Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13704
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Embargado
Title: A instrução para os desfavorecidos da sorte : obrigação ao trabalho no sertão da ignorancia, MG-1889-1909
metadata.dc.creator: Vilela, Claudia Oliveira Cury
metadata.dc.contributor.advisor1: Ribeiro, Betania de Oliveira Laterza
metadata.dc.contributor.referee1: Carvalho, Luciana Beatriz de Oliveira Bar de
metadata.dc.contributor.referee2: Araujo, Jose Carlos Souza
metadata.dc.contributor.referee3: Quillici Neto, Armindo
metadata.dc.contributor.referee4: Ferreira, Nilce Vieira Campos
metadata.dc.description.resumo: A presente tese é resultado da investigação que analisou o processo de instrução destinado àqueles que, desvalidos socioeconomicamente, tornaram-se úteis à urgente promoção da economia estadual. Esta pesquisa incide, portanto, sobre o período em que desperta a República no Brasil, em 1889, quando Minas Gerais encontrava-se diante de uma difícil situação econômica que se agrava mediante a falta de mão de obra para as lavouras, sustentáculo das finanças estaduais. A pesquisa estende-se até 1909, quando o Estado organiza o Instituto João Pinheiro, cuja ambição era solucionar a situação da demanda de trabalhadores, norteando o marginalizado, o enjeitado, o jovem delinquente e o filho do proletário, transformando-os em trabalhadores. Nesse sentido, as ideias de instrução no e para o trabalho foram interpretadas à luz do contexto legislativo mineiro da época, caracterizado como o alvorecer da República brasileira e da tribuna do parlamento mineiro donde pudemos apreender que as vozes ecoavam a favor de se obrigar o desgraçado a se ocupar e produzir, atendendo às expectativas do Estado-Nação liberal capitalista. Assim, na direção das intenções político-econômicas de Minas Gerais, as quais, de certo modo, obrigaram o sujeito a se instruir para e no trabalho, é que as fontes primárias os Annaes do Congresso Mineiro foram arroladas. Além desse escopo documental, outras fontes foram relevantes: jornais, mapas, relatórios e outros documentos históricos esquadrinhados no Arquivo Público Mineiro e em outros acervos digitais, além da legislação em âmbito estadual e federal. Os modos legais propostos pelo Estado como forma de coerção da desocupação dos indivíduos, bem como os distintos loci de instrução para os desprotegidos da sorte são, nesta pesquisa, apreendidos como propostas em movimento que convergem para tendências e possibilidades de obrigar os indivíduos, de alguma forma, a manter seu status quo, uma vez que preconizavam a desigualdade de oportunidades. Para além dessas apreensões, averiguou-se que, com o declínio do Período Imperial, o Estado de Minas Gerais permaneceu fiel e confiante em suas convicções católicas, alinhando-se às fileiras do catolicismo e, na defesa dessa crença nesse momento em que o Estado-Nação, oficialmente, se proclamava laico , favoreceu as obras socioeducativas católicas, barganhando com a Igreja propriedades estaduais em troca das ações cristãs salesianas que deixaram sua marca no cenário mineiro de instrução para o miserável. O entendimento sobre a parceria com os Salesianos na produção de trabalhadores disciplinados, higiênicos e hierarquicamente submissos, para dar cobro à situação dos desamparados da sorte e minimizar a demanda estadual de operários, não foi objetivado, a priori, mas se revelou importante no avançar da investigação, conferindo, também, singularidade a esta pesquisa ao indicar que a maneira salesiana de instruir o miserável para o trabalho inspirou a organização do Instituto João Pinheiro.
Abstract: This thesis is the result of an investigation that analyzed the instruction process directed to those that, previously neglected socio-economically, became useful for the urgent promotion of state economy. This study, thus, involves the period in which the Republic of Brazil comes to existence, in 1889 when the state of Minas Gerais faced an economic hardship, worsened by the lack of labor for the crops, mainstay of state finances. The study extends to 1909, when the State organized the Instituto João Pinheiro, with the mission of solving the demand for labor, prioritizing the marginalized, the neglected, the delinquent youngster and the son of proletarian, transforming them into workers. In this perspective, the ideas of instruction at and for work were understood in the light of the state legislation context at the time, characterized as the dawn of Brazilian Republic and of the State of Minas Gerais parliament tribune where we could apprehend that the voices echoed in favor of mandating the disgraced to become occupied and productive, meeting the expectations of the liberal capitalist State-Nation. Therefore, in the direction of political-economical intentions of Minas Gerais, which, in a certain way, mandated that the individual be instructed for and at work, is that the primary sources the Annaes of the State Congress - were listed. Besides this document scope, other sources relevant were relevant: newspapers, maps, reports, and other historic documents searched at the Public Archives of the State of Minas Gerais and other digital archives, besides the state and federal laws. The legal modes proposed by the State as a coercion mode from individual idleness, as well as the distinct instruction loci for the unfortunate ones are, in this study, apprehended as moving proposals that converge to trends and possibilities of forcing individuals, in some way, to maintain their status quo, since it preconized an inequality of opportunities. Beyond these concerns, it was observed that, with the decline of the Imperial Period, the State of Minas Gerais remained faithful and confident of its catholic convictions, closing rows of Catholicism and, defending this belief in a moment in which the State-Nation, officially, proclaimed itself a lay state favored the catholic socio-educational enterprises, bargaining with the Church state properties in exchange for Salesian Christian actions that left their mark on the instruction scenario for the miserable in the state. Understanding about the partnership with the Salesian on the formation of workers that were disciplined, clean and subservient, to put an end to the problem of the unfortunate ones and minimize the state demand for labor, was not an objective, a priori, but was revealed itself as important as the investigation advanced, also conferring uniqueness to this study, indicating that the Salesian mode of instructing the unfortunate for labor the organization of Instituto João Pinheiro.
Keywords: Trabalho - Minas Gerais - 1889-1909
Trabalho - Aspectos econômicos
Trabalho - Educação - Brasil
Desprotegido da sorte
Instrução
Trabalho
Unfortunate
Instruction
Labor
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Educação
Citation: VILELA, Claudia Oliveira Cury. A instrução para os desfavorecidos da sorte : obrigação ao trabalho no sertão da ignorancia, MG-1889-1909. 2016. 248 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13704
Issue Date: 29-Jan-2016
Appears in Collections:PPGED - Doutorado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
InstrucaoDesfavorecidosSorte.pdf6.77 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.