Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13674
Document type: Tese
Access type: Acesso Aberto
Title: A educação sexual no Amapá: experiências e desafios docentes
Author: Pantoja, Florinaldo Carreteiro
First Advisor: Marques, Mara Rubia Alves
First member of the Committee: Carvalho, Luciana Beatriz de Oliveira Bar de
Second member of the Committee: Lucena, Maria de Lurdes Almeida e Silva
Third member of the Committee: Malusá, Silvana
Fourth member of the Committee: Bernardino Júnior, Roberto
Summary: Esse estudo retrata experiências pedagógicas do professor voltadas para a educação sexual, com ênfase nas dificuldades de implementação do tema em sala de aula, assim como da vivência no processo da transversalidade. A educação sexual é um tema complexo, que apresenta diversas variáveis que dificultam seu trabalho, entre elas a própria complexidade do tema, conceitos morais e religiosos impostos socialmente, a reduzida participação da família no processo, o descaso das instituições formadoras na inclusão e aprofundamento do tema na formação, o conteudismo que domina as salas de aula e a educação continuada insuficiente. A nossa tese defendida é que anos se passaram desde a criação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação e dos Parâmetros Curriculares Nacionais, e os professores ainda não conseguiram implementar na sua prática pedagógica os conteúdos sexuais, sendo que a principal causa seria a deficiência na formação docente, pois os poucos subsídios teóricos não permitem que professores implementem essa prática. Os objetivos foram: conhecer, registrar e compreender as concepções acerca da Educação Sexual vigentes entre os educadores de escolas públicas de ensino fundamental na cidade de Macapá/AP; destacar a formação dos professores investigados, desde a fase escolar até a profissional e relacionar com a educação sexual; investigar como se dá a atuação profissional dos professores, quais são as possíveis dificuldades com a transversalidade e interdisciplinaridade, como fazem a relação da sua disciplina com a educação sexual; compreender a participação da família no processo de educação sexual sobre o ponto de vista do professor e destacar a participação de programas de saúde no processo de educação sexual nas escolas. Estudar a educação sexual, em seus aspectos gerais, não deixa de ser um desafio no meio acadêmico. As publicações científicas têm se intensificado, por meio de pesquisadores e estudiosos da área como: Ribeiro (1990), Sayão (1997), Vitiello (2000), Altman (2001), Dourado (2002), Furlani (2003), Fazenda (2005), Nunes e Silva (2006), Louro (2008), Stearns (2010); no entanto, nas literaturas específicas sobre formação, Figueiró (2006) são uma das poucas que estudam o tema no Brasil. Este estudo trata de uma abordagem qualitativa descritiva, com a utilização da entrevista como técnica de coleta de dados. Foram 20 sujeitos investigados, sendo 18 docentes e 02 gestores dos programas de saúde. O local da pesquisa foi a cidade de Macapá no Estado do Amapá, em uma escola pública estadual considerada referência nos trabalhos de sexualidade. Como técnica de análise de dados utilizamos a análise de conteúdo de Bardin (2004). Em síntese, os resultados mostraram que a formação desses professores para a temática sexualidade foi muito superficial tanto no ensinos fundamental e médio como no profissional. Na atuação profissional, aparecem como grandes dificuldades a necessidade de trabalhar o próprio ―eu‖ sexual do professor, o despreparo técnico sobre a temática e a falta de apoio da família no processo. Sobre suas experiências, os docentes mostraram que trabalhar a temática dentro da escola traz resultados práticos como a diminuição de gravidez precoce na escola, e a falta dessa vivência com a temática é um fator que contribui para a insegurança e o descaso com o tema. Em suas concepções sobre Parâmetros Curriculares Nacionais, interdisciplinaridade e transversalidade, os dados evidenciaram um distanciamento dos professores com essas temáticas e até certo desconhecimento, pois sabem que existem, mas não conseguem defini-las. Além disso, a família aparece como uma variável importante e primordial nesse processo, devendo haver um maior diálogo e aproximação com a escola. Já sobre os programas de saúde na escola, ainda não existe essa integração entre saúde e educação proposta pelos programas, ainda não sendo uma realidade se ter profissionais de saúde dentro da escola.
Abstract: This study portrays pedagogical experiences of the teacher facing sex education, with emphasis on the difficulties of implementing the theme in the classroom, as well as the experience in the process of mainstreaming. Sex education is a complex issue that has many variables that complicate their work, among them the very complexity of the subject, moral and religious concepts socially imposed, the little family participation in the process, the neglect of the educational institutions in the inclusion and deepening of theme in training, content that dominates the classrooms and inadequate continuing education. Our argument is that years have passed the law creating the guidelines and bases of education and the national curriculum guidelines, and teachers have failed to implement in their practice teaching sexual content, and the main cause is the deficiency in teacher training, for the few theoretical data do not allow teachers to implement this practice. The objectives were to know, record, and understand the conceptions of sexual education, prevailing among public school educators, elementary school, in the city of Macapá/AP, highlight the training of teachers investigated, from school age to work and relate sex education, investigate how the performance of teachers, possible difficulties with the cross-cutting and interdisciplinarity, as do the relationship of their discipline with sex education; understand the family\'s participation in the process of sex education on the point of view teacher; highlight the participation of health programs in the process of sex education in schools. Studying sex education in its general aspects it is still a challenge in academia. Scientific publications, have intensified through researchers and scholars in the field as: Ribeiro (1990), Sayão (1997), Vitiello (2000), Altman (2001), Dourado (2002), Furlani (2003), Fazenda (2005), Nunes e Silva (2006), Louro (2008), Stearns (2010); however, the literature on specific training , Figueiró (2006 ) is one of the few who study the subject in Brazil . This study deals with a qualitative descriptive approach, using the interview as a technique for data collection, 20 subjects were investigated, 18 teachers and 02 administrators of health programs, the research was conducted in the city of Macapá /AP, in a public school in reference works of sexuality as a technique of data analysis used the content analysis of Bardin(2004). In summary the results show that the training of these teachers to the thematic sexuality was very superficial both in primary and secondary education and professional experience, professional practice , appear as major difficulties need to work the \"self\" sexual teacher , unprepared manager on the issue , and lack of family support in the process. About their experiences, show that the thematic working within the school brings practical results as reducing teen pregnancy in school, and the lack of this experience coma theme is a factor that contributes to insecurity and the neglect of the subject. In their conception of the national curriculum guidelines, interdisciplinarity and transversal, the data showed a gap of teachers with these issues and to some ignorance because they know they exist but cannot set them. The family appears as an important variable and paramount in this process, and there should be greater dialogue and approach with the school since about health programs in schools, there is no such integration between health and education programs for the proposal, although not being a reality health professionals within the school.
Keywords: Educação Sexual
Escola
Docência
Interdisciplinaridade
Sex Education
School
Teaching
Interdisciplinarity
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
Country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Institution Acronym: UFU
Department: Ciências Humanas
Program: Programa de Pós-graduação em Educação
Quote: PANTOJA, Florinaldo Carreteiro. A educação sexual no Amapá: experiências e desafios docentes. 2013. 156 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13674
Date of defense: 2-Dec-2013
Appears in Collections:TESE - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EducacaoSexualAmapa.pdf1.71 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.