Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12919
Document type: Tese
Access type: Acesso Aberto
Title: Anatomia óssea da cintura pelvina, estilopódio e zeugopódio e muscular da cintura pelvina e estilopódio de caiman crocodilus
Alternate title (s): Bone anatomy of the pelvic girdle, stylopod and zeugopod of the caiman crocodilus
Author: Romão, Mariluce Ferreira
First Advisor: Santos, André Luiz Quagliatto
First member of the Committee: Silva, Daniela Cristina de Oliveira
Second member of the Committee: Vieira, Lucélia Gonçalves
Third member of the Committee: Silva, Zenon
Fourth member of the Committee: Cardoso, Júlio Roquete
Summary: CAPÍTULO II: Objetivou-se identificar a anatomia óssea da cintura pelvina estilopódio e zeugopódio do Caiman crocodilus, partindo do pressuposto, que tais informações contribuem para aprimorar o conhecimento acerca do aparelho locomotor desses animais. Foram utilizados quatro exemplares de C. crocodilus, machos, medindo em média de 1,50 m de comprimento, adultos, pertencentes ao acervo didático do Laboratório de Ensino e Pesquisa em Animais Silvestres (LAPAS), da Universidade Federal de Uberlândia, encontrados fixados em formol a 10%. Foi realizada a dissecação, iniciada com uma incisão longitudinal, ao longo da linha mediana ventral do tronco, rebatendo-se a pele lateralmente, da região cervical até o nível caudal toracolombar, possibilitando a retirada das vísceras em bloco. Na sequência, foram desarticulados do tronco, a cintura pelvina, o estilopódio e o zeugopódio, passando por processo de maceração com fervura, e submersão em peróxido de hidrogênio a 20 volumes, até a clarificação satisfatória, para a identificação e descrição dos acidentes ósseos. Foi identificada uma cintura pelvina com três constituintes ósseos: ílio, ísquio e pube. O ílio, em localização dorsolateral, é constituído por uma asa e um corpo. O ísquio, localizado ventrolateralmente e caudal, é constituído por um corpo, um ramo e uma tábula com maior extensão caudal. O pube, com localização ventral e cranial, é constituído por um corpo, um ramo, e uma tábula em maior extensão cranial. O estilopódio é constituído pelo fêmur, com destaque para o quarto trocanter mais proeminente nos répteis fósseis. O zeugopódio é constituído pela tíbia com maior diâmetro, localizada medialmente, e a fíbula, com diâmetro menor, localizada lateralmente. O C. crocodilus apresenta maior similaridade com os arcossauros viventes, tendo em vista o comportamento locomotor que define e explica, em grande parte, as adaptações ao processo evolutivo, bem como, a influência dos hábitos ancestrais terrestres, e atualmente, os Crocodylia semi-aquáticos. CAPÍTULO III: Objetivou-se estudar estudar a anatomia muscular da cintura pelvina e estilopódio do Caiman crocodilus, acrescido de correlações cinesiológicas, e homologia em alguns grupos de tetrápodes, partindo do pressuposto, que tais informações podem contribuir para aprimorar o conhecimento acerca do aparelho locomotor destes animais. Foram utilizados quatro exemplares de C. crocodilus, fixados em formol a 10%, machos, medindo em média 1,50 m de comprimento, adultos, pertencentes ao acervo didático do Laboratório de Ensino e Pesquisa em Animais Silvestres, da Universidade Federal de Uberlândia. Foi realizada a dissecação, iniciada com um uma incisão longitudinal, ao longo da linha mediana ventral do tronco, rebatendo-se a pele lateralmente, até a cauda. Na sequência, foram individualizados e identificados os músculos da cintura pelvina, e estilopódio do C. crocodilus, com sequente verificação de suas respectivas origens e inserções musculares. Em vista lateral e superficial foram identificados os músculos puboisquiofemoral interno 2, grupo iliotibial (cabeças 1, 2 e 3), e músculo iliofibular. Em vista lateral e profunda (Quadro 2) foram identificados os músculos femorotibial externo e iliofemoral. Em vista medial e superficial foram identificados o grupo ambiens (cabeça 1 e 2), músculo puboisquiofemoral interno 1, grupo puboisquiofemoral externo (cabeças 1, 2 e 3), músculo adutor femoral 1, puboisquiotibial, flexor tibial interno (cabeças 1 e 2), flexor tibial externo, e grupo caudofemoral (longo e curto). Em vista medial e profunda foram identificados o músculo puboisquiofemoral interno 1, adutor femoral 2, flexor tibial interno 3, e isquiotrocantérico. A anatomia muscular da cintura pelvina e estilopódio do Caiman crocodilus confirma a diversidade morfológica, no que refere à maior responsabilidade direcionada para as atividades funcionais, por apresentar diferenças, inclusive com os Crocodylia viventes. O grupo puboisquiofemoral externo foi considerado com maior similaridade entre as comparações, e o grupo flexor tibial interno, o mais diverso. Adaptações funcionais devido à evolução acontecem, com tendência a minimizar e redirecionar funções.
