Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13280
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Fatores responsáveis pela presença de populações da mirmecófita tococa guianensis em áreas de cerrado sem formigas mutualistas obrigatórias
metadata.dc.creator: Neves, Alessandra Bartimachi
metadata.dc.contributor.advisor1: Vasconcelos, Heraldo Luis de
metadata.dc.contributor.referee1: Campos, Ricardo Ildefonso de
metadata.dc.contributor.referee2: Izzo, Thiago Junqueira
metadata.dc.contributor.referee3: Melo, Celine de
metadata.dc.contributor.referee4: Giaretta, Kátia Gomes Facure
metadata.dc.description.resumo: Neste estudo foram determinados os fatores que possibilitam a ocorrência de populações de Tococa guianensis em algumas áreas de Cerrado sem a presença de formigas mutualistas obrigatórias. Mais especificamente, foi investigada (1) a influência dos tricomas e das formigas oportunistas e obrigatórias sobre a herbivoria foliar de T. guianensis, (2) se a pressão de herbivoria sobre T. guianensis difere entre locais com e sem a presença da formiga obrigatória e se (3) existe um investimento diferencial em defesas não bióticas (concentração de tanino, densidade de tricomas, e dureza das folhas) entre plantas originadas de locais com e sem a presença de parceiros mutualistas obrigatórios. Também foi avaliado se traços da planta relacionados ao mutualismo (tamanho das domácias) são alterados em função da ausência do parceiro mutualista. Além disso, foi avaliado o fator que limita a ocorrência da formiga obrigatória Allomerus octoarticulatus em algumas áreas do Cerrado. O estudo foi realizado em três locais no Brasil central, sendo dois deles Aragarças (ARA) em Goiás, Cachoeira da Fumaça (CACHO) no Mato Grosso e Uberlândia (UDI) em Minas Gerais. Para avaliar o efeito dos tricomas e das formigas foi desenvolvido um experimento fatorial em duas populações com formigas obrigatórias (A. octoarticulatus) em ARA e CACHO e uma sem a presença da formiga obrigatória em UDI. Para avaliar se a pressão de herbivoria difere entre locais com e sem a presença da formiga associada e se existe um investimento em defesas não bióticas foi feito um experimento de transplante recíproco com plântulas originadas de locais que a espécie ocorre com e sem o parceiro mutualístico. Além disso, também foram feitas medições morfológicas das domácias das diferentes populações. Para saber qual fator biótico e/ ou abiótico impede a ocorrência da formiga em UDI foi comparada a sobrevivência e o tamanho das colônias de rainhas de A. octoarticulatus sobreviventes em ARA e em UDI depois de um período de seis meses. Os tricomas afetaram a herbivoria em todas as três populações, mas as diferenças na herbivoria entre as plantas com ou sem tricomas foi relativamente pequena. Formigas oportunistas não afetaram a taxa de herbivoria em UDI. A formiga obrigatória teve um forte efeito sobre a taxa de herbivoria em ARA, mas surpreendentemente, não em CACHO. Todas as plântulas transplantadas, independente da origem, foram mais atacadas em ARA do que em CACHO e UDI. Em UDI, as plântulas foram menos danificadas do que nos demais locais. A população de UDI apresentou maior conteúdo de tanino, tanto na fase adulta quanto na de plântulas. A densidade de tricomas também diferiu entre os locais, ARA apresentou mais tricomas do que os demais locais e os indivíduos de CACHO apresentaram maior dureza foliar do que ARA e UDI. A sobrevivência de rainhas de A. octoarticulatus foi menor em UDI do que em ARA, mas a diferença dependeu do número de rainhas que colonizaram a planta. No entanto, o tamanho das colônias das rainhas sobreviventes até o final do experimento não diferiu entre os locais. De modo geral, os resultados deste estudo sugerem que T. guianensis conta com mais de uma estratégia de defesa contra os insetos herbívoros e esta plasticidade de defesas pode estar favorecendo a ocorrência da população em locais em que a espécie ocorre sem a presença da formiga obrigatória. Já a ausência de A. octoarticulatus em UDI parece estar mais relacionada com a capacidade de dispersão das rainhas e a distância da fonte de rainhas do que com as condições abióticas do local.
Abstract: This study determined the factors that enable the occurrence of populations Tococa guianensis in some areas the Cerrado without obligate ants. More specifically, it was investigated (1) influence of trichomes, opportunistic and obligate ants on leaf herbivory T. guianensis, (2) the pressure of herbivores on T. guianensis differs between these locations and (3) there is a differential investment (tannin concentration, trichomes of density and leaves toughness) between plants from sites with and without obligate ants. It was also assessed whether traits related to mutualism plant (domatia size) are changed due to the lack of mutual partner. Furthermore, we evaluated the factor limiting the occurrence of obligate ants Allomerus octoarticulatus in some sites in do Cerrado. This study was realized in three locations in central Brazil, two of them Aragarças (ARA) in Goiás, Cachoeira da Fumaça (CACHO) in Mato Grosso and Uberlândia (UDI) in Minas Gerais. The effect of trichomes and ants was assessed by a factorial experiment in two populations with obligate ants (A. octoarticulatus) in ARA and CACHO and in an absence of obligate ants in UDI. To investigate the effect if the pressure of herbivory differs between sites with and without associated ant and if there is an investment non-biotic defense was made a reciprocal transplant experiment with seedling originated from sites where the species occurs with and without the mutualistic partner. Moreover, it was also made morphological measurements of domatia different populations. To know which biotic and/or abiotic factor limits the occurrence of ant in UDI was compared to the survival and queen s size of A. octoarticulatusin ARA and in UDI after six months. The trichomes affected herbivory in all three populations, but the differences between herbivory in plants with or without trichomes was relatively small. Opportunistic ants did not affect herbivory rate in UDI. Obligate ants had a strong effect on the herbivory rate in ARA, but surprisingly, not in CACHO. All seedling transplanted, regardless of source, were attacked in more in ARA than CACHO and UDI. In UDI plants were less damaged than in other places. The UDI population showed higher tannin content both in adult and in seedling. The trichomes density also differed between sites, ARA had more trichomes than other places and individuals CACHO showed higher leaf toughness than ARA and UDI. The survival of queen s A. octoarticulatus was lower in UDI than in ARA, but the difference depended on the number of queens that colonized the plant. However, the size of the colonies of queens surviving until the end experiment did not differ between sites.Overall, the results of this study suggest that T. guianensis has more of a defense strategy against herbivory insects and this plasticity defenses maybe favoring the occurrence of local population without the presence ofobligate ants. The absence of A. octoarticulatus in UDI seems to be more related to dispersal ability of queens and distance from local that queens occurs in greater quantities than with abiotic conditions sites.
Keywords: Herbivoria
Tricomas
Tanino foliar
Colonização
Transplante recíproco
Herbivory
Trichomes
Leaf tannin
Colonization
Reciprocal transplant
Formigas
Relação inseto-planta
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais
Citation: NEVES, Alessandra Bartimachi. Fatores responsáveis pela presença de populações da mirmecófita tococa guianensis em áreas de cerrado sem formigas mutualistas obrigatórias. 2014. 73 f. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2014.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13280
Issue Date: 14-Jul-2014
Appears in Collections:TESE - Ecologia e Conservação de Recursos Naturais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FatoresResponsaveisPresenca.pdf1.96 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.