Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13544
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Segregação ocupacional e discriminação segundo cor no mercado de trabalho brasileiro: abordagem regional
Alternate title (s): Occupational Segregation and Discrimination based on skin color in the Brazilian labor market: regional approach
Author: Paula, Bruno Galete Caetano de
First Advisor: Ribeiro, Rosana Aparecida
First member of the Committee: Neder, Henrique Dantas
Second member of the Committee: Cacciamali, Maria Cristina
Summary: O mercado de trabalho brasileiro se caracteriza por consideráveis diferenças de rendimentos, tratamento e inserção ocupacional entre trabalhadores brancos e negros. Tendo isso em vista, a presente dissertação objetiva identificar e mensurar os fatores que causam essa discrepância entre brancos e negros, destacando a discriminação e a segregação ocupacional e utilizando a PNAD de 2009 como base de dados. A fim de medir o nível de segregação ocupacional por cor foram utilizados os seguintes Índices de Segregação Ocupacional: Índice de Dissimilaridade de Duncan e Duncan (D), Índice de Dissimilaridade Padronizado pelo Tamanho (Ds) e Índice de Karmel-MacLachlan (KM). Os resultados desses índices demonstraram que existe considerável segregação ocupacional por cor no mercado de trabalho brasileiro, sendo que os negros estão inseridos nas ocupações de menor remuneração. A análise da discriminação por cor foi realizada por meio da decomposição de Oaxaca, sendo que esse método foi aplicado separadamente para ocupações integradas e segregadas, indicando que as ocupações integradas apresentam alto nível de discriminação e as ocupações de predominância de brancos exibem menor discriminação. As análises também foram aplicadas separadamente para as regiões Nordeste e Sudeste, a fim de captar de forma mais eficiente os determinantes do diferencial salarial por cor entre essas distintas regiões brasileiras. Foi demonstrado que tanto a segregação ocupacional quanto a discriminação são importantes fatores para explicação do hiato de rendimentos entre brancos e negros, sendo necessárias políticas públicas que combatam esse tratamento diferenciado, principalmente políticas que visem igualdade de oportunidades, a fim de se obter maior justiça social e tratamento igualitário entre os diferentes grupos de trabalhadores.
Abstract: The Brazilian labor market is characterized by considerable differences in income, treatment and occupational insertion between white and black workers. With this in mind, this paper aims to identify and measure the factors causing this discrepancy between blacks and whites, highlighting discrimination and occupational segregation and using the PNAD 2009 as database. In order to measure the level of occupational segregation by color we used the following Occupational Segregation Indices: Index of Dissimilarity Duncan & Duncan (D) Index of Dissimilarity Standardized by Size (Ds) and Karmel-MacLachlan index (KM). The results of these indices showed that there is considerable occupational segregation by color in the Brazilian labor market, and the blacks are inserted in occupations with lower pay. The analysis of color discrimination was performed using the Oaxaca decomposition, and this method was applied separately for integrated and segregated occupations, indicating that the integrated occupations have a high level of discrimination and the occupation of majority white show less discrimination. The analyzes were also applied separately to the Northeast and Southeast in order to more efficiently capture the determinants of the wage differential by color between these different regions of Brazil. It was shown that both occupational segregation and discrimination are important factors to explain the wage gap between whites and blacks, and public policies necessary to combat this discriminatory treatment, especially policies aimed at equal opportunities, in order to obtain greater social justice and equal treatment among different groups of workers.
Keywords: Diferencial de rendimentos
Discriminação
Segregação ocupacional
Mercado de trabalho
Brancos e negros
Decomposição de oaxaca
Índice de segregação
Differential income
Discrimination
Occupational segregation
Labour market
Blacks and whites
Oaxaca decomposition
Segregation index
Mercado de trabalho - Brasil
Negros - Brasil - Segregação
Negros - Empregos - Brasil
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
Language: por
Country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Institution Acronym: UFU
Department: Ciências Sociais Aplicadas
Program: Programa de Pós-graduação em Economia
Quote: PAULA, Bruno Galete Caetano de. Occupational Segregation and Discrimination based on skin color in the Brazilian labor market: regional approach. 2012. 123 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13544
Date of defense: 16-Apr-2012
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
d.pdf1.49 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.