Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13884
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Significado da formação docente e os sentidos atribuídos em pesquisas de intervenção: um estudo das teses e dissertações defendidas na região Centro-Oeste
metadata.dc.creator: Gimenes, Oliria Mendes
metadata.dc.contributor.advisor1: Longarezi, Andréa Maturano
metadata.dc.contributor.referee1: Prada, Luis Eduardo Alvarado
metadata.dc.contributor.referee2: Arena, Adriana Pastorello Buim
metadata.dc.description.resumo: A formação de professores tem sido objeto de interesse de várias pesquisas de intervenção que vêm sendo desenvolvidas em nível de mestrado e doutorado. Essas pesquisas intervêm nos contextos, propondo processos formativos a partir de diferentes abordagens (concepções e práticas) de formação de professores. Esses estudos, em tese, se apoiam nessas perspectivas teóricas (que possuem uma significação definida socialmente) e as convertem em práticas de formação (que expressam os sentidos atribuídos pelos pesquisadores no processo de apropriação das abordagens sobre formação docente). Sob essa premissa, a presente pesquisa teve como objetivo geral apreender o significado social das produções teóricas sobre formação de professores e o sentido pessoal atribuído e objetivado no contexto das teses e dissertações que desenvolveram pesquisas de intervenção nos Programas de Pós-Graduação em Educação (PPGEDs) na região centro-oeste, de 1999 a 2008. Optou-se por uma metodologia de pesquisa qualitativa mediante uma abordagem dialética na análise dos dados, sendo que foram adotados dois procedimentos metodológicos: um para coleta e tratamento de dados e outro para a análise. No primeiro utilizou-se o software Wordsmith Tools, apropriado da Linguística de Corpus como um recurso tecnológico, que foi empregado para a categorização informatizada. No segundo, foram tomados como unidades de significação, os clusters, relativos às perspectivas de formação, analisados sob a ótica da Teoria Histórico-Cultural, especificamente, a categoria significado e sentido. De posse dos dados sistematizados, a análise empreendida retrata as apropriações e objetivações dos processos formativos presentes nas pesquisas analisadas, a partir da análise dos clusters referentes às perspectivas de formação de professores, aos teóricos utilizados e às práticas formativas propostas pelos autores das pesquisas. A pesquisa levantou dados que permitiram observar que a coincidência ou não entre o que foi apropriado culturalmente pelos pesquisadores formadores de professores (significado) e as práticas formativas propostas por eles nas pesquisas (sentido) revela, a concepção do pesquisador e seu processo formativo, pois se apropriou do significado e a ele atribuiu sentido. Apreendeu-se, portanto, discrepâncias entre o significado e o sentido, evidenciando, nesses casos, distanciamento entre o socialmente construído e o pessoalmente atribuído. Assim, conclui-se que o pesquisador, durante o processo de significação, esteve exposto a situações que o fizeram apropriar-se, às vezes de forma equivocada, ou ainda de maneira absolutamente contrária ao fixado na significação, suscitando da mesma forma, atribuições de sentidos que não correspondem a esse significado, condição propícia para a alienação tanto do pesquisador-formador, quanto do professor em processo de formação. Desse modo, a aprendizagem da docência desencadeada por processos de formação de professores está, pois, atrelada às qualidades dos instrumentos e signos que medeiam os processos formativos vividos, depende dos conteúdos, meios e métodos propostos. Em última análise os processos mediacionais são definidores da apropriação do significado social e da atribuição de sentido constituída nos processos de formação e prática docente, passíveis de humanizar o professor e o formador ou, ao contrário, de aliená-los.
Abstract: Teachers education has been the object of interest of several intervention researches being carried out at Masters Levels and doctoral degrees. Those researches have proposed formation processes from different approaches (concepts and practices) in teachers training. These studies, in theory, rely on these theoretical perspectives (which have a social definite meaning) and convert them into practical training (which express the meanings attributed by the researchers approaching teachers education). Under this premise, this study aimed to understand the social significance of academic researches on teachers education and the personal sense given in the context of theses and dissertations that have developed intervention research in Post-Graduate Education Programs in the Midwest, from 1999 to 2008. We opted for a qualitative research methodology through a dialectical approach in data analysis, being adopted two methodological procedures: one for the collection and data processing and the other for analysis. At first we used the Wordsmith Tools software, from Corpus Linguistics as a technological resource that was used for computer categorization. In the second, clusters were taken as units of meaning, relating to the prospects of training, and analyzed from the perspective of the Historic-Cultural Theory, specifically, the category meaning and sense. According to the systematized data, the analysis has portrayed the approaches and objectifications of the formative processes present in the studies analyzed, from the analysis of clusters relating the prospects for teachers education, the authors, and the practical training proposed by the researches authors. The survey collected data that allowed us to observe that the (non)coincidence between what is culturally approached by researchers who are teachers trainers (meaning) and the training practices proposed by them in the polls (sense) reveals the conception of the researcher and his training process, once he has approached meaning and sense, indicating in these cases, differences between the socially constructed and what is personally assigned. Thus, we conclude that during the process of signification the researcher has been exposed to situations that have made him approach sometimes wrongly or contrary to the meaning set in, raising the same way senses that do not correspond to that meaning, a condition favorable for alienation of both the researcher-trainer and the teacher in the training process. Thus, teaching learning triggered by teacher s training processes is therefore tied to the quality of tools and signs that mediate the formation processes experienced. It depends on the content, means and methods proposed. Ultimately mediational processes are defining the ownership of the social meaning and the attribution of meaning constituted in the training processes and teaching practice, which can humanize the teacher or trainer, or alienate them.
Keywords: Significado e sentido
Formação de professores
Teoria histórico-cultural
Linguística de Corpus
Meaning and sense
Teachers education
Historic-cultural theory
Corpus linguistics
Wordsmith tools
Professores - Formação
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Educação
Citation: GIMENES, Oliria Mendes. Significado da formação docente e os sentidos atribuídos em pesquisas de intervenção: um estudo das teses e dissertações defendidas na região Centro-Oeste. 2012. 255 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13884
Issue Date: 28-Jun-2012
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
d.pdf3.56 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.