Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13453
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Desenvolvimento dependente latino-americano no século XXI: desigualdade e padrão de reprodução
metadata.dc.creator: Araujo, Priscila Santos de
metadata.dc.contributor.advisor1: Almeida Filho, Niemeyer
metadata.dc.contributor.referee1: Nascimento, Carlos Alves do
metadata.dc.contributor.referee2: Garlipp, José Rubens Damas
metadata.dc.contributor.referee3: Luce, Mathias Seibel
metadata.dc.contributor.referee4: Araújo, Elizeu Serra de
metadata.dc.description.resumo: Esta tese sustenta, essencialmente, a existência de desigualdade na estruturação do sistema capitalista. Esta desigualdade é constitutiva de determinações históricas das formações sociais capitalistas, que são organicamente conformadas em um sistema global, hierarquizado e combinado, que tende a reproduzir-se. O foco principal é sobre as formações sociais latino-americanas, sua natureza e inserção global. A motivação para a escolha do tema surgiu quando o Banco Mundial apresentou em 2011 uma interpretação da evolução da Crise do Subprime. A ideia defendida apontava para uma mudança significativa na estrutura da economia mundial, com algumas economias em desenvolvimento assumindo funções de liderança na determinação da dinâmica global. Nossa argumentação é diversa, recuperando elementos centrais da interpretação de Marx a respeito da natureza do capitalismo e de autores da Teoria Marxista da Dependência que desenvolveram e aprofundaram essas suas proposições no tratamento concreto da Periferia. Assim, o objetivo principal é discutir a natureza do desenvolvimento dependente latino-americano como um desdobramento próprio da estrutura desigual do sistema capitalista mundial. No contexto do capitalismo contemporâneo, não há alterações da condição internacional das economias latino-americanas, pois são países que alimentam o capitalismo do centro do sistema ao mesmo tempo em que estão condicionados a eles. Na atual fase, deixaram de ser exclusivamente fornecedores de matérias-primas, pois diversificaram a sua indústria, mas mantiveram essencialmente um padrão de reprodução pautado nas exportações de bens primários complementando-as com bens mais sofisticados. Esses elementos mantém uma dinâmica interna limitada, pois a forma de compensação dessa transferência continua sendo pela superexploração, conservando as dificuldades da realização da produção do valor. Diante desse quadro, indicamos que se mantém a organicidade do sistema capitalista e uma desigualdade econômica e social, intrínseca às economias periféricas. Essa é a natureza das economias dependentes latino-americanas. Assim, a partir da trilha aberta pelos teóricos da Teoria Marxista da Dependência essa tese contesta a perspectiva do campo dominante da economia que realça os avanços do capitalismo e dissimula os seus percalços, como uma conquista aberta a todos os países.
Abstract: This thesis supports basically the existence of inequality in capitalist system structure. This inequality is constitutive of historical determinations of capitalist social formations, which are organically formed into a global, hierarchical and combined system which tends to reproduce itself. The main focus is towards Latin-American social formations, their nature and global insertion. The motivation of choosing this theme arose when the World Bank presented, in 2011, an interpretation of the evolution of the Subprime Crisis. The defended idea pointed to a significant change in worldwide economy structure when several developing economies assumed leadership roles in determining the overall dynamics. Our argument is a different one, recovering main elements of Marx s interpretation concerning to capitalism nature as well other authors on Marxist Dependence Theory, who developed and deepened these propositions in their concrete treatment of Periphery. Thus, the aim of this study is to discuss the nature of Latin American dependent development as an offshoot of the unequal structure of the world capitalist system. In the context of contemporary capitalism, there is no modification in the international condition of Latin American economies, because they are countries that fuel the capitalism of the central system at the same time that they are conditioned to it. In the current phase, no longer exclusively providers of raw materials because their diversified industry, but remained essentially a reproduction pattern guided in exports of primary goods complementing them with more sophisticated ones. These elements keep a limited internal dynamic, as a form of compensation for such transfer remains by overexploitation, saving the difficulties of realization of production value. Given this situation, we indicate that remains the organist capitalism system as well a social and economic inequality intrinsic to peripheral economies. This is the nature of Latin-American dependent economies. So that, from the open trail proposed by theoreticians of Marxist Theory of Dependency, this thesis contests the approach from dominant field of Economy that highlights the advances of capitalism and conceal their mishaps, such achievements opened to all.
Keywords: Dependência
Desenvolvimento
Desigualdade
Organicidade
Dependence
Development
Inequality
Organicity
Desenvolvimento econômico
Capitalismo - América Latina
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Sociais Aplicadas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Economia
Citation: ARAUJO, Priscila Santos de. Desenvolvimento dependente latino-americano no século XXI: desigualdade e padrão de reprodução. 2013. 264 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais Aplicadas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13453
Issue Date: 26-Aug-2013
Appears in Collections:TESE - Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DesenvolvimentoDependenteLatino-americano.pdf3.37 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.