Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13306
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Asteraceae da Estação Ecológica do Panga, Uberlândia, Minas Gerais
metadata.dc.creator: Hattori, Eric Koiti Okiyama
metadata.dc.contributor.advisor1: Nakajima, Jimi Naoki
metadata.dc.contributor.referee1: Romero, Rosana
metadata.dc.contributor.referee2: Teles, Aristônio Magalhães
metadata.dc.description.resumo: O bioma Cerrado é considerado hoje um dos 25 hotspots para conservação do planeta devido ao seu alto grau de ocupação e exploração. Possui uma flora distinta, uma vez que é composta por vários tipos fisionômicos, desde formações campestres até florestais. O conhecimento da flora do bioma Cerrado é predominantemente sobre o estrato arbustivoarbóreo, enquanto que o componente herbáceo-subarbustivo mesmo sendo maior em proporção, é menos conhecido. Isto é evidenciado pelo número de trabalhos realizados nesse componente vegetacional. E a família Asteraceae, por ser uma família de grande riqueza neste bioma, e por possuir grande representatividade no estrato herbáceo-subarbustivo, ainda não tem muita representatividade quando se fala em divulgação de trabalhos sobre florística e fitogeografia. E mesmo os trabalhos com a família sobre florística, são em sua grande parte de campos rupestres dos estados de Minas Gerais, Bahia e Goiás. Para as áreas de cerrado esse tipo de trabalho ainda é escasso, assim como também estudos fitogeográficos. Dessa forma, o objetivo da presente dissertação é o de apresentar a lista de espécies da família Asteraceae da Estação Ecológica do Panga, Uberlândia, Minas Gerais. Além da lista, será apresentado também um tratamento sistemático para estas espécies, com uma chave de identificação, descrição morfológica de cada espécie, com comentários sobre a distribuição geográfica e a fitofisionomia de ocorrência. A abordagem fitogeográfica consiste na distribuição das espécies no Brasil e na América do Sul, e com isso, a detecção de alguns padrões de distribuição destas espécies. São apresentadas 98 espécies de Asteraceae nesta estação ecológica, pertencentes a 46 gêneros. Os gêneros Vernonia (20 spp.), Chromolaena (10 spp.) e Baccharis (8 spp.) foram as mais bem representadas na área de estudo. As fisionomias campestres e savânicas foram as que apresentaram maior número de espécies. Apesar da Estação Ecológica do Panga não apresentar nenhuma espécie nova para a ciência, duas espécies merecem atenção especial, Chromolaena brunneola e Chromolaena perforata, que possuem distribuição restrita ao estado de Minas Gerais. Grande parte das espécies ocorrem amplamente pelos estados do Centro-Oeste, além dos estados de São Paulo, Paraná e Bahia. E quando se fala em similaridade florística, pode-se dizer que a Estação Ecológica do Panga, no contexto da região do Triângulo Mineiro, possui uma tendência de maior afinidade com os estados de Minas Gerais e o Centro-Oeste, principalmente nas regiões sul e oeste do estado de Goiás. Isso concorda com alguns resultados já apresentados previamente para a família Asteraceae, ou mesmo para espécies do componente arbustivo-arbóreo no bioma Cerrado.
Abstract: The Cerrado biome is actually considered one of the 25 hotspots to conservation, due to its high level of occupation and exploration. It has a distinct flora, since it is composed by numerous kinds of physiognomies, since grassland until forest vegetation. The knowledge of the flora of Cerrado is predominantly woody,while the herbaceous component, although higher in proportion, is less known. This is evident by the low number of works realized in this component. The Asteraceae due to its high richness of species, and possess high representation in the herbaceous component of the biome, have not much works in floristic and phytogeography. Even thus, the studies in floristic are predominantly on campos rupestres of Minas Gerais, Goiás and Bahia states. To areas of cerrados, this kind of work is still scant, as the same of phytogeographic studies. Thus, the objective of this dissertation is present the list of species of Asteraceae from Panga Ecological Station, Uberlandia, Minas Gerais. Moreover, is presented a systematic treatment to these species, with a key of identification, morphologic description of each species, comment about geographic distribution, physiognomies where they occur and data about phenology. The phytogeographic approach consist on distribution of these species in Brazil and South America, and with this, to detect the patterns of distribution. 98 species in 46 genera of Asteraceae are presented, and Vernonia (20 spp.), Chromolaena (10 spp.) and Baccharis (8 spp), where the most representative genera in the study area. The grassland and savanic physiognomies presented the majority of species. Although the Panga Ecological Station don´t present none new species to science, two species deserve special attention. Chromolaena brunneola and Chromolaena perforata are restrict to Minas Gerais state. Majority of the species possess wide distribution along the Centro-Oeste region, Sao Paulo, Parana and Bahia states. When is talked about geographical floristic similarities, the Panga Ecological Station, in context of Triangulo Mineiro , has a tendency of higher affinity with the Minas Gerais and Centro-Oeste, mainly in south and west regions of Goias state. This agrees with some results presented previously to the Asteraceae, or even works of woody component in the Cerrado biome.
Keywords: Compositae
Florística
Brasil
Cerrado
Fitogeografia
Floristic
Brazil
Phytogeography
Ecologia vegetal
Compostas
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais
Citation: HATTORI, Eric Koiti Okiyama. Asteraceae da Estação Ecológica do Panga, Uberlândia, Minas Gerais. 2009. 180 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2009.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13306
Issue Date: 19-Feb-2009
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ecologia e Conservação de Recursos Naturais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
aEric Hattori.pdf3.45 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.