Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13557
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Ecossistemas industriais: proposição de estrutura analítica e avaliação do complexo sucroalcooleiro do Triângulo Mineiro
metadata.dc.creator: Pacheco, Jessé Morais
metadata.dc.contributor.advisor1: Hoff, Debora Nayar
metadata.dc.contributor.referee1: Avellar, Ana Paula Macedo de
metadata.dc.contributor.referee2: Dalcomuni, Sônia Maria
metadata.dc.description.resumo: Esta dissertação surge a partir de uma dupla problematização: i) A abordagem de ecossistemas industriais pode ser utilizada para observar se um complexo industrial promove o desenvolvimento de determinada região?; e ii) À luz da ecologia industrial, do enfoque territorial e do paradigma centrado na sustentabilidade, qual a avaliação do complexo sucroalcooleiro com relação à sua capacidade de gerar desenvolvimento ambiental, social e econômico?. Logo, o objetivo geral da dissertação é desenvolver, a partir da literatura existente, uma estrutura de análise de Ecossistemas Industriais que contemplem características do Paradigma Centrado na Sustentabilidade, da Ecologia Industrial e do Enfoque Territorial. A partir dessa estrutura analítica, pretende-se analisar o objeto (o complexo sucroalcooleiro inserido no Triângulo Mineiro) buscando identificar ali as características de um arranjo industrial que seja socialmente includente, economicamente viável e, ao mesmo tempo, não cause constrangimentos à capacidade de suporte do ambiente no qual se insere. Este é um trabalho que adota o tipo de pesquisa descritivo, que se utiliza majoritariamente de métodos qualitativos. Os dados primários, obtidos com a aplicação de questionários a uma amostra substancial da população de empresas que compõem o complexo sucroalcooleiro do Triângulo Mineiro, complementam os dados secundários obtidos com o uso de técnicas de pesquisa bibliográficas-documentais. É esta complementação informacional que permite a análise das variáveis proposta no modelo analítico. Os resultados, de certo modo, corroboram as hipóteses adotadas, demonstrando que: i) de fato, a abordagem de ecossistemas industriais, sozinha, não consegue dar conta de inserir elementos sociais, culturais e simbólicos na análise, tendendo a contemplar apenas aspectos técnico-econômicos-ambientais, sendo necessário, portanto, a complementação teórico-conceitual de outras abordagens; e ii) o complexo sucroalcooleiro triangulino, em que pese os ganhos ambientais obtidos a partir do fechamento de ciclo de matéria e energia e os ganhos sociais garantidos em razão da evolução de formas institucionais, ainda precisa evoluir rumo a novas formas de integração social com o ambiente em que se inserem e integração econômica com firmas de outros setores.
Abstract: This work emerges from a dual problem: i) the industrial ecosystems approach can be used to observe if an industrial complex promotes the development of a given region?; and ii) from the industrial ecology, the territorial approach and the sustaincentrism, how can the sugar and alcohol complex be evaluated with respect to its capacity to generate economic, social and environmental development?. The main objective of this work is to develop, from the literature, an model to analyze the Industrial Ecosystems that include the elements of Sustaincentrism, Industrial Ecology and Territorial Approach. From the analytical framework, the object (the sugar and alcohol complex inserted in Triângulo Mineiro, Minas Gerais, Brazil) is observed aiming to identify the features of an industrial arrangement that is socially inclusive, economically viable and, at the same time, don t cause constraints to the environment. This work is adopting a descriptive kind of research, which uses mostly qualitative methods. The primary data, obtained by the application of questionnaires to a substantial sample of the universe that composes the sugar and alcohol complex in Triângulo Mineiro, complements the secondary data (obtained from literature review). The results, in some way, corroborate the hypothesis adopted: i) the industrial ecosystems approach, alone, can t insert the social and cultural elements on the analysis, tending to put on evidence, technical and economic aspects so, in that way, is necessary to complement it with another approaches that can insert those social elements; and ii) the sugar and alcohol complex still needs to evolve into new ways of social integration with the local and regional environment where it belongs, despite the fact that there are some important environmental and social gains in response to institutional pressures on the last decade.
Keywords: Desenvolvimento sustentável - Triângulo Mineiro (MG)
Agroindústria canavieira - Triângulo Mineiro (MG)
Ecossistemas industriais
Ecologia industrial
Complexo sucroalcooleiro
Triângulo Mineiro
Industrial ecosystems
Industrial ecology
Sugar and alcohol complex
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Sociais Aplicadas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Economia
Citation: PACHECO, Jessé Morais. Ecossistemas industriais: proposição de estrutura analítica e avaliação do complexo sucroalcooleiro do Triângulo Mineiro. 2013. 212 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13557
Issue Date: 7-Mar-2013
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jesse Morais.pdf4.23 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.