Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13885
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Grupo escolar em Minas Gerais: análise da legislação na Primeira República (1906 1924)
metadata.dc.creator: Oliveira, Sandra Maria de
metadata.dc.contributor.advisor1: Ribeiro, Betania de Oliveira Laterza
metadata.dc.contributor.referee1: Carvalho, Luciana Beatriz de Oliveira Bar de
metadata.dc.contributor.referee2: Araujo, Jose Carlos Souza
metadata.dc.description.resumo: Esta investigação está ancorada no âmbito da pesquisa em História da Educação, mais especificamente, no campo da Legislação Educacional Decretos, Leis e Regulamentos. Nesta pesquisa foram analisados a Legislação Educacional (1906 a 1924), procurando conhecer as mudanças e transformações que aconteceram nos grupos escolares de Minas Gerais. No procedimento metodológico foram utilizadas uma Pesquisa Bibliográfica e uma Documental do estudo da Legislação Federal e Mineira referente a Decretos, Leis e Regulamentos, bem como algumas mensagens dos presidentes do Estado de Minas Gerais. Os grupos Escolares surgiram no interior do Projeto Político Republicano de Reforma Social e de Difusão da Cultura Popular, em 1892, em São Paulo. Em Minas Gerais, para a implantação do grupo escolar, houve intensos debates na Assembleia Legislativa (1893-1906) sobre a precariedade e a pobreza das escolas mineiras, falta de preparo do professor, tendo como consequência o analfabetismo. Pelas influências deste Estado, na política da República brasileira, podese desenvolver uma economia próspera, garantindo aos mineiros um conhecimento escolarizado. Assim, em 1906, no governo João Pinheiro, que implanta-se a Lei nº 439, que dispunha sobre a Reforma do Ensino Primário, Normal e Superior do estado de Minas. Para isto, foram adotadas medidas adequadas e eficazes para obrigatoriedade da instrução primária. A partir dessa Lei, houve a regulamentação por meio do Decreto n. 1960 (1906), propondo diretrizes para o funcionamento do grupo escolar e as categorias de classe dos funcionários (diretor, inspetor e professor) com seus respectivos papeis dentro do contexto da escola pública mineira. Neste sentido, o regulamento mineiro, aponta as atribuições do inspetor como representante do governo, uma autoridade que fiscalizava e inspecionava o ensino, a fim de fazer cumprir as normas estabelecidas pelo estado. Ao diretor, o cargo de prestígio perante a sociedade local, cabia a função de mediador entre a escola e o governo estadual, respondendo pelos problemas e pelas questões internas do grupo escolar. O professor era o responsável pela adaptação do aluno às mudanças, representando um vínculo social entre família e escola, transmitindo conhecimentos, valores morais e culturais. O aluno, no processo civilizatório da sociedade republicana deveria adquirir: bons costumes, higiene e saúde, valores morais, tornando-se um cidadão responsável pela nova ordem, em respeito às normas e da sociedade. Por meio da análise da legislação, pode-se concluir que foram várias as mudanças nas atribuições dos profissionais da escola no período selecionado para esta pesquisa, bem como alteração na hierarquização e burocratização do ensino. Assim, a Legislação Educacional serviu ao empenho de uma República que via a educação como um processo e produto na formação de um indivíduo socializado, responsável pela nova ordem, respeitando as normas e trabalhando para o crescimento do país.
Abstract: This study is anchored in the History of Education research, specifically in Educational Legislation field of Decrees, Laws and Regulations. Educational Legislation (1906- 1924) was analyzed, in search of changes and transformations related to Minas Gerais school groups. Methodological procedure comprised Bibliographical Research and Documentation studies regarding Decrees, Laws and Regulations of Federal and State of Minas Gerais Legislations, as well as some messages from State of Minas Gerais presidents. School groups have emerged in 1892, in São Paulo, within the Republican Political Project of Social Reform and Diffusion of Popular Culture. In Minas Gerais, for school group implementation, there were intense debates in Legislative Assembly (1893-1906) on the scarcity and poverty of mining schools, lack of teacher preparation, resulting in illiteracy. Brazilian Republic political was influenced by this State, and can develop a thriving economy, ensuring Minas Gerais residents a schooled knowledge. Thus, in 1906, during João Pinheiro s government, Law nº 439 was implemented and the object of this was the Minas Gerais State Reform of Primary, Normal, and Higher Education. For this, appropriate and effective measures were adopted for compulsory primary education. This Law was regulated by Decree n. 1960 (1906), which proposed guidelines for school group functioning and class categories of workers (director, inspector and teacher) with their respective roles inside the mining public school. In this sense, the miner regulation, pointed out inspector duties as a government representative, an authority that oversaw and inspected teaching in order to enforce the standards set by the State. For the director, a prestige position in local society belong the role of mediator between school and state government, responding to problems and internal constraints of school group. Teachers were responsible to adapt student for changes, representing a social relationship between family and school, and to transmit knowledge, moral and cultural values. Students in the civilizing process of republican society should get: good manners, hygiene and health, and moral values to become a responsible citizen by the new order, according to the requirements and society. Through legislation analysis, we can conclude that there were several changes in duties of school professionals, in the period selected for this research, as well as changes in education hierarchy and bureaucratization. Therefore, the Educational Legislation served to efforts of a Republic who saw education as a process and a product in the development of a socialized individual, responsible for the new order, respecting the rules and working for the country\'s growth.
Keywords: Legislação educacional
Grupo escolar
Primeira república
Educational legislation
School group
First republic period
Educação - Minas Gerais - História
Educação e estado - Minas Gerais
Ensino - Legislação - Brasil
Educação - Brasil - História - 1906-1924
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Educação
Citation: OLIVEIRA, Sandra Maria de. Grupo escolar em Minas Gerais: análise da legislação na Primeira República (1906 1924). 2012. 157 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13885
Issue Date: 10-Aug-2012
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
d.pdf1.25 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.