Abstract: CHAPTER II: The objective was to identify the pelvic girdle, stylopod and zeugopod bone anatomy of the Caiman crocodilus, assuming that such information contributes to improve the knowledge about the locomotor system of these animals. Four samples of the C. crocodilus, males, measuring an average length of 1,50m, adults belonging to the didactic collection of the Laboratory of Education and Research of Wild Animals (Laboratório de Ensino e Pesquisa em Animais Silvestres - LAPAS), from the Federal University of Uberlândia (Universidade Federal de Uberlândia), already set in 10% formalin, were used. The dissection was performed, initiating with a longitudinal incision, along the ventral median line of the trunk, folding the skin laterally, from the cervical region to the caudal thoracolumbar level, allowing the removal of the viscera en bloc. In the following, the pelvic girdle, the stylopod and zeugopod were disarticulated from the trunk, going through a maceration process with boiling and submersion in hydrogen peroxide at 20 volumes, until satisfactory clarification, for the identification and description of the bone features. A pelvic girdle was identified with three bony constituents: ilium, ischium and pubis. The ilium, with dorsolateral localization, is constituted by a wing and a body. The ischium, localized ventrolaterally and caudal, is constituted by a body, a ramus and a slate with a larger caudal extension. The pubis, with ventral and cranial placement, is constituted by a body, a ramus and a slate with larger cranial extension. The stylopod consists of the femur, with emphasis to the fourth trochanter most prominent in fossil reptiles. The zeugopod consists of the tibia with larger diameter, located medially, and the fibula, with smaller diameter, located laterally. The C. crocodilus presents larger similarity with living archosaurs, in view of the locomotor behavior that defines and explains, in large part, the adaptations to the evolutionary process, as well as the influence of habits from terrestrial ancestrals, and currently, the semiaquatic Crocodylia. CHAPTER III: The objective was to study the muscular anatomy of the pelvic girdle and stylopod of the Caiman crocodilus, augmented of kinesiological correlations, and homology in some groups of tetrapods, under the assumption that such information can contribute to improve the knowledge about the locomotor system of these animals. Four samples of the C. crocodilus, set in 10% formalin, males, measuring an average length of 1,50m, adults belonging to the didactic collection of the Laboratory of Education and Research of Wild Animals (Laboratório de Ensino e Pesquisa em Animais Silvestres), from the Federal University of Uberlândia (Universidade Federal de Uberlândia), were used. The dissection was performed, initiating with a longitudinal incision, along the ventral median line of the trunk, folding the skin laterally, until the tail. Next, the muscles of the pelvic girdle and stylopod of the C. crocodilus were individualized and identified, with verification of the respective muscular origins and insertions. In a lateral and superficial view, there was the identification of the internal puboischiofemoral muscle 2, iliotibial group (heads 1, 2 and 3), and iliofibular muscle. In a deep lateral view (Table 2) the external femorotibial and iliofemoral muscles were identified. In a superficial and medial view, there was the identification of the ambiens group (head 1 and 2), internal puboischiofemoral muscle 1, external puboischiofemoral group (heads 1, 2 and 3), femoral adductor muscle 1, puboischiotibial, internal tibial flexor (heads 1 and 2), external tibial flexor, and caudofemoral group (long and short). In a deep medial view, the internal puboischiofemoral muscle 1, femoral adductor 2, internal tibial flexor 3, and ischiotrochanteric muscles were identified. The muscular anatomy of the pelvic girdle and stylopod of the Caiman crocodilus confirms the morphological diversity, in terms of greater responsibility directed to functional activities, for presenting differences, including with the living Crocodylia. The external pubioischiofemoral group was considered the most similar in the comparisons, and the internal tibial flexor group, the most diverse. Functional adaptations due to evolution happen, with tendency to minimize and redirection functions.
Keywords: Esqueleto
Jacaré tinga
Morfologia
Estilopódio
Músculos
Skeleton
Spectacled caiman
Morphology
Stylopod
Muscles
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA
Language: por
Country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Institution Acronym: UFU
Department: Ciências Agrárias
Program: Programa de Pós-graduação em Ciências Veterinárias
Quote: ROMÃO, Mariluce Ferreira. Bone anatomy of the pelvic girdle, stylopod and zeugopod of the caiman crocodilus. 2015. 42 f. Tese (Doutorado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12919
Date of defense: 27-Nov-2015
Appears in Collections:TESE - Ciências Veterinárias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AnatomiaOsseaCintura.pdf1.89 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.