Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13499
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: A investida neoliberal na América Latina e as novas determinações da dependência
metadata.dc.creator: Amaral, Marisa Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: Carcanholo, Marcelo Dias
metadata.dc.contributor.referee1: Almeida Filho, Niemeyer
metadata.dc.contributor.referee2: Martins, Carlos Eduardo da Rosa
metadata.dc.description.resumo: A dependência, nos termos da teoria marxista da dependência, pode ser entendida como uma situação de condicionamento a partir da qual o desenvolvimento das economias centrais ocorre às custas do subdesenvolvimento das economias periféricas, fato este marcado pela intensificação do processo de transferência de valores produzidos na periferia e acumulados nos países do centro. Isto provoca a necessidade de que, na periferia, se exacerbem os mecanismos de superexploração do trabalho como forma de dar prosseguimento ao seu processo interno de acumulação de capital. O propósito deste estudo é o de demonstrar que, nos marcos do capitalismo atual marcado pelo ganho de hegemonia da perspectiva neoliberal de desenvolvimento e pela constituição de um novo padrão exportador latinoamericano , a dependência se estabelece mediante um intenso aprofundamento da vulnerabilidade externa estrutural dos países periféricos, combinada a uma situação de intensa fragilidade financeira, ambas como resultado imediato da excessiva abertura comercial e financeira, da falta de controle da mobilidade de capitais e também do tipo de inserção externa das economias latino-americanas, em cuja pauta de exportações predominam as commodities e/ou produtos industriais de baixo valor agregado. Deste modo, temos que o neoliberalismo se apresenta como a forma histórica atual da dependência, a vulnerabilidade externa aparece como característica da dependência, que é agravada na nova forma histórica, e é a partir daí que se colocam as possibilidades de desenvolvimento capitalista na periferia por meio da superexploração da força de trabalho.
Abstract: The dependence, according to Marxist dependence s theory, can be understood as a conditioning situation from which development of the central economies occurs at the costs of the underdevelopment of the peripheral economies, this fact marked by the intensification of the process of transfer values produced in periphery and accumulated in the center s countries. It causes needs that, in the periphery, mechanisms of labor superexplotation are exacerbated as way to continue its internal process of capital accumulation. The aim of this study is to demonstrate that, in the marks of the current capitalism marked by gain of neoliberal hegemony perspective and for the constitution of a new Latin-American pattern exporter , the dependence is established trough an intense invigoration of the structural external vulnerability from peripheral countries, combined with a situation of intense financial fragility, both like in the immediate result of the excessive commercial and financial openess, lack of mobility capitals control and also of the insertion s type of Latin-American economies, in whose line of exportations prevails commodities and/or industrial products with low added value. Thus, we have that the neoliberalism is presented as a historical current form of dependence, the external vulnerability appears as characteristic of dependence, which is exacerbated in the new historical form, and as a result, the possibilities of capitalist development are put in the periphery through the workforce superexplotation.
Keywords: Periferia
Dependência
Superexploração do trabalho
Neoliberalismo
Vulnerabilidade externa
Periphery
Dependence
Labor superexplotation
Neoliberalism
External vulnerability
Desenvolvimento econômico
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Sociais Aplicadas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Economia
Citation: AMARAL, Marisa Silva. A investida neoliberal na América Latina e as novas determinações da dependência. 2006. 173 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2006.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13499
Issue Date: 10-Nov-2006
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marisa.pdf1.11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.