Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13581
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Pagamentos por serviços ambientais sob uma ótica econômico-ecológica e institucionalista : reconciliando teoria e prática
metadata.dc.creator: Simões, Marcelo Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: Andrade, Daniel Caixeta
metadata.dc.contributor.referee1: Hoff, Debora Nayar
metadata.dc.contributor.referee2: Garcia, Júnior Ruiz
metadata.dc.description.resumo: A sociedade depende de maneira direta e indireta do funcionamento dos ecossistemas. Historicamente, porém, a produção econômica tem evoluído no sentido da depleção dos recursos naturais em prol do crescimento econômico como meio de garantir maior afluência material e bem-estar dos indivíduos. Para mediar o trade-off entre expansão econômica e preservação ambiental foram desenvolvidos vários instrumentos de política ambiental, sejam eles na forma de comando e controle (regulação direta) ou de incentivos econômicos (mecanismos de mercado). Dentro desta última categoria estão os mecanismos de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), que a despeito de sua popularidade recente, estão sendo crescentemente questionados sobre a adequação de sua base teórico-conceitual vis à vis a dinâmica concreta das experiências existentes em âmbito nacional e internacional. Diante dessa problemática, esta dissertação apresenta uma pesquisa qualitativa e de estudos de caso cujo objetivo é contribuir para o debate sobre o desenvolvimento de novas abordagens conceituais capazes de conciliar teoria e prática do PSA. A discussão desenvolvida parte da hipótese de que as abordagens da Economia Ecológica e Economia Institucional são úteis e necessárias para a ampliação do conceito de PSA, uma vez que as mesmas permitem incorporar os diferentes contextos ambientais, sociais e econômicos, e buscam lidar com os efeitos de eficiência e equidade. Concluiu-se que é possível ampliar e robustecer o conceito de PSA com contribuições conjuntas destas abordagens a partir de contextos híbridos de política ambiental ( policy mixes ) nos quais o objetivo explícito seja o desenvolvimento rural sustentável nas suas dimensões ecológica, social e econômica.
Abstract: Society depends directly and indirectly on the functioning of ecosystems. Historically, however, the economic production has evolved towards the depletion of natural resources to promote economic growth as a means of ensuring greater material affluence and the wellbeing of people. To mediate the trade-off between economic growth and environmental preservation various environmental policy instruments have been developed, whether in the form of command and control (direct regulation) or economic incentives (market mechanisms). Within the latter category are the mechanisms of Payment for Environmental Services (PES), which despite its recent popularity, are increasingly being asked about the adequacy of its theoretical and conceptual basis vis-à-vis the concrete dynamics of existing experience in national and international contexts. Faced with this problem, this master thesis presents a qualitative research and case studies which aim to contribute to the debate on the development of new conceptual approaches capable of reconciling theory and practice of PES. The discussion developed on the hypothesis that the approaches of Ecological Economics and Institutional Economics are useful and necessary to expand the concept of PES, since the same permit incorporate different environmental, social and economic contexts, and seek to deal with the effects of efficiency and equity. It was concluded that it is possible to broaden and strengthen the concept of PES with joint contributions of these approaches from hybrid contexts of environmental policy ( policy mixes ) where the explicit goal is the sustainable rural development in its ecological, social and economic dimensions.
Keywords: Serviços ecossistêmicos
Serviços ambientais
Pagamentos por serviços ambientais
Custos de transação
Abordagem institucionalista
Economia ecológica
Policy mixes
Ecosystem services
Environmental services
Payments for environmental services
Transaction costs
Institutional approach
Ecological economics
Ecologia - Desenvolvimento rural sustentável
Meio ambiente - Desenvolvimento socioeconômico
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Sociais Aplicadas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Economia
Citation: SIMÕES, Marcelo Silva. Pagamentos por serviços ambientais sob uma ótica econômico-ecológica e institucionalista : reconciliando teoria e prática. 2014. 238 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2014.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13581
Issue Date: 14-Mar-2014
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PagamentosServicosAmbientais.pdf2.61 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.