Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13351
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Diversidade florística e funcional em formações florestais ribeirinhas no Triangulo Mineiro, MG, Brasil
Alternate title (s): Floristic and functional diversity in riparian forests in Triangulo Mineiro, MG, Brazil
Author: Borges, Mariana Prado
First Advisor: Schiavini, Ivan
First member of the Committee: Oliveira, Paulo Eugenio Alves Macedo de
Second member of the Committee: Moreno, Maria Inês Cruzeiro
Summary: A classificação das florestas ribeirinhas por mata ciliar, mata de galeria inundável e não-inundável remete a diferenças ambientais que refletem na diversidade florística desses ecossistemas e, provavelmente, influenciam na diversidade funcional. Esses ambientes, de extrema importância ecológica, vêm sofrendo com a degradação devido às atividades antrópicas e, por isso, programas de manejo e restauração pautados nos aspectos ecológicos das comunidades, dentre eles a diversidade funcional, são importantes para a conservação desses ecossistemas. Os objetivos desse trabalho foram: [1] conhecer a composição florística e a estrutura da mata de galeria inundável do córrego do Glória (Uberlândia-MG) e sua similaridade florística com florestas inundáveis do Bioma Cerrado; [2] utilizar atributos reprodutivos de três tipos de formações florestais ribeirinhas para compará-las quanto à diversidade funcional. Foram utilizados os dados florísticos referentes a três áreas: mata ciliar do rio Araguari, mata de galeria não-inundável do ribeirão do Panga e mata de galeria inundável do córrego do Glória, localizadas em Uberlândia, MG. Para o levantamento no córrego do Gloria, foi utilizando o método de ponto quadrante, foram amostrados 70 pontos ao longo de transectos interespaçados, totalizando 280 indivíduos com circunferência ≥ 15 cm a 1,30 m de altura do solo. A análise da similaridade florística de 12 florestas inundáveis foi feita utilizando o coeficiente de similaridade de Sørensen. Para as comparações funcionais, as espécies foram classificadas dentro de grupos funcionais de acordo com as categorias dos atributos reprodutivos (sistema sexual, sistema de dispersão e agentes polinizadores). Diferenças nos padrões dos atributos reprodutivos entre as áreas foram testadas utilizando tabelas de contingência e a diversidade funcional das áreas foi calculada pelo índice de Shannon. Foram encontradas 36 espécies e 23 famílias na mata do Glória e o índice de diversidade de Shannon foi 2,67. A riqueza e diversidade encontradas são similares às de outras florestas inundáveis do Cerrado. Sete espécies somaram 78,4% do VI. A baixa diversidade e dominância de poucas espécies são características de florestas inundáveis que, devido ao ambiente restritivo imposto pelo alagamento, apresentam alta seletividade para o estabelecimento de espécies vegetais. Na análise de similaridade, as áreas de floresta inundáveis apresentam baixa similaridade entre si. Os padrões dos atributos reprodutivos foram similares em vários aspectos entre as matas do rio Araguari e do ribeirão do Panga. A mata do córrego do Glória apresentou padrões discrepantes das demais, possuindo dispersão exclusiva por animais, sendo 90% aves, predominância de indivíduos dióicos, baixa diversidade de polinizadores e alta proporção de polinizadores generalistas. Tais diferenças foram atribuídas como possíveis consequencia das características ambientais desses ecossistemas: ambientes naturalmente fragmentados e restritivos devido ao alagamento permanente e descontínuo ao longo dos cursos d´água. A mata do Glória apresentou tendência de menor diversidade funcional em relação às demais. Esse estudo indica que as características ambientais às quais determinam a estrutura e florística das florestas ribeirinhas também influenciam os padrões funcionais. Porém, estudos mais detalhados são necessários para compreender melhor a ecologia funcional desses ecossistemas e para contribuir para o manejo e conservação desses ambientes.
Abstract: The riparian forests classification as ciliar forest, swamp and non-swamp gallery forest is related to environmental differences that reflect in the floristic diversity of these ecosystems and, probably, influence the functional diversity. These environments, that have high ecological importance, have suffered with degradation caused by human activities and, therefore, restoration and management programs based on ecological communities attributes, including the functional diversity, are important for the conservation. The aims of this paper were: [1] investigate the floristic composition and structure of the swamp gallery forest of Glória stream (Uberlândia MG) and its floristic similarity with others swamp forests in the Cerrado Biome; [2] use reproductive attributes of three types of riparian forests to compare them as the functional diversity. We used the floristic data relating to three areas: ciliar forest of Araguari river, non-swamp gallery forest of Panga stream and the swamp gallery forest of Glória stream, located in Uberlândia, MG, Brazil. To data collection in Glória forest, we used the point-quarter sampling, were taken 70 points along spaced transect, adding 280 individuals with circumference ≥ 15 cm from 1,30 m of the ground. The floristic similarity analyses of 12 swamp forests was done using the Sørensen coefficient. To functional diversity comparisons, the species were classified into functional groups according to attributes reproductive categories (sexual system, dispersal system and pollinators). Differences of reproductive attributes patterns among areas were tested using contingency tables and functional diversity of the areas was calculated using Shannon s index. We found 36 species and 23 families in Glória forest and the Shannon diversity index was 2,67. The species richness and diversity found was similar to others swamp forest in Cerrado. Seven species dominant adding 78,4% of VI. The low diversity and dominance of few species is a feature of swamp forests that, because of restrictive environment imposed by flooding, show high selectivity for establishment of plant species. At similarity analyses, swamp forest areas presented low similarity among them.The patterns of reproductive attributes were similar in several aspects between forests of Araguari river and Panga stream. The Glória stream forest showed patterns differing from the other forests, with seed dispersal exclusively by animals (90% birds), predominantly dioecious individuals, low pollinator diversity and high proportion of generalist pollinators. These differences were attributed as a possible consequence of the environmental characteristics of these ecosystems: environments naturally fragmented and restrictive due to discontinuous and permanent flooding along the watercourses. Glória forest tended to lower functional diversity in relation to others. This study indicates that environmental characteristics which determine the structure and floristics of riparian forests also influence the functional patterns of these ecosystems. However, more detailed studies are needed to better understand the functional ecology of these ecosystems and to contribute to management and conservation of these environments.
Keywords: Grupos funcionais
Florestas ribeirinhas
Similaridade florística
Atributos reprodutivos
Functional groups
Riparian forests
Floristic similarity
Reproductive attributes
Comunidades vegetais
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Language: por
Country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Institution Acronym: UFU
Department: Ciências Biológicas
Program: Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais
Quote: BORGES, Mariana Prado. Floristic and functional diversity in riparian forests in Triangulo Mineiro, MG, Brazil. 2011. 77 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2011.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13351
Date of defense: 28-Jan-2011
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ecologia e Conservação de Recursos Naturais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diss Mariana.pdf1.6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.