Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13402
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Interações entre aves e plantas: frugivoria, amplitude de nicho e relações morfológicas, em três diferentes ambientes
metadata.dc.creator: Gomes, Camilla Montes
metadata.dc.contributor.advisor1: Melo, Celine de
metadata.dc.contributor.referee1: Augusto, Solange Cristina
metadata.dc.contributor.referee2: Hasui, Erica
metadata.dc.description.resumo: A interação entre aves frugívoras e plantas é uma dos mutualismos mais importantes em ambientes tropicais. No entanto, a forma com que esses grupos se relacionam pode variar de acordo com a disponibilidade dos frutos ao longo do ano. Em ambientes sazonais, espera-se que uma especialização em determinado tipo de fruto seja inviável, uma vez que esse recurso não está disponível durante todo ano; e que as espécies que ocupam esses ambientes teriam uma maior amplitude de nicho trófico. Já em ambientes com uma oferta de recursos mais estável, um maior nível de especialização é esperado, o que refletiria em uma amplitude de nicho mais estreita. Associado ao nível de especialização da dieta, e consequentemente, à amplitude de nicho exibida pelas aves em cada ambiente, pode existir também uma relação entre a morfologia da avifauna e o tipo de fruto consumido, que possivelmente seria mais evidente em ambientes com sazonalidade reduzida. O objetivo central deste trabalho é investigar interações entre aves frugívoras e as plantas consumidas, e possíveis relações morfológicas, em ambientes com diferentes níveis de sazonalidade de recursos. Áreas de cerrado stricto sensu foram consideradas as mais sazonais, seguidas de matas estacionais decíduas e semidecíduas, que foram agrupadas como matas sazonais . Mata atlântica foi considerada como um ambiente menos sazonal. No capítulo 1, foram analisadas as interações entre as espécies vegetais e aves frugívora nos três ambientes citados acima. Nós testamos as hipóteses que espécies pertencentes à guilda frugívora serão mais representativas, quanto ao número de espécies e interações, em ambientes menos sazonais; e que espécies de áreas mais sazonais teriam uma dieta mais generalista e um nicho trófico mais amplo do que o observado para espécies de ambientes menos sazonais. No capítulo 2 foi investigada a existência de relações entre a morfológica do bico das aves e o tamanho dos frutos consumidos por elas, testando a hipótese que essa associação seria mais evidente em ambientes cujas espécies exibem menor amplitude de nicho, comparado a ambientes que possuem espécies com maior amplitude de nicho. No presente estudo, a estrutura das comunidades de cada ambiente foi descrita e foi observado um nicho trófico mais estreito para espécies de matas sazonais e mata atlântica (dieta mais especializada) do que o encontrado para espécies de cerrado ss (dieta mais generalista). No entanto, especialização na dieta somente foi refletida em uma especialização morfológica em espécies de matas sazonais. Nesse ambiente foi possível observar associação entre a largura e altura do bico com o tamanho do fruto consumido. Essa variação observada quanto à especialização na dieta e na morfologia pode estar relacionada à disponibilidade temporal de recursos distinta entre os ambientes. Além disso, outros critérios na seleção dos frutos, características comportamentais das aves e interações ecológicas com outros elementos da comunidade parecem influenciar também os padrões de consumo da avifauna.
Abstract: The interaction between frugivorous birds and plants is one of the most important mutualisms in tropical regions. However, the way these groups interact varies according to temporal availability of fruit. In seasonal sites, it is expected that a specialization in a particular type of fruit is not viable, because this feature is not available throughout the year, and species that occupy these sites have a broad trophic niche. With a more stable supply of resources, a greater level of specialization is expected, which would be reflected in a narrower niche width. A relationship between the morphology of birds and type of fruit consumed can also be associated with the specialization level of diet and niche width of the birds. This relationship might possibly be more evident in local with reduced seasonality. The goal of this paper is to investigate the relationships, both ecological as morphological, between frugivorous birds and plants consumed in sites with different levels of resource seasonality. Cerrado sensu stricto were considered the most seasonal, followed by seasonal deciduous and semi-deciduous forests, which were grouped as \"seasonal forests\". Atlantic forest was seen as a site less seasonal. We tested the hypothesis that species of the guild \"frugivorous\" will be more representative of the number of species and interactions in less seasonal area, and that species of more seasonal areas would have a more generalist diet and broader trophic niche than that observed for species less seasonal site. In Chapter 2 we investigated the existence of relationships between morphology of the birds beak and size of fruits eaten by them, testing the hypothesis that this combination was more evident in local whose species exhibit lower niche amplitude than in that have species with broader niche width. In this study the community structure of each site was described and was observed narrower trophic niche for species of seasonal forests and Atlantic forest (more specialized diet) than that found for species of cerrado ss (more generalist diet). However, morphological specialization was found only in species of seasonal forests, where we observed an association between the width and depth of the tip with the size of the fruit consumed. The variation observed for specialization in diet and morphology may be related to temporal availability of resources among different sites. Furthermore, other features in the selection of fruits, behavioral traits of birds and ecological interactions with other community members also seem to influence the consumption patterns of birds.
Keywords: Interação animal-planta
Ave - Ecologia
Interaction animal-plant
Bird - Ecology
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais
Citation: GOMES, Camilla Montes. Interações entre aves e plantas: frugivoria, amplitude de nicho e relações morfológicas, em três diferentes ambientes. 2013. 104 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13402
Issue Date: 28-Feb-2013
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ecologia e Conservação de Recursos Naturais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
InteracoesAvesPlantas.pdf6.83 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.