Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13524
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Evolução das exportações e de seus determinantes nos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), nas últimas três décadas
metadata.dc.creator: Carvalho, Vinicius Spirandelli
metadata.dc.contributor.advisor1: Vieira, Flavio Vilela
metadata.dc.contributor.referee1: Avellar, Ana Paula Macedo de
metadata.dc.contributor.referee2: Salles, Alexandre Ottoni Teatini
metadata.dc.description.resumo: A dissertação tem como objetivo fundamental investigar o desempenho do setor exportador de economias emergentes selecionadas: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (BRICS), a partir da identificação de seus principais determinantes. A análise econométrica baseada na decomposição de variância revelou que os fluxos de capitais (IDE) são relevantes para o desempenho das exportações para os cinco países do BRICS; resultado do esforço tecnológico (patentes) é importante para a Rússia, Índia e China; taxa de investimentos para o Brasil e África do Sul; taxa de câmbio para Brasil, Rússia, Índia e África do Sul; a proxy de crescimento para os principais parceiros comerciais é fundamental para as exportações chinesas; e por fim, educação se mostrou relevante apenas para o Brasil. Os modelos VEC de exportações estimados para Brasil, Índia, China e África do Sul indicam que os fluxos de capitais (IDE) são importantes no curto prazo (Brasil) e para os demais no longo prazo. Além disso, a taxa de câmbio real se mostrou estatisticamente significativa no longo prazo (cointegração) para Brasil e África do Sul, e para o ajuste de curto prazo, no caso chinês. A proxy de crescimento dos principais parceiros comerciais (TCPPC) é relevante no curto prazo para Índia e Brasil, sendo que no caso da África do Sul foi utilizada o crescimento mundial, que se mostrou relevante em ambos os horizontes temporais. Finalmente, educação é uma variável importante no longo prazo para o Brasil, enquanto patentes possui tal relevância para as economias da China, Índia e África do Sul. Em geral, percebe-se que há um conjunto relativamente amplo de variáveis e não necessariamente homogêneo entre os países do BRICS quando se analisa o comportamento das exportações.
Abstract: The dissertation has the main goal to investigate the performance of the exports sector for a set of selected emerging economies: Brazil, Russia, India, China and South Africa and to identify its main determinants. The econometric investigation based on the variance decomposition analysis has shown that capital flows (FDI) are relevant to understand export performance for all five countries; technological effort result (patents) is important for Russia, India and China; investment rate for Brazil and South Africa; exchange rate for Brazil, Russia, India and South Africa; the proxy for growth of the main partners is crucial for chinese exports; and finally, education seems to matter for brazilian exports. The estimated exports VEC models for Brazil, India China and South Africa indicate that capital flows (FDI) are relevant for the short run adjustment (Brazil) and on the long run for the other economies. Other than this, the real exchange rate is statistically significant in the long run (evidence of cointegration) for Brazil and South Africa, and for short run adjustments in China. The proxy for foreign growth of the main trade partners (TCPPC) is relevant both in the short and the long run for India and Brazil, while we used the world growth for South Africa, which is relevant for both time horizons. Finally, education is an important variable in the long run for Brazil, while patents is relevant for China, India and South Africa. In general, one can say that there is a relatively large set of variables that are not necessarily homogeneous among the BRICS when analyzing exports performance over the past decades.
Keywords: Exportação
Exportação Brasil
Exportação - Rússia
Exportação China
Exportação África do Sul
Exportação Índia
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Sociais Aplicadas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Economia
Citation: CARVALHO, Vinicius Spirandelli. Evolução das exportações e de seus determinantes nos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), nas últimas três décadas. 2009. 212 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2009.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13524
Issue Date: 14-Aug-2009
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diss Vinicius.pdf963.95 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.