Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13469
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Abordagens das necessidades humanas e das capacitações : uma aplicação da metodologia de Alkire e Foster para o estudo da pobreza multidimensional em Minas Gerais nos anos de 2000 e 2010
metadata.dc.creator: Silva, Ana Márcia Rodrigues da
metadata.dc.contributor.advisor1: Neder, Henrique Dantas
metadata.dc.contributor.referee1: Ribeiro, Rosana Aparecida
metadata.dc.contributor.referee2: Almeida Filho, Niemeyer
metadata.dc.contributor.referee3: Rodrigues, Luciene
metadata.dc.contributor.referee4: Bagolin, Izete Pengo
metadata.dc.description.resumo: Conforme a literatura convencional, a pobreza pode ser estudada com base em uma única dimensão, comumente representada por alguma variável monetária. Contudo, as abordagens das necessidades humanas e das capacitações fornecem um referencial teórico mais amplo para o seu estudo. Segundo estas abordagens, a pobreza é multidimensional e estes aspectos precisam ser considerados pelos estudos empíricos sobre o tema. Assim sendo, nesta tese, objetiva-se discutir os aspectos multidimensionais da pobreza por meio das abordagens teóricas das necessidades humanas e das capacitações e levantar os desafios metodológicos em torno de sua mensuração, no intuito de estimar e decompor a pobreza multidimensional em Minas Gerais nos anos de 2000 e 2010. Com a utilização de dados dos Censos demográficos dos referidos anos, é empregada uma metodologia de construção de índices de pobreza multidimensional proposta por Alkire e Foster (2007). Os questionamentos centrais deste trabalho são: Quais as dimensões podem ser incorporadas à análise empírica da pobreza? Em quais as regiões do estado de Minas Gerais a pobreza multidimensional é mais elevada? Quais as dimensões privam em maior medida as famílias mineiras? Ao longo do estudo verificou-se que as dimensões da pobreza são escolhidas, principalmente conforme as vertentes teóricas, que não fornecem uma lista fixa de dimensões essenciais, o que abre espaço para que sejam adequadas às realidades estudadas. Neste trabalho, as dimensões utilizadas na análise foram: Vulnerabilidade econômica, Condições ocupacionais, Características educacionais, Condições de moradia, Condições sanitárias, Ausência de bens e Saúde. Estas dimensões são fundamentais porque, se não forem atendidas, limitam a capacidade de desenvolvimento dos seres humanos na sociedade. Entende-se que estas dimensões não são suficientes para a compreensão da pobreza multidimensional, mas já fornecem resultados mais condizentes que a visão unidimensional. A análise da pobreza multidimensional em Minas Gerais permitiu evidenciar que houve redução da pobreza no estado nos anos analisados. Na comparação com indicadores unidimensionais, os indicadores multidimensionais foram ligeiramente divergentes em termos de ranking, mas geralmente, muito superiores. A pobreza multidimensional apresentou-se mais elevada nas mesorregiões do Jequitinhonha, Norte de Minas e Vale do Mucuri; e nas microrregiões de Grão Mogol, Januária, Salinas, Araçuaí e Peçanha. Com a decomposição da pobreza por subgrupos, identificou-se que algumas localidades em que a pobreza multidimensional é menos grave contribuem muito para a pobreza total, como a mesorregião Metropolitana de Belo Horizonte. Por fim, a decomposição da pobreza por dimensões, demonstrou que a dimensão Ausência de bens, em geral, foi a que mais contribuiu para a pobreza no estado, seguida da dimensão de Características educacionais. As Condições sanitárias contribuíram mais para a pobreza das localidades mais pobres que das menos pobres. Enquanto isso, a dimensão de Saúde obteve maior participação na pobreza das localidades menos pobres que das mais pobres. Concluiu se que as heterogeneidades sociais em Minas Gerais permanecem e são amplas com o estudo da pobreza multidimensional, uma vez que o estado abriga altos e baixos índices de pobreza e que os perfis de pobreza são distintos. Todos estes resultados são relevantes para a elaboração de políticas públicas.
Abstract: According to the conventional literature, poverty can studied based on a single dimension, usually represented by a monetary variable. However, the approaches of human needs and the capabilities provide a broader theoretical framework for their study. According to these approaches, poverty is multidimensional and these aspects need to consider by empirical studies on the subject. Therefore, this thesis aims to discuss the multidimensional aspects of poverty by means of the theoretical approaches of human needs and the capabilities and raise the methodological challenges around your measurement, in order to estimate and decompose the multidimensional poverty in Minas Gerais in the years 2000 and 2010. Using data from the demographic Censuses of those years, it employed a methodology to build multidimensional poverty indices proposed by Alkire and Foster (2007). The central questions of this work are: What are the dimensions that may incorporated into the empirical analysis of poverty? In which regions of the State of Minas Gerais the multidimensional poverty is higher? What are the dimensions deprive to a greater extent mining families? Throughout the study, it found that the dimensions of poverty chosen, primarily, as the theoretical aspects that do not provide a fixed list of essential dimensions, which make room for the appropriate to the realities studied. In this paper, the dimensions used in the analysis were economic vulnerability, occupational conditions, educational characteristics, housing conditions, health conditions, absence of goods and health. These dimensions are critical because, if they are not met, limit the ability of development of human beings in society. It understood that these dimensions are not sufficient for understanding the multidimensional poverty, but already provide results more consistent than the unidimensional vision. The analysis of multidimensional poverty in Minas Gerais allowed evidence that there was a reduction of poverty in the State in the years analyzed. In comparison with unidimensional indicators, multidimensional indicators were slightly divergent in terms of ranking, but generally far superior. Multidimensional poverty appeared higher in the meso regions of the Jequitinhonha, North of Minas, and Vale do Mucuri; and in the micro regions of Grão Mogol, Januária, Salinas, Araçuaí, and Peçanha. With the decomposition of poverty by subgroups, identified that some localities in multidimensional poverty is less severe contribute a lot to the total poverty, as the meso region Metropolitan of Belo Horizonte. Finally, the decomposition of poverty by dimensions, demonstrated that the dimension absence of goods, in general, was the one that contributed to poverty in the State, followed by the dimension of educational characteristics. Sanitary conditions have contributed more to the poverty of the poorest localities that the less poor. Meanwhile, the health dimension obtained greater participation in poverty of localities less poor than the poorest. It concluded that the social in heterogeneities in Minas Gerais remain and are broad with the study of multidimensional poverty, since the State is home to ups and low levels of poverty and that poverty profiles are distinct. All these results are relevant to public policy development.
Keywords: Necessidades humanas
Capacitações
Pobreza multidimensional
Metodologia de Alkire e Foster
Minas Gerais
Human needs
Capabilities
Multidimensional poverty
Alkire and Foster methodology
Pobreza - Jequitinhonha, Vale (MG)
Políticas públicas - Minas Gerais
Pobreza - Minas Gerais
Pobreza - Pesquisa
Pobreza - Áreas subdesenvolvidas
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Sociais Aplicadas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Economia
Citation: SILVA, Ana Márcia Rodrigues da. Abordagens das necessidades humanas e das capacitações : uma aplicação da metodologia de Alkire e Foster para o estudo da pobreza multidimensional em Minas Gerais nos anos de 2000 e 2010. 2015. 318 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais Aplicadas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13469
Issue Date: 27-Apr-2015
Appears in Collections:TESE - Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AbordagensNecessidadesHumanas.pdf3.58 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.