Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/14079
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Ensino agrícola, trabalho e modernização no campo : a origem da Escola Superior de Agricultura e Veterinária do Estado de Minas Gerais (1920-1929)
Author: Silva, Fabricio Valentim da
First Advisor: Borges, Vera Lucia Abrão
First member of the Committee: Carvalho, Carlos Henrique de
Second member of the Committee: Alves Filho, Eloy
Summary: Este estudo situa-se no campo da História das Instituições de Ensino, e tem como objetivo central interpretar o projeto de constituição da Escola Superior de Agricultura e Veterinária do Estado de Minas Gerais (ESAV), mais conhecida como a Escola de Viçosa , no período de 1920 a 1929. A gênese desta instituição escolar e a modernização conservadora da agricultura mineira são os temas desta dissertação. A análise está pautada em vários documentos primários, como cartas, relatórios, regulamentos, theses de ensino , decretos, leis estaduais, livro de formatura e fotografias. Estas fontes documentais estão localizadas no Arquivo Central e Histórico da Universidade Federal de Viçosa (UFV). As fontes indicam que a criação da ESAV fez parte de um projeto de desenvolvimento e diversificação produtiva do Estado de Minas Gerais, projeto este, que foi forjado para promover a racionalização do campo, ou melhor, a modernização da agricultura mineira por meio da invenção de um tipo ideal de produtor rural: o fazendeiro moderno. Este projeto de recuperação e dinamização da economia mineira foi esboçado pelo Estado e pela elite agrária no Congresso Econômico das classes produtoras de MG, realizado em Belo Horizonte - MG, no período de 13 a 19 de maio de 1903. O evento delegou ao ensino agrícola elementar mineiro a tarefa de formar, qualificar e organizar a mão-de-obra rural, de modo que, as inovações técnicas no trato com a terra e rebanhos fossem disseminadas a todos os grupos sociais do meio rural do período em estudo. Trata-se do pressuposto iluminista que transfere ao saber técnico a tarefa de promover o progresso e a civilização do país. Deste modo, destacaram-se nesta pesquisa duas nítidas fases que marcaram a configuração e a evolução do ensino agrícola em Minas Gerais. A primeira fase caracterizou-se pela materialização de uma política estatal para o setor, com ênfase na educação básica para o trabalho agrícola. Esta educação calcada na idéia de positividade , que marcou o período histórico da pós-escravidão , promoveu a profissionalização da instrução agrícola elementar em dois níveis: o da instrução profissional em escolas e o do ensino prático de trabalhadores adultos. O positivista João Pinheiro foi o principal articulador desta primeira etapa. Na segunda fase de evolução do ensino agrícola mineiro, o eixo norteador foi a idéia de renovar o campo em termos técnicos e socioculturais, visto que a estratégia utilizada para atender o desenvolvimento e a diversificação produtiva almejada pelas elites mineiras desde o Congresso de 1903, foi rearticulada durante o governo estadual do Presidente Arthur Bernardes (1918-1922) com a criação da Escola de Viçosa, por meio do Decreto Lei nº 761 de 6/09/1920. Nasciam assim, as bases para a efetivação da modernização da agricultura de MG. Para isto, Arthur Bernardes buscou no modelo de ensino das escolas agrícolas norte-americanas, os Land Grant Colleges, o projeto político-pedagógico necessário para levar a frente tal objetivo. E por influência do principal organizador técnico da ESAV, o cientista norte-americano Peter Henry Rolfs, a Escola de Viçosa foi delineada com a feição e a dinâmica de um college agrícola americano. Neste projeto educativo, os estudantes esavianos seriam os principais agentes difusores do ideal modernizador do homem e da lavoura mineira. Ou seja, eles deveriam liderar intelectualmente a modernização do campo. Em virtude disto, estes moços recebiam conhecimentos técnicos e científicos modernos sobre agropecuária, associados às idéias e valores morais, cívicos, higienistas e de educação para o trabalho preconizado pela elite agrária e política da época.
Abstract: This search is located in the Education Institutions History field and it aims to interpret the Agricultural and Veterinary Superior School of Minas Gerais (ESAV) construction project known by Viçosa School in the period between 1920 and 1929. The beginning of this educational institution and the agriculture conservator modernization are subjects of this search. The analyses are based on many primary documents such as letters, book notes, interior policies, teaching methods, state laws, graduation books and pictures. Those sources are archived in the Historic Archive from the Universidade Federal de Viçosa (UFV). The sources indicate that the ESAV construction is based on a project for rural development and diversification in Minas Gerais state, and it was made to enhance agricultural rationalization and modernization through the invention of an ideal kind of farmer: the modern farmer. This recovering project for Minas Gerais economy was drowned by the government and rural elites at Minas Gerais Rural Economic Forum that took place in Belo Horizonte MG, from 13th to 19th of may, in the year 1903.This meeting conferred to the state agricultural school the responsibility to form, to qualify and to organize rural workers, so all the technical innovations about crop working and animal handling could be transmitted to all social groups of rural workers at that time. This process takes part on the illuminist thoughts that transfer to the technical knowledge the responsibility to endorse progress and civilization in the country. It can be highlighted on this search two different periodsthat marked the settings and evolution of agricultural teaching in Minas Gerais. The first period was characterized by state politics materialization for the sector with emphasis on basical education for agricultural work. This education, based on thoughts of positivism and that marked the historical period post-slavery promoted the qualification of elementary Agricultural instruction in two levels: the professional teaching in schools and the practical teaching for adults laborers. The positivist man João Pinheiro was the main sponsor for this first stage. On the second stage of evolution the main focus was to renew the country, on technical sociologic and cultural terms, seeing as the strategies employed to reach production development and diversification searched by privileged groups in Minas Gerais at that meeting in 1903 was reshaped on President Arthur Bernardes administration (1918-1922) with the beginning of Escola de Viçosa, through the law #761 in 09/06/1920. This way, it has started the base for an effective modernization for Minas Gerais agriculture. In order t do it, president Arthur Bernardes reached the north American agricultural schooling model, the land Grant Colleges, the necessary political-pedagogical project to reach the desired aim. Persuaded by the political scientist Peter Henry Rolfs who was the main technical manager from ESAV, the school of Viçosa was shaped with the same features of an American agricultural college. In this educational project, the students from ESAV were the main diffusers for the modern thoughts for labors and crop fields in Minas Gerais. In other words, they should be the intellectual leaders of field modernization. This was the main reason for those young people was receiving modern scientific and technical agricultural knowledge, related to thoughts and moral civic hygienic ideas and schooling for the kind of work needed by rural politicians and employers at that time.
Keywords: ESAV
Ensino agrícola profissionalizante
Peter Henry Rolfs
Modernização agrícola
Gênese
Professional agricultural education
Agriculture modernization
Genesis
Educação - História
Ensino agrícola
Universidade Federal de Viçosa
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
Country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Institution Acronym: UFU
Department: Ciências Humanas
Program: Programa de Pós-graduação em Educação
Quote: SILVA, Fabricio Valentim da. Ensino agrícola, trabalho e modernização no campo : a origem da Escola Superior de Agricultura e Veterinária do Estado de Minas Gerais (1920-1929). 2007. 65 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2007.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/14079
Date of defense: 9-Jul-2007
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FVSilvaDIS01PRT.pdf629.02 kBAdobe PDFView/Open
FVSilvaDIS0203PRT.zip2.2 MBUnknownView/Open
FVSilvaDIS0405PRT.zip3.34 MBUnknownView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.