Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/14024
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: O Colégio Triângulo Mineiro e o ensino secundário em Uberaba (MG) entre 1940 e 1960
metadata.dc.creator: Soares, Edilene Alexandra Leal
metadata.dc.contributor.advisor1: Gatti, Giseli Cristina do Vale
metadata.dc.contributor.referee1: Ribeiro, Betania de Oliveira Laterza
metadata.dc.contributor.referee2: Silva, Katiene Nogueira da
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa está vinculada a Linha de História e Historiografia da Educação tem o objetivo de investigar o processo de criação e instalação do Colégio Triângulo Mineiro, localizado em Uberaba-MG, e identificar algumas práticas pedagógicas vivenciadas na instituição. Trata-se de estabelecimento privado, fundado nos anos de 1940 pelo professor Mário de Ascenção Palmério. A instituição que era conhecida como Liceu Triângulo Mineiro iniciou suas atividades oferecendo cursos de admissão, madureza, preparatório, pré-primário e primário e, em 1941, requereu verificação prévia para a oferta do 1º Ciclo do Ensino Secundário o Curso Ginasial. Em 9 de abril de 1943, foi concedida a inspeção preliminar e recebeu a denominação de Ginásio Triângulo Mineiro, mas, somente em 7 de outubro de 1946, obteve o reconhecimento do Curso Ginasial. Em 27 de janeiro de 1947, conseguiu autorização para funcionar como colégio. A princípio, o fundador dizia que o estabelecimento tinha sido criado para atender aos menos favorecidos, no entanto, a problemática levantada nesta pesquisa aponta uma contradição: nos anos em que foi fundado, o Colégio Triângulo Mineiro implantou o 1º e 2º Ciclo do Ensino Secundário, níveis de ensino destinados a uma minoria. Como a instituição conseguiu oferecer esses dois ciclos a uma população menos favorecida , uma vez que o ensino secundário, naquele contexto, era destinado a poucos? Para investigar essa problemática, o recorte temporal delimitado para o estudo foi de 1940 a 1960. Os procedimentos metodológicos utilizados incluem a consulta e análise de jornais locais, documentos do Centro de Documentação Mário Palmério e Superintendência Regional de Ensino, além de outros materiais correspondentes ao período delimitado. A partir dessas fontes e utilizando referenciais teóricos como Nosella e Buffa (2009); Magalhães (1998; 1999; 2004); Nunes (2000); Silva (1969) e outros voltados para a análise das instituições escolares e o ensino secundário, buscou-se compreender dialeticamente as relações políticas, econômicas, sociais e culturais que interferem nas questões educacionais. Foi dada atenção especial para compreender como o Colégio Triângulo Mineiro, ofertando ensino secundário, em um período em que esse era destinado a minoria, conseguiu atender aos menos favorecidos . Constatou-se que a legislação educacional vigente, principalmente os Decretos-Lei nº 7.637 de 12 de junho de 1945 e o de nº 7.795 de 30 de julho do mesmo ano, assim como a Portaria nº 583 de 27 de outubro de 1948 corroboraram para o ingresso das camadas populares no ensino secundário. Concluiu-se que, entre 1942 a 1956, o Colégio Triângulo Mineiro obteve um número significativo de alunos matriculados no 1º Ciclo do Ensino Secundário Curso Ginasial. Verificou-se a importância que se dava à conduta moral e disciplinar dos discentes e docentes; evidenciou-se que havia pouca rotatividade de professores e que eles lecionavam mais de uma disciplina, desempenhavam papel essencial para a construção da identidade educativa e destacavam-se em eventos cívicos e esportivos para a sociedade.
Abstract: This research is linked to the History and Historiography of the Education Line and it has the objective of investigating the creation and installation process of Colégio Triângulo Mineiro, a school located in Uberaba-MG, and identifying some pedagogic practices lived in the institution. This is a private establishment, founded in the 1940s by Mário de Ascenção Palmério, a teacher. The institution - that was known as Liceu Triângulo Mineiro - began its activities offering admission courses, madureza (a test to check the students intellectual ability), preparatory, Kindergarten and primary school and, in 1941, it requested previous verification for the offer of the 1st Cycle of the Secondary Teaching Middle School. On April 9, 1943, the preliminary inspection was granted and it received the denomination of Ginásio Triângulo Mineiro, but, only on October 7, 1946, it obtained the recognition of the Middle school. On January 27, 1947, it got authorization to work as school. At first, the founder said that the establishment had been created to assist to the least favored people, however, the problem pointed out in this research shows a contradiction: in the years that it was founded, Colégio Triângulo Mineiro implanted the 1st and 2nd Cycle of the Secondary Teaching, teaching levels destined to a minority. How did the institution get to offer those two cycles to a \"less favored\" population, once the secondary teaching, in that context, was destined to a few ones? To investigate that problem, the temporary cutting delimited for the study was from 1940 to 1960. The methodological procedures used include the consultation and analysis of local newspapers, documents of the Center of Documentation Mário Palmério and Regional Superintendency of Teaching, besides other materials corresponding to the delimited period. Starting from those sources and using theoretical referenciais like Nosella and Buffa (2009); Magalhães (1998; 1999; 2004); Nunes (2000); Silva (1969) and others gone back to the analysis of the school institutions and the secondary teaching, it had the attempt to understand dialectically the political, economical, social and cultural relationships that interfere in the education subjects. Special attention was given to understand how Colégio Triângulo Mineiro, presenting secondary teaching in a period in that it was destined to the minority, got to assist \"the least favored people\". It was verified that the effective education legislation, mainly the Ordinance-law no. 7.637 of June 12, 1945 and the one of no. 7.795 of July 30 of the same year, as well as the Entrance no. 583 of October 27, 1948 corroborated for the entrance of the lower social class people in the secondary teaching. It was concluded that, among 1942 to 1956, Colégio Triângulo Mineiro obtained a significant number of enrolled students in the 1st Cycle of the Secondary Teaching middle school. The importance was due to the teachers and students moral conduct and discipline; it was evidenced that there was little rotation of teachers and that they taught more than a discipline, they played essential part for the construction of the educational identity and they stood out in civic and sporting events for the society.
Keywords: História da educação
Instituições escolares
Ensino Secundário
History of the education
School institutions
Secondary teaching
Educação - História - 1940-1960
Colégio Triângulo Mineiro - Uberaba-MG - História
Ensino médio - Uberaba-MG - História
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Educação
Citation: SOARES, Edilene Alexandra Leal. O Colégio Triângulo Mineiro e o ensino secundário em Uberaba (MG) entre 1940 e 1960. 2015. 213 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/14024
Issue Date: 17-Aug-2015
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ColegioTrianguloMineiro.pdf9.78 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.