Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13842
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Gestão escolar democrática: discursos de transformação ou conservação?
metadata.dc.creator: Shimamoto, Simone Vieira de Melo
metadata.dc.contributor.advisor1: Lima, Antonio Bosco de
metadata.dc.contributor.referee1: Oliveira, Guilherme Saramago de
metadata.dc.contributor.referee2: Lima, Paulo Gomes
metadata.dc.description.resumo: Esta dissertação é resultado de pesquisa realizada durante os anos de 2009/2010, no curso de Mestrado, Linha de Políticas e Gestão em Educação, do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Uberlândia. Problematiza questões concernentes a Políticas Públicas e Gestão Escolar, tendo como foco a práxis da gestão escolar democrática (GED) no Brasil, analisando como esta tem se constituído a partir dos anos de 1980. Para o desenvolvimento do trabalho definimos como imprescindível explanar uma concepção de GED que tivesse como elementos essenciais as categorias descentralização, participação e autonomia, consideradas em seu conjunto como bases definidoras de um modelo de gestão. As teses que estruturam esta dissertação partem de duas questões que conduzem o trabalho: existiriam hoje, substancialmente estruturados, fios teóricos que fundamentassem as condições concretas e as possibilidades de materialização de uma política educacional escolar com raiz democrática? Como, no modelo societal instalado, se concebe a GED, considerando-se as matrizes conceituais e as políticas educacionais desenvolvidas? Com vias a uma síntese possível, metodologicamente, desenvolvemos uma pesquisa bibliográfica, subsidiados por uma análise crítica investigativa com perspectiva dialética, vislumbrando o objeto em sua contextualização histórica, política e social, portanto, em sua concretude na e pela práxis. Compreendemos que a GED constitui-se dinâmica e historicamente, inserida num contexto complexo em que questões microestruturais são tecidas junto às orientações macroestruturais. Exercitamos um movimento de tese/antítese/síntese com vias a aprimorar nossas reflexões e definir canais lógicos que nos permitam aprimorar nossas reflexões e conhecimentos. Os resultados deste estudo demonstram-nos, no contexto investigado, que não há possibilidade de constituição da GED, posto que de fato o que se efetiva são os modelos participacionistas conciliadores para manutenção de um padrão autocrático de administração, focado em moldes tayloristas, tecido em fios neoliberais que têm no individualismo, gerencialismo e competitividade sua estrutura de funcionamento e concretude.
Abstract: This dissertation is the result of research accomplished during the year 2009/2010, in the Master course, Line of Policy and Management in Education, from the Graduate Program in Education at the Federal University of Uberlândia. It raises issues about the Public Policy and School Management, focusing on the praxis of Democratic School Management in Brazil, analyzing how it has been formed from the year 1980. To the development of the work we have defined as essential to explain a concept about Democratic School Management that has as essential elements decentralization, participation and autonomy, which are considered together as bases for defining a management model. The theses that structure this dissertation are based on two questions that drive the work: do exist today, substantially structure, theoretical models that substantiate the actual conditions and the possibilities of materialization of an educational school policy with rooted democratic? How, in the societal model installed, the Democratic School Management is designed, considering the conceptual matrices and the educational policy developed? With a possible synthesis way, methodologically, we have developed a bibliographic research, subsidized by a critical and investigative analysis with dialectical perspective, viewing the object in its historical, policy and social contextualization, therefore, in its concreteness in and for praxis. We understand that the Democratic School Management is dynamic and historically inserted in a complex context in which microstructural issues are composed with macrostructural guidelines. We exercise a movement of thesis / antithesis / synthesis movement as ways to improve our reflection and define logical ways that allow us improve our reflection and knowledge. The results of this study show us, in the context investigated, that there is no possibility of formation of the Democratic School Management, since that, the conciliator participacionist model to maintain an autocratic pattern of administration, focused on Taylorist models, constructed in neoliberal models that have in the individualism, managerialism and competitive its operating structure and concreteness, are, actually, effective.
Keywords: Gestão escolar democrática
Participação
Autonomia
Democratic school management
Participation
Autonomy
Educação e Estado - Brasil
Escolas - Organização e administração
Autonomia escolar
Escolas Descentralização
Democratização da educação
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Educação
Citation: SHIMAMOTO, Simone Vieira de Melo. Gestão escolar democrática: discursos de transformação ou conservação?. 2011. 156 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2011.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13842
Issue Date: 18-Feb-2011
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diss Simone.pdf963.99 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.