Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13691
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Docência universitária em Educação Física: ideações sobre o acadêmico e o pedagógico
metadata.dc.creator: Nunes, Sérgio Inácio
metadata.dc.contributor.advisor1: Malusá, Silvana
metadata.dc.contributor.referee1: Carvalho, Luciana Beatriz de Oliveira Bar de
metadata.dc.contributor.referee2: Lucena, Maria de Lurdes Almeida e Silva
metadata.dc.contributor.referee3: Oliveira, Guilherme Saramago de
metadata.dc.contributor.referee4: Miranda, Gilberto José
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho, localizado na Linha de Pesquisa Saberes e Práticas Educativas, aborda a temática, docência universitária em Educação Física, e tem como objetivo, identificar, analisar e compreender as ideações dos docentes universitários dos cursos de Educação Física sobre o universo acadêmico e pedagógico. Visa constatar as possíveis interfaces destes universos na qualidade da prática educativa que implementam. A tese defendida é a de que, o professor universitário da área investigada deve exercer a docência levando em consideração o universo acadêmico e pedagógico, sem se esquecer de que ambos precisam estar acompanhados da competência política. Este é um estudo de natureza descritiva e adotou a abordagem qualitativa e quantitativa para tratar metodologicamente os dados. Os sujeitos foram compostos por professores graduados em Educação Física (Licenciatura e Bacharelado), que atuam em cursos presenciais de Licenciatura em Educação Física no Brasil, e que estão lotados em Universidades Federais, Institutos Federais e Universidades Estaduais. Foi utilizado o questionário como instrumento de coleta de dados, validado através do Método Delphi. O questionário foi respondido por 234 sujeitos. A hipótese era a de que, em função da área de Educação Física ter um histórico marcado por características eminentemente práticas, haveria dificuldade por parte dos professores investigados em lidar com os dois universos, com possibilidade de que existisse maior fragilidade diante do acadêmico. O estudo não confirmou totalmente a hipótese, ou seja, o que vimos foi um perfil de professor universitário qualificado, engajado na produção científica da área e com forte preocupação com o universo pedagógico, sendo que, diante do confronto entre ambos, prevaleceu o aspecto pedagógico. Isso demonstra um avanço dos docentes investigados no sentido de superação do estereótipo de que, o professor de Educação Física seja um sujeito com baixa titulação, pouco preocupado com a produção acadêmica e com os aspectos pedagógicos. Vale destacar que em nosso ponto de vista a maior ligação com o aspecto pedagógico se deve, possivelmente, pelo fato de que 98% dos participantes cursaram Licenciatura. No que diz respeito à categoria acadêmica, uma possível presença destes docentes na pós-graduação e a pressão exercida pela CAPES, ajudam a explicar a importância atribuída a este universo. Ficou demonstrado que os professores fazem uso adequado da titulação, tendo em vista as publicações, orientações e demais atividades pertinentes às categorias analisadas. Este estudo revelou ainda, que a área de Educação Física tem, à sua disposição, um quadro de professores universitários com totais condições de contribuir com uma formação superadora do estigma de que o professor de Educação Física na escola é desleixado, que não sabe escrever e, por isso, não planeja e não tem a menor condição de possuir qualquer tipo de vínculo com a pesquisa. Isso será possível na medida em que os professores que estão no interior dos cursos de Licenciatura em Educação Física consigam, de fato, valorizar e atuar concomitantemente, tanto com a categoria acadêmica, quanto com a categoria pedagógica, agregando a estas duas categorias a competência política.
Abstract: This study is localized in the Line of Educational Research Knowledge and Practice, approaching the theme of university teaching of Physical Education and is aimed at identifying, analyzing and understanding the ideology of university professors in the faculty of Physical Education in the academic and pedagogic universe. It aims at verifying possible interfaces in these universes in the quality of educational practice which they perform. The thesis defended is that university professors in the area investigated must perform teaching keeping in mind the academic and pedagogic universe, not forgetting that both need to be accompanied by competent policies. This is a descriptive study and adopts a qualitative and quantitative approach so as to treat data methodologically. The subjects were composed of professors graduated in Physical Education (Licentiate and Bachelor), teaching in Federal Universities, Federal Institutions and State Universities. A questionnaire was used as an instrument to collect data, validated through the Delphi Method. The questionnaire was answered to by 234 people. The hypothesis was that, considering that the area of Physical Education is historically marked with eminently practical characteristics, there is could be difficulty for the professors investigated to deal with the two universes, with the possibility that there be more fragility when considering academics. The study did not confirm totally the hypothesis, better yet, what we found was a profile of university qualified professors, engaged in scientific production in the area and with strong concerns in the pedagogic universe, since in confrontation between the two, the pedagogical aspect prevails. This shows an advance in professors investigated form the point of view overcoming the stereotype that professors of Physical Education are subject of low titles, with little concern about academic production and pedagogic aspects. It is worthwhile to point out, that from our point of view, the strongest connection with the pedagogic aspect could possibly be the fact that 98% of participants were attending Licentiate courses. Regarding the academic category, a possible presence of these professors in post-grad and pressure from CAPES helps to explain the importance attributed to this universe. It was demonstrated that professors make adequate use of their titles keeping in mind publications, orientation, and other activities pertinent to the categories analyzed. This study also revealed that the area of Physical Education has at its disposal a number of university professors with total conditions to contribute to the overcoming formation of stigma that a Physical Education professor is dyslexic, does not know how to write and therefore does not plan nor have minimum conditions nor have any connection with the research. This will be possible as professors who are in the middle of the Licentiate courses of Physical Education really succeed in valorizing and acting concomitantly in both the academic and pedagogic categories. This will be possible if these people bring together the two categories and policies.
Keywords: Docência universitária
Educação Física
Acadêmico-pedagógico
University teaching
Physical Education
Academic-pedagogic
Educação Física - Estudo e ensino (superior)
Educação Física - currículos
Professores universitários
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Educação
Citation: NUNES, Sérgio Inácio. Docência universitária em Educação Física: ideações sobre o acadêmico e o pedagógico. 2014. 231 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2014.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13691
Issue Date: 2-Jun-2014
Appears in Collections:TESE - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DocenciaUniversitariaEducacaoFisica.pdf2.29 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.