Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13775
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Política pública de inclusão escolar no Estado do Paraná: e sua implementação no município de Cascável-PR
metadata.dc.creator: Ogura, Anália Fiorini
metadata.dc.contributor.advisor1: Carmo, Apolônio Abadio do
metadata.dc.contributor.referee1: Rodrigues, Marilúcia de Menezes
metadata.dc.contributor.referee2: Schulz, Almiro
metadata.dc.description.resumo: Este estudo teve como propósito saber como tem sido implementada a política educacional de Inclusão Escolar no Estado do Paraná. Mais especificamente buscou identificar as concepções que os professores do ensino regular do município de Cascavel/Paraná possuem sobre a inclusão escolar, e comparar com a concepção veiculada nos documentos de políticas públicas do Estado do Paraná. Para tanto, investigamos os professores das redes municipal e estadual do município de Cascavel e utilizamos como instrumento de coleta de dados um questionário misto. No primeiro capítulo, discutimos as políticas públicas brasileiras voltadas para a Inclusão Escolar, tendo por base a literatura e legislação vigente sobre o movimento denominado escola inclusiva. Explicitamos que a inclusão escolar está atrelada à adaptação de uma estrutura física, do currículo, e da capacitação docente. No segundo capítulo, analisamos a implementação no município de Cascavel, nos últimos cincos anos, das políticas de Inclusão oriundas do Estado do Paraná. Discutimos e analisamos, ainda, o documento preliminar Proposta de Inclusão Escolar do Paraná gerado a partir de diferentes encontros científicos. Ficou evidenciado que o Estado do Paraná vem se mobilizando para a efetivação das políticas educacionais inclusivas rumo a uma educação mais justa, pública e democrática e que, de fato, assegure ao máximo a socialização do saber escolar como um instrumento cultural indispensável para o educando agir na prática social. No terceiro capítulo, apresentamos os resultados da pesquisa. Esses resultados mostram que: quanto à formação dos professores, 55% possuem curso superior e 45% possuem formação no magistério, oferecida no 2º grau. Quanto ao sistema de ensino em que trabalham os professores do município de Cascavel, a maioria pertence à rede municipal (47%), seguido pelo da rede estadual (35%) e (18.%) em instituições privadas. Quanto à forma de aperfeiçoamento utilizada pelo estado, município e iniciativa privada para a formação docente , ficou evidenciado, que houve uma concentração maior em palestras, seguido de seminários, fóruns e cursos. Quanto à promoção dessas atividades, o Estado, com (49%), foi quem mais promoveu encontros, seguido do município, com (25%), e a rede privada, com (16%). Quanto ao local de realização desses eventos a distribuição não foi uniforme pelo estado. Algumas regiões foram privilegiadas. São elas: Faxinal do céu (38%); Cascavel (32%); Foz do Iguaçu (11%), Londrina (6%); Curitiba (8%) e Medianeira (5%). Quanto ao esclarecimento acerca da inclusão propiciado nesses eventos, a maioria (84.5%) respondeu que não foi suficiente e justificaram isso de diversas formas. Apenas (15.5%) afirmaram que o esclarecimento foi suficiente. A respeito do tempo que a escola vem atuando com a inclusão escolar, variou entre 1 e 4 anos. Acerca dos recursos financeiros enviados pelo Estado do Paraná para a implementação da política da Inclusão escolar, 38% dos participantes afirmaram que é pouco. A concepção dominante acerca do que venha ser a inclusão escolar, 85% dos professores tem clareza do conceito de inclusão escolar, conceito esse que vai ao encontro do conceito veiculado pelo Estado do Paraná. No tocante a concepção de que o aluno portador de necessidades educativas especiais, quando inserido na escola regular, será discriminado pelos seus pares, verificamos que 56% dos professores responderam que não haverá discriminação a partir do momento que o docente souber lidar, com essa questão. Nossas análises demonstraram que a inclusão escolar exige o aprimoramento na formação dos professores para sua implementação. Além disso, a escola deve sofrer mudanças orgânicas significativas de forma a atender as exigências de uma educação voltada para a diversidade humana.
Abstract: The purpose of this study is to know about the Educational Politic of Scholar Inclusion in Paraná state that has been implemented. To identify and compare the conception that teachers from regular studies in Cascavel have about scholar inclusion, with the conception from Paraná state. In order to do that, we investigate teachers from municipal and state departments in Cascavel and we used a mixed questionnaire as an instrument to get the data. In the first chapter, we discussed the Brazilian Public Politics for Educational Scholar Inclusion process based on literatures of different conceptions about the current legislation and more specifically about the movement of scholar inclusion process. The study demonstrated the legal aspect from everyone s rights , the state duty and the aspect in which the scholar inclusion is related to the physical structure adaptation from the curriculum and teaching capacity. In the second chapter, we analyses the implementation in Cascavel, during the last 5 years, the Inclusion Politics from Paraná State. We discussed and analised the previous document Paraná s Scholar Inclusion Proposition , originated from different scientific meetings. We found out that Paraná State is working in order to accomplish the Educational Including Politics toward fair, public and democratic education. Indeed, they want to assure the socialization of educational knowledge the most, as a cultural instrument necessary to the student plays a role in the social practice. In the third chapter, we presented the results. About teacher s graduation the results showed that 55% had superior level and 45% had professorship during high school. The teaching system in which Cascavel teachers work, the majority of them belongs to municipal departments (47%, followed by the State department (35%) and private institutions (18,%). About the improvement way used by the state, municipal and private institutions to teachers graduation, it was clear that there was a large concentration of lectures, followed by seminaries, forum and courses, related to the promotion of this activities, we found out that the state (49%) was the one which promoted more meetings, followed by the municipal (36%) and the private organizations (15%). The distribution of the places by the state wasn t uniform because some regions were privileged. They are Faxinal do Céu (38%), Cascavel (32%), Foz do Iguaçu (11%), Londrina (6%), Curitiba (8%) and Medianeira (5%). To clarify about the inclusion done during these events, the majority (84,5%) answered that it wasn t enough and they justified in several ways, although (15,5%) affirmed that the clarification wasn t enough. As the state s role in the process of educational inclusion, teachers had their point of view in a clear and precise way. Concerning to time that schools are working toward the scholar inclusion varied between 1 and 4 years. According to the financial resources sent by Paraná state to the implementation of the scholar inclusion politic, they are short according to 38% of the researchers. The conception about the definition of scholar inclusion, we verified that 85% of the teachers know it, which goes to Paraná state concept. As the existence of a conception that a student who has certain special educational needs, when they are included in a regular school they will be discriminated among their peers, verifying that 56% of the teachers answered that there wasn t discrimination from the moment the teacher knows how to cope with the situation. Our analyses demonstrated that the scholar inclusion demands improvement on teacher s graduation to its implementation. Besides, the school itself has to be changed in organic significant changes to deal with demanding concerning to an education to human diversity.
Keywords: Escolas públicas - Cascavel (PR)
Educação e Estado - Cascavel (PR)
Professores - Formação - Cascavel (PR)
Educação especial - Políticas públicas - Cascavel (PR)
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Educação
Citation: OGURA, Anália Fiorini. Política pública de inclusão escolar no Estado do Paraná: e sua implementação no município de Cascável-PR. 2002. 120 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2002.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13775
Issue Date: 11-Apr-2002
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Analia.pdf267.78 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.