Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13699
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: História, memória e vivências: A EJA no norte de Minas Gerais 1940-1960
metadata.dc.creator: Mello, Rita Tavares de
metadata.dc.contributor.advisor1: Santos, Sônia Maria dos
metadata.dc.contributor.referee1: Maciel, Francisca Izabel Pereira
metadata.dc.contributor.referee2: Soares, Leôncio José Gomes
metadata.dc.contributor.referee3: Quillici Neto, Armindo
metadata.dc.contributor.referee4: Lima, Sandra Cristina Fagundes de
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho tem como pressuposto apresentar a pesquisa História, Memória e Vivências: A EJA no Norte de Minas Gerais 1940-1960, cujo objetivo foi investigar a historiografia local, reconstituindo a história e memória dos saberes e práticas de sete professoras alfabetizadoras, analisando o contexto, o lugar, o espaço, suas dificuldades, problemas, resistências e, principalmente qual o significado do ofício de ser alfabetizadoras de adultos no período de 1940 a 1960. Buscou-se delimitar, inicialmente o período histórico, identificando, descrevendo e analisando os saberes e práticas mobilizadas pelas alfabetizadoras no processo ensino-aprendizagem dos adultos. Assim como os modos nos quais essas alfabetizadoras utilizavam o método didático na condução da atividade de alfabetizar, tendo em vista a necessidade de aquisição do código alfabético e do desenvolvimento das habilidades de leitura e compreensão dos textos. Além disso, procurou-se compreender como as alfabetizadoras norte-mineiras procediam na alfabetização dos adultos, considerando as dificuldades daquela realidade para o saber sobre sua profissão e sobre o saber fazer profissional. O presente estudo está situado no campo da Educação de Jovens e Adultos, onde o foco foi a história oral temática, no Norte do Estado de Minas Gerais, Brasil. O período desta pesquisa nos remete a lembranças de inúmeras imposições de normas que eram e são insalubres para os alunos, inclusive aquelas que, justificam os inúmeros preconceitos, que de alguma forma prenunciaram a derrubada de algumas barreiras sociais, o que demonstrou que essas e tantas outras promessas aos adultos no período deste estudo foram estratégias para perpetuar o poder de um grupo. Os resultados da pesquisa apontam o modo como as trajetórias dessas educadoras foram construídas, marcadas pela coibição política e pedagógica em uma época em que o sertão do Norte de Minas Gerais era considerado uma região de resistência habitual ao analfabetismo , o mais grosseiro e indisciplinado , desamparado e excluído dos benefícios, ou porque não dizer, abandonado à própria sorte em relação a diversos aspectos e, principalmente em relação à EJA. Indícios que sinalizam quanto essa área se encontra marcada pela tentativa de superação das diferentes formas de discriminação e exclusão existentes em nossa sociedade. Assim sendo a presente pesquisa nos conduziu à percepção de que as professoras alfabetizadoras pesquisadas não somente criaram alternativas de trabalho ou mesmo aprenderam com suas próprias experiências, mas, principalmente, se inscreveram em uma tradição, tentando resgatar os laços com a EJA, como tributárias, continuadoras e recriadoras de uma tradição.
Abstract: This work presupposes to present the History, Memory and Experiences research: The EJA in the North of Minas Gerais 1940-1960, which objective was to investigate the local history, retracing the history in the memory of the knowledge and practices of seven literacy teachers, analysing the context, the place, the space, their difficulties, problems, strengths, and especially the meaning of the craft as an adult literacy teacher in the period of 1940 to 1960. It sought to delimit initially the historical period, identifying, describing and analysing the knowledge and practices mobilized by the literacy teachers in the teaching-learning process of adults. As well as the ways these literacy teachers used the teaching method in the conduct of literacy activity, given the need for acquisition of the alphabetic code and the development of reading skills and comprehension of texts. In addition, it intended to understand how the US literacy teachers preceded in adult tutoring, considering the difficulties of that reality to the knowledge of their occupation and the professional know-how. This study presents itself in the field of Youth and Adult Education, where the focus was the thematic oral history in the North of Minas Gerais, Brazil. The period of this research takes us back to memories of numerous levies standards that were and are unhealthy for students, including those that justify the many prejudices that somehow foreshadowed the collapse of some social barriers, which showed that these and so many other promises to adults in the study period were strategies to perpetuate the power of a group. The results of the research show how the trajectories of these educators were built, marked by political and pedagogical restraint at a time when the wilderness of northern Minas Gerais was considered a region of \"habitual illiteracy resistance\", as \"rude and undisciplined, helpless and excluded from the benefits, or why not say, abandoned to its own fate in relation to various aspects, especially in relation to adult education. Evidence that indicates how much this area is marked by the attempt to overcome the different forms of existing discrimination and exclusion in our society. Therefore this research led us to the realization that the surveyed literacy teachers not only created job alternatives or even learned from their own experiences, but mainly enrolled themselves in a tradition, trying to rescue ties with the EJA, as tributaries, maintainers and retreaters of a tradition.
Keywords: História
Memória
Saberes e práticas
EJA no Norte de Minas Gerais
History
Memory
Knowledge and practices
EJA in the North of Minas Gerais
Educação - História
Educação de adultos - Brasil
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Educação
Citation: MELLO, Rita Tavares de. História, memória e vivências: A EJA no norte de Minas Gerais 1940-1960. 2015. 268 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13699
Issue Date: 28-Aug-2015
Appears in Collections:TESE - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
HistoriaMemoriaVivenciasEja.pdf3.72 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.