Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13333
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Distribuição espacial e dinâmica temporal da alga epizoária Basicladia chelonum associada ao cágado Phrynops geoffroanus no rio Uberabinha, Minas Gerais
metadata.dc.creator: Zanelli, Helise Regina Rosa
metadata.dc.contributor.advisor1: Brites, Vera Lucia de Campos
metadata.dc.contributor.referee1: Pinese, José Fernando
metadata.dc.contributor.referee2: Calijuri, Maria do Carmo
metadata.dc.description.resumo: Foram realizados estudos de uma população de alga epizoária Basicladia chelonum sobre a carapaça do cágado Phrynops geoffroanus capturados em uma área urbana do rio Uberabinha, município de Uberlândia, MG (18°54 34,5"S e 48°18 20,4"W). Os trabalhos de campo foram realizados pela manhã, no meio e término de cada estação do ano, durante o período de agosto de 2004 a junho de 2005, totalizando oito coletas. A área foi caracterizada quanto à composição da flora das margens do rio, temperatura e umidade relativa do ar, intensidade luminosa e alguns parâmetros físicos e químicos da água. Foram capturados 320 indivíduos de Phrynops geoffroanus (205 fêmeas, 115 machos), sendo quarenta espécimes em cada coleta. Após a captura, os cágados foram transportados para o Setor de Répteis da Universidade Federal de Uberlândia, marcados individualmente, sexados e alojados em tanques de alvenaria. Em seguida, foram obtidos os dados morfométricos e as massas corpóreas. Os membros anteriores, posteriores, cabeça, pescoço, cauda, parte ventral dos escudos marginais da carapaça e plastrão dos cágados foram observados quanto à presença de algas. Na carapaça, quando presente, as algas foram plotadas em folhas de acetato e a área da cobertura algácea estimada através do programa de computador AutoCAD 2002. Amostras das algas foram coletadas por meio de raspagem superficial da carapaça e fixadas em formaldeído 4%. Para estudo da dinâmica de Basicladia chelonum foram analisadas características consideradas relevantes como: 1) presença de esporângios (>75% abundante, 25-50% freqüentes, <10% raros), 2) altura da planta (maior filamento) e 3) comprimento e diâmetro das células (basais, medianas e esporângios). Após a coleta das algas epizoárias, os espécimes de Phrynops geoffroanus foram reintroduzidos no mesmo local de captura. Para avaliar a correlação das variáveis ambientais durante o período de estudo e para a correlação dos dados ambientais com os parâmetros biológicos estudados, foi aplicado o coeficiente de correlação de Pearson (nível de significância 5%). Foram constatadas correlações da temperatura do ar com a temperatura da água, do oxigênio dissolvido com o pH e DQO, da precipitação com as concentrações de ferro e amônio, da condutividade elétrica com o pH, sólidos totais dissolvidos, turbidez e concentrações de nitrato, nitrito, ferro e amônio. Na área de estudo, o rio Uberabinha se encontra sob grande influência antrópica, provavelmente devido ao descarregamento de esgotos domiciliares e industriais provavelmente oriundos do córrego Tabocas. Em todas as coletas, ocorrências de algas epizoárias foram observadas em diferentes partes do corpo dos indivíduos de Phrynops geoffroanus. A porcentagem de cobertura algácea foi maior em setembro e menor nos meses de março e junho (F=2,28; p<0,05). A cobertura algácea também se diferenciou entre os sexos; os machos apresentaram maior porcentagem que as fêmeas (F=8,60; p<0,05). Ocorreu um maior número de indivíduos com algas nos escudos marginais posteriores (EMPs) e menor nos escudos marginais anteriores (EMA) e nos escudos marginais da ponte (EMP) (F=35,27; p<0,05). Foram observados esporângios em todas as amostras de algas analisadas, sendo estes mais abundantes nas algas coletadas em setembro (F=5,86; p<0,05) e nos escudos marginais anteriores (F=114,62; p<0,05), e mais raros nas coletas de agosto, outubro, março e junho (F=4,85; p<0,05) e nos escudos costais (EC), escudos marginais anteriores (EMPs) e nos escudos vertebrais (EV) (F=54,13; p<0,05). Os caracteres morfométricos das algas demonstraram que a sazonalidade não interferiu na dinâmica populacional de B. chelonum, embora tenha variado durante o período de estudo. Provavelmente, abrasão, turbulência, dessecação e concentração de nutrientes na água do rio podem estar interferindo na cobertura algácea, bem como no crescimento e desenvolvimento dessas algas nas diferentes partes da carapaça dos cágados.
