Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13902
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Biotecnologia e cidadania: características e reelaboração discursiva dos textos informativos científicos
metadata.dc.creator: Araújo, Mariselena Martins Silva de
metadata.dc.contributor.advisor1: Jacobucci, Daniela Franco Carvalho
metadata.dc.contributor.referee1: Arena, Adriana Pastorello Buim
metadata.dc.contributor.referee2: Fernandes, Hylio Laganá
metadata.dc.description.resumo: A construção da cidadania tem sido uma preocupação vigente nos documentos oficiais que se referem ao Ensino de Ciências. Este tipo de formação, enfatizada pela abordagem Ciência, Tecnologia e Sociedade (CT&S), envolve um conhecimento tanto das benesses quanto das implicações sociais e ambientais que os avanços científicos e tecnológicos acabam por produzir na vida das pessoas. Neste trabalho optou-se pela temática Biotecnologia na tentativa de se analisar o processo de reelaboração discursiva com a inserção de textos informativos científicos nos livros didáticos de Ciências. Para tanto, foi realizado um estudo documental de três livros, melhores indicados pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) de 2011 dentre os melhores livros de Ciências, objetivando-se o estudo de suas características em termos composicionais, de estilo e conteúdo temático, bem como as reelaborações discursivas por que passam estes aspectos ao serem inseridos nos livros didáticos. Especialmente no tocante ao conteúdo temático, foi identificada a presença e/ou ausência de uma abordagem Ciência, Tecnologia e Sociedade (CT&S) que corroborasse para a construção da cidadania. O estudo revelou que os textos informativos científicos originais buscam, por meio do diálogo e argumentações de seus interlocutores, uma maior aproximação do seu leitor frente aos avanços da pesquisa em Biotecnologia quando comparados aos textos informativos científicos inseridos nos livros didáticos, os quais, na sua grande maioria, apresentam-se de forma sintética e se restringem ao repasse de informações sem proporem uma reflexão mais crítica dos aspectos sociais, políticos e econômicos envolvidos nos avanços científicos. Percebe-se, portanto, que os textos informativos científicos originais contribuem de forma mais significativa para a construção da cidadania do que os textos informativos científicos inseridos nos livros didáticos de Ciências.
Abstract: The building of citizenship and the formation of collective citizens have become a major concern in the official documents of Science Education in Brazil. Singled out as an overriding principle nowadays and emphasized by the Science, Technology, and Society field (STS), this kind of approach requires, however, that scientific knowledge must be endowed with a closer examination of either the benefits or the social and environment implications involved. In order to analyze the discursive reworking of the scientific information texts in Science textbooks, this work has opted for Biotechnology as a major theme. In this sense, a documental study was carried out on three top books, all approved and nominated by the National Textbook Program (PNLD) in 2011. Aiming to shed light on these books characteristics in compositional, stylistic and thematic terms, we especially examine the discursive reworking process of all these aspects particularly as they are inserted into textbooks. With regard to the thematic content of them, the presence and/or absence of some STS approach substantiating the building of citizenship was identified. Through a comparative view, this study also found that, by means of a dialogic approach based on the idea of interlocution, the original scientific information texts seek to enable readers to think over and more closely keep up with the current progress in Biotechnology researches, while those inset texts are rekindled to the point of featuring driven, excerpted information which is supposed to be reliable but in most ways is only designed to be received without critique. It is clear, therefore, that original scientific information texts contribute to the building of citizenship much more relevantly than when they are rekindled to fit in the Science textbooks.
Keywords: Biotecnologia
Cidadania
Textos informativos científicos
Biotechnology
Citizenship
Scientific information texts
Science textbooks
Ciência Estudo e ensino
Biotecnologia Estudo e ensino
Cidadania Estudo e ensino
Livros didáticos
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Educação
Citation: ARAÚJO, Mariselena M. S.. Biotecnologia e cidadania: características e reelaboração discursiva dos textos informativos científicos. 2012. 130 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13902
Issue Date: 14-Dec-2012
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
p1.pdf5.13 MBAdobe PDFView/Open
p2.pdf4.85 MBAdobe PDFView/Open
p3.pdf5.03 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.