Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/14086
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: A educação rural brasileira : limites e possibilidades do processo de nucleação em Patos de Minas, MG (1990-2002)
metadata.dc.creator: Sales, Suze da Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: Carvalho, Carlos Henrique de
metadata.dc.contributor.referee1: Goncalves Neto, Wenceslau
metadata.dc.contributor.referee2: Jacomeli, Mara Regina Martins
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho tem por objetivo historiar as políticas públicas destinadas à educação rural no Brasil, mais especificamente no município de Patos de Minas-MG, baseando-se na compreensão do contexto econômico, político e social que foi se configurando no setor rural brasileiro durante o século XX. Partindo do pressuposto de que as políticas inovadoras destinadas à educação rural são implantadas através de estratégias conservadoras de gestão e implementação de recursos, o estudo busca identificar as principais ações desenvolvidas no cenário brasileiro, sobre a questão da educação rural, desde suas primeiras iniciativas até as medidas mais recentes direcionadas ao processo de nucleação. Nesse sentido, sublinhamos também os episódios da História do Brasil que foram importantes à compreensão das questões agrárias e contribuem com a permanência do status quo vigente no campo, onde se notam desigualdades na distribuição de renda e nas condições de trabalho e produção. A partir daí, o texto analisa a organização dos trabalhadores rurais, no início dos anos de 1980, como marco para as pesquisas que objetivam estudar o contexto rural e seus aspectos, apontando os eixos temáticos que se relacionam à educação, trazendo à tona algumas reflexões sobre iniciativas de âmbito estatal e da sociedade civil que buscam melhorar o ensino que é destinado ao campesino no Brasil. Em seguida, o trabalho pretende historiar a trajetória das políticas públicas destinadas ao campo no município de Patos de Minas-MG, no período de 1990 a 2002, momento que foram tomadas as primeiras ações para implantar a nucleação no meio rural patense, fato esse que provocou transformações estruturais, as quais trouxeram marcos de inovação, mas foram desenvolvidas sem a participação efetiva dos rurícolas ou de segmentos representativos destes, como os sindicatos dos trabalhadores e dos produtores rurais, resguardando interesses de uns em detrimento de outros. Reconstruir esse percurso fazse necessário para compreender o porquê da escola rural não desempenhar um papel mais significativo na emancipação do homem campesino.
Abstract: The present paper has the intention to make a historicity of the public politics concerning to the rural education in Brazil, and in especial in the city of Patos de Minas MG, being based on the comprehension of the economic, politic and social context that was being constructed in the Brazilian rural sector during the twentieth century. Having in mind that the new politics destined for the rural education are introduced through conservative management strategies and introduction of resources, the paper intends to identify the mainly actions developed in the Brazilian scenery, about the question of rural education, since its first initiatives to the most recent directed to the nucleation process. In this sense, we also show the Brazil History episodes that were important to understand the agrarian questions and helped that the status quo stayed in the field, where we can see inequality in the income distribution and in the work and production conditions. Going ahead, the text analyses the rural workers organization, in the beginning of the years 1980, as a time period to the researches that aim to study the rural context and its aspects, showing the thematic points that have a relation to the education, showing some reflections about the initiatives of the State and the civil society which tries to improve the teaching destined to the rural workers in Brazil. Following, the work intends to show the ways of the public politics destined to the rural areas in the city of Patos de Minas-MG, in the period of 1990 to 2002, moment that some actions were developed to introduce the nucleation in the rural areas of Patos de Minas, considering that this fact provoked structural transformations, that brought innovation, but were developed without the active participation of the rural workers or of the representative segments of them, like the rural workers and producers trade union, saving some interests and prejudicing others. It is necessary to rebuild this way to understand why the rural school does not carry out a more significant role in the emancipation of the rural worker.
Keywords: Campesino
Educação rural
História
Políticas públicas
Rural worker
Rural education
History
Public politics
Educação rural - Brasil
Educação rural - Patos de Minas (MG)
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Educação
Citation: SALES, Suze da Silva. A educação rural brasileira : limites e possibilidades do processo de nucleação em Patos de Minas, MG (1990-2002). 2007. 186 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2007.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/14086
Issue Date: 14-May-2007
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Suze.pdf874.56 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.