Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/14327
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Avaliação da correlação entre eletromiografia e a sensação subjetiva da dor
metadata.dc.creator: Oliveira, Iraides Moraes
metadata.dc.contributor.advisor1: Pereira, Adriano Alves
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Andrade, Adriano de Oliveira
metadata.dc.contributor.referee1: Santos, Sílvio Soares dos
metadata.dc.contributor.referee2: Santangelo, Erika Mattos
metadata.dc.contributor.referee3: Furtado, Daniel Antônio
metadata.dc.description.resumo: A dor é uma sensação desagradável associada a um dano tecidual real ou potencial. A avaliação da dor é muito importante para estabelecer a eficácia de analgésicos e terapias, no entanto, por ser uma experiência complexa e subjetiva torna-se necessário um método que a quantifique objetivamente. Biopotenciais, como os sinais de eletromiografia (EMG) podem auxiliar no estudo da dor. O reflexo de flexão nociceptivo (RFN), que é observado no músculo bíceps femoral com a estimulação elétrica no nervo sural ipsilateral, tem sido utilizado como um indicador nociceptivo fisiológico. Sendo assim, o objetivo desta pesquisa é analisar se há relação entre a intensidade do estímulo elétrico, percepção subjetiva do voluntário e o RFN obtido através da EMG do músculo bíceps femoral após eletroestimulação do nervo sural ipsilateral. Participaram do experimento 10 indivíduos saudáveis do gênero masculino, com faixa etária de 20 a 27 anos no Laboratório de Engenharia Biomédica da Universidade Federal de Uberlândia UFU. No membro inferior direito (dominante) do voluntário, foi posicionado sobre a via retromaleolar externa do nervo sural o eletrodo de eletroestimulação. No músculo bíceps femoral do mesmo membro, foi fixado o eletrodo de EMG de superfície. Os parâmetros do estímulo foram determinados no equipamento Neuropack S1 MEB-9400 Nihon Kohden, os quais foram os seguintes: 5 trens de pulso retangulares com 0,2 ms de duração e intervalo de 10 ms entre os pulsos. A aquisição dos sinais eletromiográficos foi controlada pelo software Myosystem-Br1 versão 3.5.6. Utilizando-se a Escala Visual Analógica (EVA), foi determinado o limiar de dor e o nível de tolerância do sujeito de pesquisa, os quais foram normalizados com 0% e 100% respectivamente. Foi analisada a entropia aproximada, a área do sinal eletromiográfico, a EVA e o RMS (root mean squared) em função da intensidade do estímulo elétrico aplicado. A entropia aproximada foi avaliada, através do sinal eletromiográfico, 100 ms antes (PréEn) e 200 ms depois (PósEn) do estímulo elétrico. Os dados foram armazenados em .txt e analisados com o software MatLab, onde foi desenvolvida uma interface específica para processar os sinais coletados. Fez-se a análise estatística com base no Coeficiente de Correlação de Pearson (r), Coeficiente de Determinação (r2) e regressão linear. Houve uma correlação linear forte positiva da EVA em função do estímulo, com r = 0,998307 e r2 = 0,9966. A PréEn demonstrou uma correlação linear fraca negativa, sendo r = -0,67741 e r2 = 0,4589 e a PósEn uma correlação linear forte negativa em relação ao estímulo, com r = -0,93315 e r2 = 0,8708. A área apresentou correlação linear forte positiva em relação ao estímulo aplicado (r = 0,974094 e r2 = 0,9489), bem como o RMS 200 ms após o estímulo (r = 0,97 e r2 = 0,946). Portanto, foi possível observar que as variáveis PósEn, RMS e área do reflexo de flexão são parâmetros relevantes na correlação subjetiva da dor.
Abstract: Pain is an unpleasant sensation associated with actual or potential tissue damage. Pain assessment is very important to establish the efficacy of analgesics, therapies, however, because it is a subjective experience complex and it is necessary a method that quantifies objectively. Biopotentials, such as the electromyographic signals (EMG) may aid in the study of pain. The nociceptive flexion reflex (NFR), which is observed in the biceps femoris muscle with electrical stimulation of the ipsilateral sural nerve has been used as an indicator of physiological nociceptive. Therefore, the objective of this research is to analyze whether there is a relationship between the intensity of electrical stimulation, subjective perception of voluntary and NFR obtained by EMG of the biceps femoris after electrical stimulation of the same side sural nerve. Participated in the experiment 10 healthy males, aged 20-27 years in the Biomedical Engineering Laboratory of Federal University of Uberlândia UFU. In the right lower limb (dominant) the volunteer was positioned on the track retromalleolar outer electrode of the sural nerve stimulation. In the biceps femoris muscle of the same member, the electrode was fixed surface EMG. The stimulus parameters are determined in the equipment Neuropack S1 MEB-9400 Nihon Kohden, which were as follows: 5 rectangular pulse trains with 0.2 ms and 10 ms interval between pulses. The acquisition of electromyographic signals was controlled by software Myosystem-Br1 version 3.5.6. Using a visual analog scale (VAS), was determined and the pain threshold and tolerance level of the subject of research, which were normalized with 0% and 100% respectively. We analyzed the approximate entropy, the area of the EMG signal, the VAS and the RMS (root mean squared) as a function of the intensity of electrical stimulation applied. The approximate entropy was evaluated by means of electromyographic signal, 100 ms before (PréEn) and 200 ms later (PósEn) of electrical stimulation. The data were stored on .txt and analyzed with MatLab, where a specific interface was developed to process the signals collected. There was a statistical analysis based on Pearson\'s correlation coefficient (r), coefficient of determination (r2) and linear regression. There was a strong positive linear correlation of VAS as a function of stimulus, with r = 0.998307 and r2 = 0.9966. The PréEn showed a weak negative linear correlation, with = -0.67741 and r2 = 0.4589 and PósEn a strong negative linear correlation with respect to the stimulus, with r = -0.93315 and r2 = 0.8708. The area showed strong positive linear correlation in relation to the applied stimulus (r = 0.974094 and r2 = 0.9489), and the RMS 200 ms after stimulation (r = 0.97 and r2 = 0.946). Therefore, it was observed that the variables PósEn, RMS and area of flexion reflex are relevant parameters in the correlation of subjective pain.
Keywords: Dor
Eletromiografia
Reflexo de flexão nociceptivo
Pain
Electromyography
Nociceptive flexion reflex
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA ELETRICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Engenharias
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Engenharia Elétrica
Citation: OLIVEIRA, Iraides Moraes. Avaliação da correlação entre eletromiografia e a sensação subjetiva da dor. 2013. 84 f. Tese (Doutorado em Engenharias) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/14327
Issue Date: 28-Jun-2013
Appears in Collections:TESE - Engenharia Elétrica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Iraides Moraes.pdf2.22 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.