Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13943
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: As representações e práticas sociais acerca da gênese da Faculdade de Odontologia de Uberlândia (1966-1978)
metadata.dc.creator: Pereira, Wander
metadata.dc.contributor.advisor1: Borges, Vera Lucia Abrão
metadata.dc.contributor.referee1: Ferro, Maria do Amparo Borges
metadata.dc.contributor.referee2: Lima, Sandra Cristina Fagundes de
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho destina-se à interpretação das representações e práticas sociais em torno da gênese da Faculdade de Odontologia de Uberlândia, inserida no campo da História da Educação, abordando, especificamente, a História das Instituições Educacionais. Teve-se como objetivo geral apreender as práticas e as representações sociais, bem como as apropriações constituídas durante os primeiros tempos da Escola de Odontologia de Uberlândia (1966-1978). De forma específica, procurou-se interpretar as características contextuais em que a Escola foi implantada, analisando suas estruturas, relações da Faculdade com a comunidade, significados e práticas realizadas pelos agentes da Escola de Odontologia de Uberlândia, dentre outros aspectos. O período delimitado para a pesquisa vai desde 1966, ano da criação legal da Escola de Odontologia de Uberlândia, até 1978, quando se instituiu sua federalização, juntamente com os demais Cursos da Universidade de Uberlândia, passando a fazer parte da Universidade Federal de Uberlândia. Quanto às fontes de pesquisa, foram priorizados as que constam nos arquivos da Faculdade de Odontologia de Uberlândia. Foram utilizadas, também, fontes orais e bibliografias referentes à História da Educação, à História das Instituições Escolares e as que tratam do contexto da Ditadura Militar (1964- 1985), em que o período recortado encontra-se inserido. A metodologia proposta referencia-se em uma interpretação norteada: a) pelos conceitos de apropriação, representações e práticas sociais trazidos por Roger Chartier, b) pela multidimensionalidade carreada pela interdisciplinaridade da modalidade interpretativa indicada por Justino Magalhães, c) pela valorização das especificidades e singularidades regionais e locais na tessitura da história sugerida por Ester Buffa e Paolo Nosella, e d) pela utilização da História Oral como técnica enriquecedora da historiografia atual. Com a utilização desses novos paradigmas como referenciais teórico-metodológicos, a nova historiografia, caracterizada por uma renovação nos quadros epistemológicos e hermenêuticos, originou um alargamento das problemáticas em História da Educação, também devido às inovações temáticas que ampliaram as formas de questionar, investigar, apreender e interpretar a diversidade dos contextos históricos, criando, desta sorte, uma possibilidade de se estudar a gênese da Faculdade de Odontologia de Uberlândia. Investigou-se a história da criação da Faculdade de Odontologia de Uberlândia, orientando-se por essa nova historiografia que está sendo praticada por grande parte dos historiadores pertencentes aos núcleos de História e Historiografia das universidades. Foi possível permitir que os agentes participantes do processo de idealização/construção da Escola de Odontologia de Uberlândia pudessem se identificar e se enxergar como sujeitos históricos na constituição dessa Instituição Educacional Uberlandense. O resultado dessa dissertação indica que a gênese da Faculdade de Odontologia de Uberlândia está inserida em um momento próprio da História do Brasil, mais precisamente, no período conjuntural em que o capitalismo monopolista já estava assentado definitivamente no país, e, sob a égide do Governo Militar, que se valeu das estratégias de repressão e cooptação das categorias sociais, na tentativa de se manter no poder. Em consonância com a política desenvolvimentista adotada pelos Militares, surgiram as práticas de expansão e de interiorização do Ensino Superior no Brasil, e, também, a criação da Faculdade de Odontologia de Uberlândia.
Abstract: This present project is an interpretation of the presentations and social practices around the genesis of the Uberlândia´s Odontology Faculty, introduced in the field of Education History, specifically approaching the History of Educational Institutions. It has as a general objective, to aprehend the practices and the social representations, as well as apropriation constituted during the first times of Odontology School in Uberlândia (1966-1978). In an specific form, the contextual characteristics were interpreted according to the introduction of the School, analysing its structures, the relationship between the School and the community, the meanings and the practices done by the agents of Odontology School. The period that was used in this resource begins at 1966, year when the Odontology School was legally created, until 1978, year in what it constituted its federalization, together with the other courses at the Federal University, joining the Uberlândia´s Federal University. As far as is concerns to the researches sources, the priority was the ones which consisted in the archives of the Odontology School. Had been also used oral sources and bibliographies to the History of the Education, the History of the Pertaining to school Institutions and the ones that deal with the context of the Military dictatorship, where the cut period had been inserted. The proposed methodology refered to a guided interpretation: a) for the appropriation concepts, social practical representations brought by Roger Chartier, b) by the multidimensionality brought by the interdisciplinary of the interpretative modality indicated by Justino Magalhães, c) by the valuation of the regional and local singularities and specifities in the organization suggested by Ester Buffa and Paolo Nosella, d) by the use of the Oral History as a rich tecnique of the nowadays historiography.With the use of these new paradigms as theoretical-methodological referencials, the new historiography, characterized by a new renovation in the epistmological and hermeneutical situations, it had originated a widening of the problematics in Education History, also due to thematic inovations which increased the ways of questioning, investigating, aprehending and interpreting the diversity of historical contexts, creating a possibility of studying the genesis of the Uberlândia´s Odontology Faculty. The story of creation of the Uberlândia´s Odontology Faculty had been investigated, guided by this new historiography and being practised by great part of the historians who belong to the group of History and Historiography universities.It was possible to allow to the agents that participate of the construction process of the Uberlândia´s Odontology School identify and see themselves as historical subjects in the constitution of this Educational Institution in Uberlândia. The result of this text indicates that the genesis of the Uberlândia´s Odontology Faculty is inserted in a proper moment of Brazil´s History, precisely, in the conjuntural period in which the monopolist capitalism had already been definately set in the country and, under the overpower of the Military Government, that used repression strategies and co-optation of social categories, in the attempt of keeping itself in command. According to the politics adopted by the Military, expansion and interiorization practices had appeared in High School Education in Brazil, and also the creation of the Uberlândia´s Odontology Faculty.
Keywords: Educação
Odontologia e história
Education. Odontology and history
Universidade Federal de Uberlândia. Faculdade de Odontologia - História
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Educação
Citation: PEREIRA, Wander. As representações e práticas sociais acerca da gênese da Faculdade de Odontologia de Uberlândia (1966-1978). 2006. 287 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2006.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13943
Issue Date: 19-Jul-2006
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
WPereira1DISSPRT.pdf1.31 MBAdobe PDFView/Open
WPereira2DISSPRT.pdf3.36 MBAdobe PDFView/Open
WPereira3DISSPRT.pdf2.1 MBAdobe PDFView/Open
WPereira4DISSPRT.pdf1.87 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.