Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13972
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title:  Olhares psicopedagógicos: desvendando concepções de aprendizagens de crianças, mães e professores da educação infantil da Eseba, em Uberlândia, Minas Gerais
Author: Faria, Paula Amaral
First Advisor: Miranda, Maria Irene
First member of the Committee: Noffs, Neide de Aquino
Second member of the Committee: Silva, Elenita Pinheiro de Queiroz
Summary: O tema de investigação, concepções de aprendizagem, originou-se das ideias correntes identificadas ao longo da trajetória pessoal/profissional nas escolas de Educação Infantil. Objetivamos, então, por meio desta pesquisa, investigar as concepções de aprendizagem de crianças, seus pais e professores na Educação Infantil e primeiro ano do Ensino Fundamental. E, identificar as concepções de aprendizagem nas DCNEI (2010) e as suas possíveis implicações diante das concepções das crianças, de seus pais e dos professores para a Educação Infantil da ESEBA, em Uberlândia. A pesquisa foi estruturada com base na abordagem qualitativa e na modalidade de pesquisa Estudo de Caso. Utilizamos Grupo Focal e análise documental como instrumentos que contemplaram as intenções da pesquisa. O Grupo Focal nos permitiu ouvir e observar as interações entre os participantes para conhecer suas concepções de aprendizagem em relação à Educação Infantil. Aplicamos uma técnica de diagnóstico psicopedagógico, denominada de par educativo, como ponto de partida do instrumento. Realizamos uma interpretação geral do desenho, com olhares e escuta de psicopedagoga, de tal modo que procuramos atingir os objetivos do estudo. Analisar as DCNEI (2010) nos ofereceu pistas para compreender as orientações das políticas atuais para a Educação Infantil. A trajetória metodológica orientou nossos olhares para a organização dos dados em categorias e em subcategorias temáticas. Na primeira categoria, Aprender é interagir e contar com a figura do mediador, procuramos desvendar o papel do professor mediador para o desenvolvimento e aprendizagem das crianças. Na segunda, Aprender é conviver com distintos contextos e espaços, tratamos das concepções de aprendizagem situadas em diferentes contextos, espaços e cenários da escola. A terceira categoria, Aprender é compartilhar e vivenciar experiências com a família e a escola, manifesta as distintas experiências vivenciadas na escola, as interações com os familiares e professores. Na quarta categoria, Aprender na Educação Infantil e primeiro ano do Ensino Fundamental: etapas isoladas ou processo? a complexidade dos dados desencadeou a organização de três subcategorias temáticas, nomeadas com extratos de falas dos participantes: Tia sabia que a minha mãe está me ensinando a ler e a escrever?! ; nessa discutimos sobre a antecipação de processos de aprendizagem na Educação Infantil em função das pressões /expectativas sociais e políticas. Na seguinte, Acabou a brincadeira. Agora vocês vão ter que estudar !, expusemos a dicotomia entre o brincar e o estudar. E na última subcategoria E, as múltiplas linguagens... estamos ligados nisso tudo , apresentamos as ideias para as distintas formas de expressão e aprendizagem das crianças. Contudo, assinalamos que as concepções de aprendizagem estão permeadas de imagens e conceitos originários tanto do paradigma tradicional como do interacionista. Ambos os paradigmas se constituem nas ideias e ações de cada um, a partir das interações com o outro e com os objetos de conhecimento. Pontuamos que não há uma concepção homogênea e linear sobre o que seja aprendizagem. As concepções não são estáticas, mas se modificam ao longo da vida, de acordo com a forma de interação no mundo. Salientamos que não há um paradigma certo ou errado. Conjecturamos, sim, sobre a necessidade de a escola dialogar, trocar conhecimentos por meio da formação permanente de famílias e de seus professores.
Abstract: The investigation subject, conceptions on learning) originated from identified current ideas along our personal and professional trajectory in Early Childhood Education schools. By this search we aim to investigate learning conceptions of children, parents and teachers of Early Childhood Education and first year of Basic school. We aim also to identify the learning conceptions in National Curriculum Guidelines for Early Childhood Education- NCGECE (2010) and their probable implications to the conceptions of the children, their parents and teachers in a federal public school in Uberlândia-MG, Brazil, named ESEBA1. The study was structured based on qualitative approach and case study. We used Focus Group and document analysis as research instruments. The focus group allowed us to hear and to observe interactions between the participants in order to know their conceptions on learning in Early Childhood Education. We applied psychopedagogical diagnosis technique, named as educative pair as a point of departure in the study. We carried out a general interpretation on drawings, with psychopedagogical look and listening, so that we could achieve the research goals. Analyzing the NCGECE (2010) gave us clues to understand the guidelines of the current policies for Early Childhood Education. Methodological trajectory guided our look to organize data in thematic categories and subcategories. The first one, named as Learning is interacting by means of a mediator, we tried to specify the role of a mediator teacher in the children s development and learning. The second one, called Learning is living with different contexts and space, we studied the learning conceptions in different contexts, spaces and scenarios in school. The third category, Learning is experiencing and sharing experiences with family and school, we express the distinct experiences in school, the interaction to the families and teachers. The fourth category, Learn in kindergarten and first year of elementary school: isolated steps or process?, the complexity of the data triggered the organization of three thematic subcategories, named with extracts of the participants: in the first one, named as Did you know that my mum is teaching me to read and write? , we discuss the anticipation of learning processes in Early Education, due to social and politic pressure and expectations. In the second one, called Playtime is over. Now you\'ll have to study!, we expose the dichotomy between playing and studying. And in the last subcategory, The multiple languages that we are all connected to, we present ideas for the distinct forms of learning. However, we point out that the conceptions on learning are permeated with images and concepts originating from both the traditional and the interactionist paradigm. Both paradigms constitute the ideas and actions of each one, from the interactions to each other and to the knowledge objects. There is not a homogeneous and linear conception on what learning is. The conceptions are not static, but they are modified along lifetime according to the form of interacting to the world. There is not a right paradigm or a wrong one. There are conjectures on the need of dialogue, exchanging knowledge by means of the continuous formation of the families and teachers.
Keywords: Concepção de aprendizagem
Educação Infantil
Psicopedagogia
Conceptions on learning
Early Childhood Education
Psychopedagogy
Educação de crianças
Educação - Aprendizagem
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
Country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Institution Acronym: UFU
Department: Ciências Humanas
Program: Programa de Pós-graduação em Educação
Quote: FARIA, Paula Amaral. Olhares psicopedagógicos: desvendando concepções de aprendizagens de crianças, mães e professores da educação infantil da Eseba, em Uberlândia, Minas Gerais. 2014. 262 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2014.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13972
Date of defense: 30-Jul-2014
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
OlharesPsicopedagogicosDesvendando.pdf2.82 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.