Abstract: Studies were developed about a population of Basicladia chelonum epizoic algae over the Phrynops geoffroanus turtle carapace captures in an urban area of Uberabinha River, city of Uberlândia, MG (18°54 34,5"S e 48°18 20,4"W). The fieldwork was accomplished during the morning, in the middle and end of each season, from August 2004 to June 2005, totalizing eight samples. The area was distinguished about flora composition in the river s margins, temperature and relative air humidity, luminosity intensity and some physical and chemical water parameters. Three hundred and twenty Phrynops geoffroanus individuals were captured (205 female, 115 males), each collect with 40 individuals. After the capture, the turtles were transported to the Reptile Sector of Uberlândia s Federal University, they were marked individually, their sexes identified and sheltered in concrete tanks. After this procedure, morphometrical and corporeal mass data were taken, and the front and back limbs, head, neck, tail, ventral part of the carapace marginal shields and plastral of the turtle were observed about the presence of algae. In the carapace, when present, the algae were plotted in acetate sheets and the area of covering was estimated through Autodesk s AutoCaAD 2002 software help. Samples of algae were collected through superficial scratching of the carapace and fixed in formaldehyde at 4%. For the study of dynamics of Basicladia chelonum were analyzed characteristics considered relevant as: 1) presence of sporangium (>75% abundant, 25-50% frequent, <10%); 2) plant height (biggest fiber); and 3) length and diameter of cells (basal, medial and sporangium). After sampling of epizoic algae, the Phrynops geoffroanus individuals were reintroduced in the same capture point. Were encountered correlations between air temperature and water temperature, dissolved oxygen an pH and oxygen chemical demand, rain with concentration of iron, ammonium, total nitrogen, total phosphorus, electrical conductivity and pH, totals dissolves solids, obscureness and concentrations of nitrate, nitrite, iron and ammonium. The study area, the Uberabinha River is under great human influences, probably due to the unloading of domiciliary and industrials waste, mainly deriving of the Tabocas stream. In all the samples occurrences of epizoic algae were observed in different body parts of Phrynops geoofroanus individuals. The porcentage of algae coverage was higher in September and lower in the months of March and June (F=2,28; p<0,05). The algae coverage also was different between sex. The males showed more percentage of coverage than females (F=8,60; p<0,05). Occurred a high number of individuals with algae in the rear marginal scute and lower in the front scute and in the bridge marginal scute (F=35,27; p<0,05) were observed sporangium in the all the samples of analyzed algae. They were abundant in the algae collected in September (F=5,86; p<0,05) and in the front marginal shields (F=114,62; p<0,05), and rare in collections of August, October, March and June (F=4,85; p<0,05) and in the costal scute, rear marginal scute and in the vertebral scute (F=54,13; p<0,05). The morphometrical characters of the algae evidenced the seasonality does not interfered in the populational dynamics of Basciladia chelonum, although it had variated significantly during the study period. Probably, abrasion, turbulence, dissection and concentration of nutrients in the river s water could be interfering in the amount of algae coverage, also in the growing and developing of these in the different carapace parts of turtle.
Keywords: Phrynops geoffroanus
Basicladia chelonum
Algas epizoárias
Cobertura algácea
epizoic algae
Algae coverage
Algas
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais
Citation: ZANELLI, Helise Regina Rosa. Distribuição espacial e dinâmica temporal da alga epizoária Basicladia chelonum associada ao cágado Phrynops geoffroanus no rio Uberabinha, Minas Gerais. 2006. 69 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2006.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13333
Issue Date: 17-Feb-2006
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ecologia e Conservação de Recursos Naturais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
HRRZanelliDISSPRT.pdf1.72 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.