Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13389
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: O papel das beiras de estradas na conservação da diversidade vegetal do cerrado
Other Titles: The role of roadsides in conserving Cerrado plant diversity
metadata.dc.creator: Vasconcelos, Pedro Braunger de
metadata.dc.contributor.advisor1: Araújo, Glein Monteiro de
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Bruna, Emílio Miguel
metadata.dc.contributor.referee1: Vieira, Daniel Luís Mascia
metadata.dc.contributor.referee2: Schiavini, Ivan
metadata.dc.description.resumo: Existem evidências de que vegetações de beiras de estradas podem conservar a flora nativa local. Contudo, os estudos existentes foram, em sua maioria, realizados em ambientes campestres. Não se conhece muito o potencial de conservação das vegetações de beiras de estradas para fisionomias mais complexas, como as savânicas. Para isso, comparamos a estrutura da vegetação de cerrado (sensu stricto) de áreas de beiras de estradas com áreas preservadas. Em média, no estrato superior, encontramos 2,7 vezes mais indivíduos e 1,4 vezes mais espécies nas reservas do que nas beiras de estrada. No estrato intermediário encontramos 1,7 vezes mais indivíduos e 25% mais espécies nas reservas do que nas beiras de estrada. Além disso, na beira de estradas, houve menor prevalência de espécies no estrato superior com súber fino, de origem florestal e polinizadas por agentes especialistas. De forma similar, no estrato intermediário, encontramos uma menor proporção de espécies de origem florestal e dispersas por animais na beira de estradas. Essas diferenças ocorrem, possivelmente, porque durante a construção da estrada, as vegetações das suas margens são derrubadas e parte da terra é retirada para aterro da rodovia. Posteriormente, sofrem com uma maior freqüência de queimadas e grande cobertura (80% em média) de gramíneas exóticas. Além disso, é provável que a ausência de alguns polinizadores e dispersores nas beiras de estradas possa afetar o recrutamento de novos indivíduos. Apesar destas diferenças, as beiras de estradas são capazes de manter ao menos 70% das espécies do estrato superior e 72% das do estrato intermediário encontradas em reservas. Estes resultados sugerem que as faixas de vegetação em beiras de estrada, apesar de modificadas, podem contribuir para a conservação da flora do Cerrado, especialmente considerando que mais de 60% da área original deste bioma já foi destruída e que menos de 4% encontra-se protegida.
Abstract: There is evidence that roadside vegetation can conserve local native flora. However, the studies providing this evidence were conducted primarily in grasslands. Not much is known of the potential conservation of roadside vegetation in more complex physiognomies, such as tropical savannas. We compared the structure of cerrado vegetation (sensu stricto) along roadsides areas with that in preserved areas. On average there were, on the superior layer, 2.7 times more individuals and 1.4 times more species in the reserves than in the roadside. In the intermediate layer we found 1.7 times more individuals and 25% more species in reserves than in roadside. In addition, in the roadside there was a lower prevalence of tree species with thin bark, forest species and species pollinated by specialist agents. Similarly, in the intermediate layer, we found a lower proportion of forest species and scattered by animals in the roadside. These differences occur, possibly because during the construction of the roads, the vegetation of their banks is cleared and part of the land is taken to landfill the road. Later, they suffer from a higher fire frequency and high coverage (80% average) of exotic grasses. Moreover, it is likely that the absence of some pollinators and dispersers on roadsides may affect the recruitment of new individuals. Despite these differences, the roadsides are able to maintain at least 70% of tree species and 72% of shrub species found in reserves. These results suggest that roadside vegetation can contribute to the conservation of the flora of Cerrado, especially considering that over 60% of the original area of this ecosystem has been destroyed and that less than 4% is protected.
Keywords: Conservação
Espécies exóticas
Fogo
Margem de estrada
Resiliência e rodovias
Conservation
Exotic species
Fire
Highway
Resilience and road verge
Flora dos cerrados Conservação
Plantas exóticas
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais
Citation: VASCONCELOS, Pedro Braunger de. The role of roadsides in conserving Cerrado plant diversity. 2012. 41 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13389
Issue Date: 16-Feb-2012
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ecologia e Conservação de Recursos Naturais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Pedro Braunger.pdf3.51 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.