Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13492
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Investimento direto externo e comércio exterior da China nos anos 1990 e 2000
metadata.dc.creator: Cunha, Samantha Ferreira e
metadata.dc.contributor.advisor1: Xavier, Clesio Lourenco
metadata.dc.contributor.referee1: Vieira, Flavio Vilela
metadata.dc.contributor.referee2: Pinho, Marcelo Silva
metadata.dc.description.resumo: Ao constatar a tendência crescente dos fluxos de Investimento Direto Estrangeiro (IDE) e dos fluxos de comércio na economia chinesa, o presente estudo buscou investigar a relação entre o IDE e as mudanças verificadas na pauta de exportações da China em direção aos setores de alta intensidade tecnológica. Para isso, em primeiro lugar, verificou-se a evolução do padrão de especialização comercial da China, a partir dos indicadores de comércio market-share, vantagem comparativa revelada (VCR) e contribuição ao saldo (CS), e o padrão geográfico do comércio exterior da China, considerando seus principais parceiros comerciais. Em segundo lugar, foi estimado um modelo dos determinantes das exportações da China, avançando sobre estudos empíricos anteriores, ao considerar os efeitos diferenciados entre o IDE e os setores de exportação classificados segundo a intensidade tecnológica, através da análise de regressão de séries temporais e da estimação do modelo VAR com a análise de decomposição de variância. Os principais resultados corroboram a hipótese de que as mudanças no padrão de especialização comercial da China convergiram à evolução do comércio internacional, vale dizer, a China ampliou sua participação em setores dinâmicos, isto é, que apresentaram uma demanda externa crescente, o que impulsionou sua integração ao mercado mundial e a importância dos fluxos de comércio do tipo intra-industrial. Na análise econométrica, as estimações corroboram a hipótese de que o IDE teve efeitos diferenciados entre os setores de exportação, sendo que sua importância é maior nos setores de exportação com maior conteúdo tecnológico. Além disso, outras variáveis explicativas utilizadas na estimação parecem possuir uma importância maior que o IDE , com destaque para a taxa de investimento da economia, o que é consoante com a performance econômica da China que apresenta uma taxa de crescimento média de 10% ao ano a mais de duas décadas.
Abstract: Considering the up ahead tendency of trade and foreign direct investment (FDI) flows in Chinese economy, the present study investigated the relationship between FDI and the changes verified in China s export structure towards high-tech sectors. First, it was examined China s trade pattern of specialization, trough the use of international trade indicators as market-share, revealed comparative advantage (VCR) and contribution to trade balance (CTB) and the geographic pattern of China s foreign trade, considering its main trade partners. Second, it was estimated a model of the determinants of Chinese exports performance, contributing to earlier studies, when considering the different impacts of FDI on export structure classified according to its technological intensity, through time series analyses and VAR model estimation with variance decomposition analysis. The main results confirm the hypothesis that changes in China s trade pattern of specialization converged to international trade evolution, which means that China rose its share in dynamic sectors, that is, sectors that presents an growing foreign demand. This stimulated China s integration with the global trading system and increased the importance of intra-industry trade flows. The econometric estimation suggested that FDI had different impacts among export sectors, which means that, FDI is more efficient in promoting exports from those sectors more technologicalintensive. Besides that, other independent variables utilized in estimation seems to have a better importance than FDI, mainly investment rate, which is consonant with China s economic performance that presents an average growth rate of 10% per year for at least two decades.
Keywords: Investimento direto estrangeiro
Tecnologia
International trade
Foreign direct investment
Technology
Relações econômicas internacionais
Comércio exterior
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Sociais Aplicadas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Economia
Citation: CUNHA, Samantha Ferreira e. Investimento direto externo e comércio exterior da China nos anos 1990 e 2000. 2008. 171 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2008.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13492
Issue Date: 19-Feb-2008
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Samantha Ferreira.pdf615.85 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.