Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13410
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Abelhas Euglossini no bioma cerrado: diversidade, estimativa populacional e estrutura genética
metadata.dc.creator: Tosta, Thiago Henrique Azevedo
metadata.dc.contributor.advisor1: Augusto, Solange Cristina
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Sofia, Silvia Helena
metadata.dc.contributor.referee1: Garófalo, Carlos Alberto
metadata.dc.contributor.referee2: Schiavini, Ivan
metadata.dc.description.resumo: A tribo Euglossini possui ampla distribuição nos neotrópicos, com ocorrência reconhecida para diferentes tipos de formações vegetais. O bioma Cerrado é formado por diferentes fitofisionomias, tanto savânicas quanto florestais. Dentre as fitofisionomias florestais mais úmidas do Cerrado, podemos citar a Floresta Estacional Semidecidual (FES) e a Mata de Galeria (MG), as quais apresentam flora e condições microclimáticas diferentes. Estudos mais recentes nas FES do Cerrado têm evidenciado a ocorrência de uma baixa abundância de indivíduos, quando comparadas com as FES inseridas no bioma da Mata Atlântica, apesar das semelhanças quanto a riqueza. Os objetivos gerais do trabalho foram: (i) estimar a diversidade de abelhas e tamanho populacional das espécies mais frequentes de Euglossini em fragmentos de FES do Cerrado; (ii) avaliar a diversidade genética de Euglossa pleosticta; e (iii) verificar a influência de fitofisionomias (FES/MG) e estação do ano na comunidade de abelhas Euglossini. Para as análises populacionais e genéticas, as coletas foram realizadas entre outubro/2012 e abril/2013 em cinco fragmentos de FES durante cinco dias consecutivos, utilizando-se sete iscas aromáticas.A marcação dos indivíduos foi realizada com a remoção do pré-tarso e um dos tarsômeros (PTT), de acordo com o dia de coleta, sendo que o PTT foi utilizado para as análises genéticas de Eg. pleostica, por meio de marcadores moleculares heterólogos. Para estudo da influência da fitofisionomia e estação do ano nas comunidades, coletas mensais foram realizadas entre outubro/2012 e setembro/ 2013 em outro fragmento de FES e um de MG. Foi capturado e marcado um total de 256 machos de Euglossini, distribuídos em 12 espécies. Foi estimado o tamanho populacional de Euglossa imperialis em um dos fragmentos (1222 ± 162,6 indivíduos) e Euglossa cordata em outro (44 ± 9,4). Utilizando o conceito ecológico de guilda (abelhas das orquídeas), foi possível estimar as populações de três fragmentos sendo estas: 3772 ± 436,2, 376 ± 62,3 e 1424 ± 242,2 indivíduos. Para Eg. pleosticta, três locos apresentaram um alelo com uma freqüência dominante sobre os outros do mesmo loco. O fluxo gênico estimado indicou uma maior porcentagem de indivíduos não migrantes para as duas populações. No experimento sobre influência das fitofisionomias nas comunidades, não foi verificado diferença na diversidade de espécies entre os fragmentos, mas houve interação entre as fitofisionomia e estação do ano, sendo a FES responsável pela maior abundância de indivíduos na estação úmida. Conclui-se que as abelhas apresentam pequenas populações nos fragmentos amostrados, que existe um fluxo gênico limitado entre as populações de Eg. pleosticta e que a diversidade de espécies é semelhante nas diferentes fitofisionomias, apesar da interação significativa entre fitofisionomia/estação do ano sobre a abundância das abelhas.
Abstract: The Euglossini bees has a wide distribution in the Neotropical region, occurring in different types of vegetation formation. The Cerrado biome is composed of different physiognomies, such as savanna and forest. Among Cerrado humid forest physiognomies, we can mention the seasonal semideciduous forest (SSF) and gallery forest (GF), which present different flora and microclimatic conditions. Recent studies in SSF of Cerrado showed the occurrence of a low abundance of individuals compared with surveys in SSF in the Atlantic Forest biome, despite a similar richness. The overall objective was (i) to estimate the diversity of bees and population size of the most frequent species of Euglossini in SSF fragments of Cerrado; (ii) to assess the genetic diversity of Euglossa pleosticta; and (iii) to evaluate the influence of vegetation types (SSF/GF) and seasonality on Euglossini community. For population and genetic analyzes, samplings was carried out between October 2012 and April 2013 in five fragments of SSF in five consecutive days, using seven aromatic baits.The marking of individuals was performed by removing the pre-tarsus and one of tarsomeres (PTT) according to the day of collection. The PTT was used for subsequent genetic analysis of Euglossa pleostica using heterologous molecular markers. In order to study the influence of phytophysiognomies and season in the bee community, monthly samplings from October 2012 to September 2013 were performed in another fragment of SSF and one of MG. A total of 256 males of euglossine, distributed in 12 species were captured and marked. We estimated a population size of Euglossa imperialis in one of the fragments (1222 ± 162.6 individuals) and in another fragment Euglossa cordata (44 ± 9.4). Using the concept of ecological guild (orchid bees), it was possible to estimate the populations of those three fragments which were: 3772 ± 436.2, 376 ± 62.3 to 1424 ± 242.2 individuals. For Eg. pleosticta three loci presented an allele with a dominant frequency over others in the same loco. The estimated gene flow indicated a higher percentage of non-migrant individuals in both populations. In the experiment about influence of phytophysignomies on the euglossini bee communities, it was not observed difference in species diversity between fragments, but there was an interaction between phytophysignomies and season, with the FES presenting the highest abundance in the wet season. We conclude that euglossini bees have small populations in the sampled fragments,there is a limited gene flow among populations Eg. pleosticta and that species diversity is similar in the different phytophysignomies, despite the significant interaction between vegetation type and season on the bees abundance.
Keywords: Euglossini
Método de Jolly-Seber
Diversidade genética
Fitofisionomias
Jolly-Seber method
Genetic diversity
physiognomies
Abelha - Ecologia
Polinização por insetos
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais
Citation: TOSTA, Thiago Henrique Azevedo. Abelhas Euglossini no bioma cerrado: diversidade, estimativa populacional e estrutura genética. 2014. 99 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2014.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13410
Issue Date: 21-Feb-2014
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ecologia e Conservação de Recursos Naturais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AbelhasEuglossiniBioma.pdf1.58 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.