Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13368
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Respostas à estrutura de hábitat e comportamento de forrageamento de tiranídeos no ambiente urbano
Alternate title (s): Responses to habitat structure and foraging behavior of tyrantflycatchers at urban environment
Author: Oliveira, Liliane Martins de
First Advisor: Marçal Junior, Oswaldo
First member of the Committee: Franchin, Alexandre Gabriel
Second member of the Committee: Piratelli, Augusto João
Summary: A rápida urbanização traz uma crescente preocupação com a conservação ecológica. Aves são excelente modelo para entender os efeitos da urbanização na vida silvestre, e tiranídeos é um dos grupos de aves da Região Neotropical mais diversificado em termos de números de espécies. O comportamento de forrageamento das aves é um dos aspectos biológicos influenciado pela complexidade estrutural do ambiente. Neste contexto, a família Tyrannidae foi utilizada como modelo para compreender como as aves exploram diferentes ambientes da área urbana de Uberlândia, MG. Foram considerados três tipos de hábitats: Ruas, Praças e Áreas Alteradas Próximas a Remanescentes de Vegetação nativa (APRs). Em cada ambiente foram estabelecidas 24 parcelas de 5.000m² cada. Foram realizadas medidas de variáveis estruturais do habitat de cada parcela. As observações dos tiranídeos foram realizadas no período de abril a dezembro de 2009 das 7:00 às 11:30h. Foram realizadas 280h de observação e feitos registros de riqueza e abundância e do comportamento de forrageamento dos tiranídeos. Os ambientes urbanos estudados apresentaram diferenças em relação a cinco das oito variáveis ambientais estudadas. Foram registradas 28 espécies de tiranídeos. Nove espécies foram registradas exclusivamente em APRs e sete foram comuns nas parcelas dos três ambientes em números semelhantes. Não foi observada diferença entre os ambientes urbanos estudados no que se refere à riqueza e abundância de Tiranídeos. Houve uma separação entre os ambientes estudados especialmente entre APR e os demais tipos ambientais de acordo com a composição de espécies de tiranídeos, sendo que ruas e praças não mostraram padrão visível. O número de espécies de Tyrannidae foi positivamente relacionado à proporção de cobertura arbórea do entorno, ao número de espécies vegetais e de indivíduos de plantas de altura superior a 6 m. O substrato de procura, mais freqüente foram árvores. A tática de procura estático foi a mais freqüente e a única utilizada por todas as espécies. As estratégias de ataque mais freqüentes foram investir-atingir e investir-pairar e os substratos mais atacados durante o forrageamento foram ar, grama e folhagem viva. A altura média de forrageamento, o tempo médio de procura e de ataque e a distância percorrida no ataque variaram de acordo com a espécie. A direção de ataque mais freqüente foi diagonal abaixo ou acima. No que se refere às respostas comportamentais dos tiranídeos aos diferentes ambientes, foram observadas diferenças para altura do substrato de procura. Não foram observadas variações no comportamento no que se refere ao tempo médio de procura no poleiro, número de poleiros usados na procura e distância de ataque para os tiranídeos (com exceção de poucas espécies). Quanto aos comportamentos de ataque verificou-se que agrupamentos se formaram de acordo com a espécie independente do tipo de ambiente. Verifica-se que a arborização urbana é fator essencial para a composição e comportamento de tiranídeos. Tiranídeos são bons modelos para estudos de comportamento em ambientes distintos. Trabalhos com tiranídeos que avaliem ambientes com vegetação claramente distinta, que considerem diferentes escalas de habitat, tanto macro quanto micro, podem ser importantes para esclarecer possíveis respostas comportamentais ao ambiente.
Abstract: Rapid urbanization brings a growing concern for ecological conservation. Birds are an excellent model to understanding the urbanization effects on wildlife, and tyrant-flycatchers are birds in the Neotropical more diverse in species number. The foraging behavior of birds is one of the biological aspects influenced by the structural complexity of the environment and its surroundings. In this context, the family Tyrannidae was used as a model for understanding how exploit birds the various environments at the urban area of Uberlândia, MG. This study has three habitats types: Streets, Squares and Areas change near to native vegetation remnants (APRs). In each environment were established 24 plots of 5,000 m² each. Structural variables were measured at each plot. The observations of tyrant-flycatchers were carried out from April to December 2009 from 7:00 to 11:30 am. Were performed 280 hours of observation. We registered richness, abundance and foraging behavior of flycatchers. The urban environments studied showed differences in relation to five of eight environmental variables studied. We recorded 28 tyrant-flycatchers species. Nine species were recorded exclusively in APRs and seven were common in similar numbers at three environments studied. There wasn t difference between urban environments studied in the flycatchers richness and abundance. There was a separation between the studied environments especially between APR and the other types of environmental, as a function of the composition of flycatchers species. Streets and squares didn t show visible pattern. The number of Tyrannidae species was positively related to the surrounding tree cover proportion, the number of plant species and the number of plants individuals taller than 6 m. Trees were the most frequent substrate used at search. The search strategies \"static\" was the most frequent and the one used by all species. The most frequent attack strategies were sally-strike and sally-hover . The most frequent substrates attacked during foraging were air , grass and live foliage . The average foraging height, the average sally time and searching time, and sally distance varied according to species. The most frequent attack direction was diagonal down or diagonal up. Behavioral responses to different environments were observed for the substrate height. There weren t changes in behavior in relation to average perch time, the number of perches used at searching, the sally distance of tyrant flycatchers. As for the attack behavior found that groups were formed according to the species regardless of the environment type. Flycatchers are good models for behavior studies at different environments. New studies with flycatchers at environments with vegetation clearly distinct, considering different scales of habitat, macro and micro, can be important to clarify possible behavioral responses to the environment.
Keywords: Tyrannidae
Áreas remanescentes
Ecossitema urbano
Atributos do habitat
Estratégias de forrageamento
Tyrannidae
Remnants
Urban ecosystems
Habitat attributes Foraging strategies
Ave - Ecologia
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Language: por
Country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Institution Acronym: UFU
Department: Ciências Biológicas
Program: Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais
Quote: OLIVEIRA, Liliane Martins de. Responses to habitat structure and foraging behavior of tyrantflycatchers at urban environment. 2010. 92 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2010.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13368
Date of defense: 30-Mar-2010
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ecologia e Conservação de Recursos Naturais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
d.pdf1.63 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.