Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13625
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: O estudo da história e cultura afro-brasileira no ensino fundamental: currículos, formação e prática docente
metadata.dc.creator: Silva, Gizelda Costa da
metadata.dc.contributor.advisor1: Guimarães, Selva
metadata.dc.contributor.referee1: Cicillini, Graça Aparecida
metadata.dc.contributor.referee2: Ribeiro Júnior, Florisvaldo Paulo
metadata.dc.contributor.referee3: Silva, Marcos Antonio da
metadata.dc.contributor.referee4: Zamboni, Ernesta
metadata.dc.description.resumo: Esta tese tem como objeto de investigação o estudo da História e Cultura Afro-Brasileira no ensino de História, nos anos finais do ensino fundamental, a partir da implementação da Lei Federal n.10.639/2003 e as suas implicações nos currículos, na formação e na prática docente. Questionamos se a obrigatoriedade legal do estudo representou rupturas em relação à visão eurocêntrica da história difundida no ensino fundamental. Quais as implicações da mudança legal para a disciplina História, os currículos, os saberes e as práticas docentes. Os objetivos da investigação foram: analisar a legislação federal sobre o tema e suas repercussões no ensino de História nos anos finais do ensino fundamental; discutir o lugar e o papel da disciplina História no currículo escolar e no contexto legal brasileiro; analisar a produção acadêmica sobre o tema no âmbito dos Programas de Pós-Graduação; analisar a formação dos professores de História nos cursos de licenciatura e em outros espaços em relação ao estudo da história e da cultura afro-brasileira; identificar mudanças e permanências na atuação dos professores de História após a aprovação da Legislação que obriga o estudo de História e Cultura Afro-Brasileira; investigar as implicações da obrigatoriedade do estudo da temática na construção dos saberes e das práticas docentes; e analisar a produção de material didático (livros didáticos, artigos, revistas e filmes) sobre o tema, utilizada pelos professores investigados. A metodologia aplicada teve como referência a abordagem qualitativa de pesquisa em educação. Os procedimentos foram desenvolvidos inspirados na história oral temática: entrevistas orais complementadas por outras fontes, a saber: legislação, diretrizes curriculares, documentos oficiais, livros e materiais didáticos produzidos por professores e alunos. Foram entrevistados cinco professores de História no ano de 2010, homens e mulheres, todos eles formados em licenciatura em História na UFU. Se encontravam em uma fase intermediária da carreira docente, sendo que todos atuaram antes e após a determinação legal, em realidades escolares distintas. Um deles lecionava em uma escola pública municipal, um em escola da rede estadual, outro em escola da rede federal. Dois deles trabalhavam na em escolas da rede privada, sendo uma escola laica e outra confessional. A tese está estruturada em capítulos, sendo o primeiro: A disciplina e o currículo no contexto sócio- histórico nos anos 2000 , com o objetivo de analisar a legislação existente e suas repercussões na definição de rumos do ensino de História. Também discutir o lugar da disciplina História da África nos currículos escolares do país, ressaltando a sua obrigatoriedade, a partir da aprovação da lei 10.639 e de um levantamento das teses defendidas sobre o tema no período de 2001 a 2009. O segundo: A formação do professor de história: saberes da experiência e saberes disciplinares investiga a formação do professor, tanto acadêmica quanto a formação como pessoa. Foram analisadas também as disciplinas de História da África em cursos de História de universidades brasileiras. No terceiro: Os saberes e fazeres dos professores , reflete-se sobre os saberes e práticas educativas, por meio narrativas dos professores e com a análise do material didático relacionados às questões teóricas e da sua prática profissional. E a análise do papel da escola no que diz respeito à questão racial e do preconceito. Além disso, procuramos também ouvir as sugestões, propostas e ações que consideram importantes a ser implantado para que a temática se torne uma realidade. Nas considerações finais, apresentamos os resultados da pesquisa: as permanências e mudanças, as diferenças entre as redes públicas e privadas, o papel da formação continuada do professor no ensino, a importância da gestão da escola na aplicação da Lei, a capacidade crítica e criativa dos professores para a atuação em áreas em que a formação inicial não foi possível.
Abstract: This thesis aims to research the study of History and Afro-Brazilian Culture in the teaching of history in the final years of primary education, from the implementation of the Federal Law number 10.639/2003 and its implications in the curricula, training and teaching practice. We question whether the legal obligation of the study represented breaks in relation to widespread Eurocentric view of history in elementary school. What are the implications of legal change to the discipline history, curricula, teaching practices and knowledge. The research objectives were: to analyze federal legislation on the subject and its impact on history teaching in the final years of primary education; discuss the place and role of the History in the school curriculum and the Brazilian legal context, to analyze the academic production on the issue in the Graduate Programs; analyze the formation of history teachers in undergraduate and in other spaces on the study of history and African-Brazilian culture, identify changes and continuities in the performance of teachers of History after the approval of legislation that requires the study of History and Afro-Brazilian Culture; investigate the implications of the mandatory study of themes in the construction of knowledge and teaching practices, and analyze the production of teaching materials (textbooks, articles, magazines and movies) on the topic, used by the investigated teachers. The applied methodology used as reference the qualitative approach to research in education. The developed procedures were inspired by the thematic oral history: oral interviews supplemented by other sources, namely: legislation, curriculum guidelines, official documents, books and educational materials produced by teachers and students. We interviewed five History teachers in 2010, men and women, all graduates degree in History at UFU. They were in an intermediate stage of the teaching career, and they all worked before and after the law, in different school situations. One of them taught in a public school, another one in a school in the state system and another one in a federal system school. Two of them worked in private schools, being a secular school and a confessional. The thesis is divided into chapters, the first: "The discipline and the curriculum in social and historical context in the 2000s", in order to analyze the existing legislation and its impact on the definition of directions of teaching history. We also discuss the place of the History of Africa in the curricula of the country, highlighting its necessity, from the adoption of the Act 10,639 and a collection of theses on the subject in the period 2001 to 2009. The second: "The History teacher education: experience knowledge and disciplinary knowledge" investigates teacher education, both academic training as the shaping as a person. We also evaluate the courses of History of Africa in History courses in Brazilian universities. In the third, "The knowledge and practices of the teachers", we reflect on the knowledge and educational practices through teacher narratives and analysis of teaching materials related to theoretical issues and professional practice. And the analysis of the role of schools in regard to the issue of race and prejudice. In addition, we also listen to suggestions, proposals and actions that are important to be deployed to bring the theme into reality. In closing remarks, we present the results of the survey: permanence and change, the differences between public and private schools, the role of continuing education of the teachers on the subject of Education, the importance of school management in implementing the Act, the critical and creative skills of the teachers to work in areas where the initial training was not possible.
Keywords: Ensino de história
História e cultura afro-brasileira
Formação e prática docente
Currículos
Lei 10.639/2003
History teaching
History and african-brazilian culture
Teacher training and practice
Curriculum
Act 10.639/2003
História - Estudo e ensino (fundamental)
Práticas de ensino
Professores - Formação
África - História
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Educação
Citation: SILVA, Gizelda Costa da. O estudo da história e cultura afro-brasileira no ensino fundamental: currículos, formação e prática docente. 2011. 212 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2011.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13625
Issue Date: 13-Dec-2011
Appears in Collections:TESE - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TeseGizelda.pdf3.68 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.