Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13869
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Conhecimentos de astronomia presentes na estrutura dos argumentos de estudantes revelados a partir do trabalho com história problematizadora
metadata.dc.creator: Gomide, Hanny Angeles
metadata.dc.contributor.advisor1: Longhini, Marcos Daniel
metadata.dc.contributor.referee1: Jacobucci, Daniela Franco Carvalho
metadata.dc.contributor.referee2: Langhi, Rodolfo
metadata.dc.description.resumo: A presente pesquisa, pautada em uma abordagem qualitativa, apresenta e analisa resultados a respeito de como um grupo de 26 alunos do ensino fundamental empregam conhecimentos de Astronomia na forma de argumentos no decorrer da implementação de uma proposta de ensino, intitulada de História Problematizadora (HP). Para tal, procuramos responder ao seguinte questionamento: quais os conhecimentos de Astronomia que estão presentes na estrutura do argumento dos alunos quando participam de uma proposta de ensino denominada de História Problematizadora?. Trabalhamos com a HP denominada: Uma viagem luminosa às sombras, que trata da forma da Terra por meio do estudo das sombras. A HP apoia-se em pressupostos do trabalho investigativo, tendo como uma de suas características o envolvimento ativo do aluno no processo de aprendizagem. Ela é composta por um texto de ficção, vivido por personagens imaginários, que conduz o aluno a desvendar um problema, relacionado com o tema. Sua solução é buscada a partir de atividades em grupo, fomentadas por materiais que atuam como apoio, fornecendo subsídios para que os estudantes, ao manipulá-los, levantem hipóteses, socializem-nas e construam seus argumentos. A sequência didática abordada na HP contempla atividades que envolvem leitura da história, interpretação, socialização, relação com fatos cotidianos, resolução de problemas, manipulação de materiais, produção escrita dos relatos e sistematização dos resultados. Os estudantes, ao participarem da atividade, apresentam suas ideias na forma de argumentos, os quais podem haver semelhanças com o modelo proposto por Toulmin, a partir do qual analisamos os dados e identificamos os conhecimentos de Astronomia que emergiram. Os instrumentos de coleta dos dados foram as gravações em vídeos das falas dos alunos, os registros escritos e os indicativos não verbais, que compreendem atitudes, gestos e ações que os estudantes apresentaram durante a implementação da proposta. Os resultados revelaram que o trabalho com a HP propiciou interação entre os pares, favoreceu a exposição dos conhecimentos dos alunos acerca do tema proposto. Quando analisado conforme a estrutura do argumento segundo Toulmin, apresentam elementos básicos, como dados, justificativas e conclusões. Quanto aos conhecimentos divulgados, a pesquisa mostrou que os alunos buscam formas de encontrar respostas ao problema exposto na história e empregam modelos explicativos que pautam em concepções de Terra plana e estática, com o Sol girando em torno dela. Tais dados, além de revelarem como as concepções dos alunos são resistentes à mudança, também mostram a dificuldade em se abordar a forma de nosso planeta a partir do estudo das sombras. No que se refere à HP, percebemos que os alunos se mantêm presos aos dados da história, buscando adequar suas concepções ao proposto pela história ou até mesmo manipulando os materiais para corroborarem as informações trazidas por ela. Apesar de o trabalho com a história problematizadora ter se revelado como uma possibilidade de envolvimento ativo do aprendiz no processo de aprendizagem, implicações futuras nos conduzem a pensar que a elaboração de novas histórias deva trazer em seu enredo elementos que ofereçam diferentes pontos de vista, para incentivar ainda mais o debate a partir de concepções diversas.
Abstract: This research, based on a qualitative approach, presents and analyzes results about how a group of 26 elementary school students employ knowledge of astronomy in the form of arguments over the implementation of an education proposal, titled History problematizing (HP). To this end, we seek to answer the following question: what knowledge of astronomy that are present in the structure of the argument of the students when they participate in a teaching problem-called history. We work with HP called: A Journey to the luminous shadows, which deals with the shape of the Earth through the study of the shadows. HP relies on assumptions of investigative work, having as one of its features with active involvement of students in the learning process. It consists of a piece of fiction, played by imaginary characters, who leads the student to solve a problem related to the topic. Its solution is sought from group activities, fueled by materials that act as support, providing support for students, to manipulate them, raise hypotheses, socialize them and build their arguments. The didactic sequence addressed in HP includes activities that involve reading of history, interpretation, socialization, relationship with everyday events, problem solving, materials handling, production of written reports and systematization of the results. Students participate in the activity, present their ideas in the form of arguments, which may be similarities with the model proposed by Toulmin, from which we analyzed the data and identify the knowledge of astronomy that have emerged. The data collection instruments were recorded videos of the speeches of the students, the written records and nonverbal indicators, which include attitudes, gestures and actions that students had during the implementation of the proposal. The results revealed that work with HP provided interaction among peers, favored the exposure of students' knowledge about the theme. When analyzed according to the argument structure of Toulmin, have basics such as data, explanations and conclusions. As for the knowledge disseminated, research has shown that students look for ways to find answers to the problem exposed in the story and employ explanatory models that guide in conceptions of the earth flat and static, with the sun revolving around it. These data, and show how students' conceptions are resistant to change, also show the difficulty in addressing the shape of our planet from the study of the shadows. With respect to HP, we realize that students remain stuck to the data of history, seeking to adapt their designs to the one proposed by history or even manipulating materials to corroborate the information brought by it. While working with the story have proved problematical as a possibility of active involvement of learners in the learning process, implications for the future lead us to think that the development of new stories should bring in its plot elements that offer different points of view, encourage further discussion from diverse conceptions.
Keywords: Astronomia - Estudo e ensino
Ensino de astronomia
História problematizadora
Argumentos
Concepções de alunos
Teaching of astronomy
History problematical
Arguments
Conceptions of students
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Educação
Citation: GOMIDE, Hanny Angeles. Conhecimentos de astronomia presentes na estrutura dos argumentos de estudantes revelados a partir do trabalho com história problematizadora. 2012. 179 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13869
Issue Date: 2-Feb-2012
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
d.pdf2.89 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.