relevant in clinical evaluations: intracranial pressure (ICP) and mean arterial pressure (MAP). There is a technological need, both nationally and internationally, of a system to obtain information from the PIC and the MAP in order to improve the monitoring of patients in neurological intensive care units. In this context, this research proposed the development of a computational tool able to provide relevant clinical parameters to monitor the evolution of patients. The software provides the correlation of PIC waveform with mean arterial pressure by setting the cerebral perfusion pressure more ideal for every patient assessed, using the Pearson correlation coefficient after scanning of said analog signals (PIC and PAM) to 0.06 Hz (low-PRx). The system interface displays the following parameters: ICP, MAP, cerebral perfusion pressure (CPP), cerebral vasoreactivity index (PRx) and further assesses the decomposition of PRx using the decomposition method of empirical oscillations (English, Empirical Mode Decomposition). To illustrate the application of the tool developed was conducted a case study concerning a five patients sampling monitored in the ICU of a referral hospital. The use of the developed tool enabled the evaluation of the most appropriate PPC for each patient assessed, and the results compared with those provided by Glasgow Prognostic Scale (English, GOS - Glasgow Outcome Scale). The developed tool is useful in evaluating the ICP, CPP and PRx in patients monitored in the neurological ICU.
Keywords: Perfusão cerebral
Pressão intracraniana
Processamento de sinais biomédicos
Vasorreatividade intracraniana
Cerebral perfusion
Intracranial pressure
Biomedical signal processing
Volume intracranial
Intracranial vasoreactivity
Processamento de sinais
Vasorreatividade Intracraniana
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA ELETRICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Engenharias
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Engenharia Elétrica
Citation: SANTOS, Marcelo Batista Chioato dos. Avaliação da pressão de perfusão cerebral e da autorregulação cerebral dinâmica por meio da decomposição do índice de vasorreatividade cerebral (PRX) em pacientes neurocríticos. 2015. 81 f. Dissertação (Mestrado em Engenharias) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/14626
Issue Date: 9-Oct-2015
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Engenharia Elétrica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AvaliacaoPressaoPerfusao.pdf2.14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.