Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13331
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: O gênero Myrcia DC. (Myrtaceae) nos campos rupestres de Minas Gerais.
Alternate title (s): The genus Myrcia (DC.) (Myrtaceae) at the campos rupestres of Minas Gerais.
Author: Rosa, Priscila Oliveira
First Advisor: Romero, Rosana
First member of the Committee: Nakajima, Jimi Naoki
Second member of the Committee: Proenca, Carolyn Elinore Barnes
Summary: Myrtaceae é uma das famílias de angiospermas reconhecidamente abundantes em várias formações vegetacionais do Brasil, figurando sempre entre as famílias mais representativas nos inventários florísticos. A família encontra-se bem representada também nas diferentes fitofisionomias do bioma Cerrado, principalmente nos campos rupestres, figurando sempre entre as 10 famílias de maior riqueza nas áreas já inventariadas. O gênero Myrcia DC., um dos mais representativos da família, apresenta cerca de 400 espécies, sendo os estados de Minas Gerais e Goiás considerados os principais centros de distribuição. O presente estudo teve como objetivos levantar as espécies de Myrcia que ocorrem nos campos rupestres de Minas Gerais, fornecer diagnoses das espécies, chave de identificação para as espécies que ocorrem nos campos rupestres, bem como dados de ocorrência e de conservação dessas espécies no estado de Minas Gerais. O inventário das espécies foi realizado através da análise de aproximadamente 2.500 exsicatas de Myrcia depositados nos herbários BHCB, HUFU, MBM, OUPR, RB, SP, SPF e UEC. Coletas adicionais foram feitas nas Serras de Ouro Branco, Ouro Preto, Lavras Novas, Biribiri, Milho Verde, Conselheiro Mata, Diamantina, Mendanha, do Cabral, Cristália, Grão-Mogol e Botumirim. O gênero Myrcia encontra-se representado nos campos rupestres de Minas Gerais por 42 espécies, com doze delas apresentando distribuição ampla no estado, ocorrendo em praticamente todas as áreas de campo rupestre. Deste total 23 espécies ocorrem tanto em campo rupestre, como em cerrado s.s. ou formações florestais associadas aos campos rupestres, nove espécies ocorrem apenas em campo rupestre em Minas Gerais, e apresentam distribuição restrita a poucas áreas do estado, sendo por isso consideradas típicas destas áreas. Com relação ao estado de conservação, 26 espécies são relacionadas na categoria vulnerável, duas na categoria em perigo e duas na categoria criticamente em perigo. Apenas doze espécies enquadram-se na categoria baixo risco, por serem abundantes no ambiente e amplamente distribuídas nas serras mineiras.
Abstract: Myrtaceae is recognized for being one of the most abundant angiosperm family in greater part of brazilian vegetational formation, always appearing between the most representative families on the floristic surveys. The family is also well represented on the Cerrado s phytophysiognomies, mostly the campo rupestres , emerging between the 10 families with the highest richness at the already inventoried areas. Myrcia DC., one of the family most representative genus, shows about 400 species, with Minas Gerais and Goias states considered the main distribution center. This study has the purpose to catalog Myrcia s species that occur at Minas Gerais campos rupestres , providing diagnosis, occurrence and conservation data for the species from Minas Gerais state. The checklist were carried out amongst the analysis of nearly 2.500 exsicatas of Myrcia stored at BHCB, HUFU, MBM, OUPR, RB, SP, SPF and UEC herbaria. Additional collect were realized at the Ouro Branco, Ouro Preto, Lavras Novas, Biribiri, Milho Verde, Conselheiro Mata, Diamantina, Mendanha, Cabral, Cristália, Grão-Mogol and Botumirim slopes. Myrcia is represented at Minas Gerais campos rupestres for 42 species, twelve of this species has a vast distribution on the state, which arises practically all campos rupestres area. From this amount, 23 species crop up in campo rupeste , as in cerrado s.s. or in forest formations associated with campos rupestres physiognomy. Nine species occurs only in campo rupestre in Minas Gerais, and shows restrict distribution to a few areas in the state, cause of it they are considered typical of these areas. In reference of the conservation status, 26 species are related to the vulnerable category, two at the endangered and other two at the critically endangered categories. Only twelve species are included at the low risk category, for being abundant and well distributed at Minas Gerais slopes.
Keywords: Myrcia
Campos rupestres
Estado de conservação
Minas Gerais
Myrtaceae
Conservation status
Mirtácea
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Language: por
Country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Institution Acronym: UFU
Department: Ciências Biológicas
Program: Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais
Quote: ROSA, Priscila Oliveira. The genus Myrcia (DC.) (Myrtaceae) at the campos rupestres of Minas Gerais.. 2009. 84 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2009.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13331
Date of defense: 7-May-2009
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ecologia e Conservação de Recursos Naturais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Priscila.pdf889.51 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.