Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13905
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Apropriação do discurso científico por professores de ciências e a transposição didática em sala de aula
metadata.dc.creator: Furquim, Mara Silvia Pereira
metadata.dc.contributor.advisor1: Jacobucci, Daniela Franco Carvalho
metadata.dc.contributor.referee1: Guimarães, Iara Vieira
metadata.dc.contributor.referee2: Augusto, Thaís Gimenez da Silva
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho discute o modo de apropriação do discurso científico pelos professores de Ciências e a forma como fazem a transposição didática desse discurso em sala de aula. Para tanto foram investigadas quinze escolas e vinte e oito professores de Ciências da rede pública estadual da cidade de Araguari. Dos vinte e oito professores, três foram selecionados para serem entrevistados e para terem suas aulas observadas. A escola é um dos espaços formais do discurso científico e o professor permite e potencializa que esse discurso, escolarizado, aconteça. É ele que vai mediar os conteúdos apropriados pelos estudantes e por ele mesmo, vindos de múltiplas fontes, e fazer a transposição desse conhecimento, de forma didática, em suas aulas. Dessa forma, percebemos a importância do saber científico-cultural mobilizado pelo professor, como cidadão que é, para compor seu papel social. A proposta deste trabalho foi desenvolver uma investigação que proporcionasse uma análise de como os professores de Ciências das escolas da rede pública estadual de Araguari-MG se apropriam do discurso científico e como fazem a transposição didática desse discurso em sala de aula com seus alunos. Destacamos como problemáticas as seguintes questões: Qual o perfil profissional e social dos professores de Ciências? Em que processos formadores os professores constroem seus saberes e conhecimentos, seus valores e cultura para compor seu discurso científico? Como vinculam o cotidiano da escola, o currículo, e a prática escolar às informações divulgadas pela mídia sobre a ciência e tecnologias? Para coletar os dados, utilizamos como instrumentos questionários, entrevistas e observação de situações de sala de aula. A análise das informações levantadas nesse estudo permitiram constatar que os professores se apropriam do discurso científico de diferentes maneiras quanto à diversidade, intensidade e qualidade de fontes. E a socialização desses conhecimentos na transposição didática é conduzida pelo livro didático.
Abstract: This paper discusses the appropriation of scientific discourse by science teachers and how they do the didactic transposition of the scientific knowledge in the classroom. Therefore, we investigated fifteen schools and twenty eight science teachers from public schools in the city of Araguari Minas Gerais - Brazil. Three science teachers were selected to be interviewed and to have their classes observed. The school is one of the formal spaces of the scientific discourse and the teacher is who enables that speech schooled happens. The teachers mediate the appropriate content for students and for themselves, coming from multiple sources, and make the implementation of this knowledge, didactically, in their classes. Thus, we realize the importance of scientific-cultural mobilized by the teacher, as a citizen that is, to compose their social role. The purpose of this study was to develop an investigation that would provide an analysis of how science teachers from public schools appropriating scientific discourse and how to make the didactic transposition of this discourse in the classroom with their students. We highlight how problematic the following questions: What is the profile of the professional and social science teachers? In forming processes that teachers build their knowledge and skills, values and culture to compose his scientific discourse? How to bind the routine of school, curriculum, and school practice of information disclosed by the media about science and technology? To collect data, we used as instruments questionnaires, interviews and observation of classroom situations. The analysis of the information gathered in this study showed evidence that teachers take ownership of scientific discourse in different ways on diversity, intensity and quality of sources. And the socialization of this knowledge in didactic transposition is driven by science textbook.
Keywords: Divulgação científica
Discurso científico
Transposição didática
Formação de professores
Science communication
Scientific discourse
Didactic transposition
Teacher formation
Ciências - Estudo e ensino
Professores de ciência
Prática de ensino
Didática
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Educação
Citation: FURQUIM, Mara Silvia Pereira. Apropriação do discurso científico por professores de ciências e a transposição didática em sala de aula. 2013. 193 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13905
Issue Date: 19-Dec-2013
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARASILVIA.pdf1.93 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.