Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/14137
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Estudo da resistência à compressão do concreto por meio de testemunhos de pequeno diâmetro e esclerometria
Alternate title (s): Study of Concrete Strength by means of Small Cores and Sclerometry Essays
Author: Castro, Elisângela de
First Advisor: Silva, Turibio José da
First member of the Committee: Motta, Leila Aparecida de Castro
Second member of the Committee: Bauer, Elton
Summary: A resistência à compressão do concreto pode ser obtida mediante ensaios em corpos-deprova ou em testemunhos extraídos dos elementos estruturais. A Norma Brasileira ABNT NBR 7680:2007 recomenda extrações com diâmetros preferencialmente maiores que 100 mm. A extração de testemunhos de pequeno diâmetro visa facilitar e otimizar as avaliações de estruturas acabadas evitando cortes em armaduras, reduzindo custos e permitindo ainda aumentar significativamente o número de amostras. No mesmo sentido, a esclerometria, constitui uma técnica para avaliar a uniformidade do concreto, monitorar o desenvolvimento da resistência ao longo do tempo, e ainda estimar a resistência do concreto de forma simples, rápida e relativamente barata. A associação da esclerometria com ensaios em testemunhos constitui uma das melhores formas de estimar a resistência à compressão do concreto. Este trabalho apresenta os resultados de uma pesquisa experimental, para a estimativa da resistência à compressão por meio de esclerometria e extração de testemunhos de pequeno diâmetro. Serão abordados alguns fatores que incidem na extração e ensaio de testemunhos. As variáveis estudadas foram: a dimensão nominal máxima do agregado graúdo e o diâmetro do testemunho. Também foi estudada a variabilidade dos resultados de esclerometria nos blocos. No programa de ensaios foram utilizadas três séries de concreto, com brita 0, com brita 1 e com britas 1 e 2; mantendo as mesmas relações para água-cimento e agregado-cimento. Os ensaios esclerométricos foram realizados em blocos de 40 cm x 40 cm x 80 cm e corpos-de-prova de 150 mm de diâmetro. A análise foi realizada por comparação entre resultados obtidos em testemunhos extraídos dos blocos, com diâmetros de 150 mm, 100 mm, 50 mm, 32 mm e 25 mm; corpos-de-prova de diâmetros 150 mm, 100 mm e 50 mm e esclerometria em corpos-deprova com 150 mm de diâmetro. Apesar das limitações em relação ao número de testemunhos e algumas discrepâncias entre as técnicas utilizadas os testemunhos indicaram uma tendência em termos de variação de resistência.
Abstract: The current method for the verification of the concrete strength to compression consists in molding test cylinders or taking cores of the structure elements. The Brazilian Code ABNT NBR 7680:2007 recommends the extraction of cores with a minimum diameter of 100 mm, preferential. The reduced diameter cores have the objective of facilitating and optimizing the evaluation of existing structures, avoiding steel sectioning, reducing costs and allowing the increase of the number of samples. In this line, the sclerometry (for testing the surface hardness) is a non-destructive technique to evaluate the concrete uniformity, the evolution of strength along with time, and to estimate the final concrete s strength. This study presents the results of an experimental research to estimate the compressive concrete s strength using the sclerometry and the extraction of reduced diameter cores. Some factors which have relevant influence in the extraction and testing of cores will be hereby discussed. The investigated variables were: the nominal dimension of the aggregate and the core s diameter. The sclerometry variability results in the blocks it was studied too. In the program of rehearsals three concrete series were used with gravel 0, with gravel 1 and with gravels 1 and 2, maintaining the same relationships for water-cement and aggregatecement. The sclerometric tests were conducted in concrete blocks of 40 cm x 40 cm x 80 cm and cylinders specimens with 150 mm diameter. The analysis was conducted by comparison of the results of drilled cores from the blocks with diameters of 150 mm, 100 mm, 50 mm, 32 mm and 25 mm, test specimens with diameters of 150 mm, 100 mm and 50 mm, and sclerometry testing of specimens of 150 mm diameter. Although the limitations in relation to the number of specimens and some discrepancies between the used techniques the results had indicated a trend in terms of concrete strength variation.
Keywords: Resistência à compressão do concreto
Testemunhos de concreto
Esclerometria do concreto
Concrete compressive strength
Concrete drilled cores
Concrete sclerometry
Concreto
Engenharia de estruturas
Area (s) of CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA CIVIL
Language: por
Country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Institution Acronym: UFU
Department: Engenharias
Program: Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil
Quote: CASTRO, Elisângela de. Study of Concrete Strength by means of Small Cores and Sclerometry Essays. 2009. 126 f. Dissertação (Mestrado em Engenharias) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2009.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/14137
Date of defense: 14-Sep-2009
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Elisangela.pdf6.25 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.