Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12876
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Efeitos da hidroginástica na pressão arterial sistêmica, em variáveis metabólicas e na composição corporal em mulheres saudáveis com sobrepeso ou obesidade
metadata.dc.creator: Borges, Arituza Tosta
metadata.dc.contributor.advisor1: Resende, Elmiro Santos
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo investigou os efeitos da hidroginástica na pressão arterial sistêmica, em variáveis metabólicas e na composição corporal em mulheres saudáveis com sobrepeso ou obesidade. A amostra contou com 21 voluntárias, divididas em dois grupos assim denominados: grupo experimental (n=10, 41,9 + 3,5 anos) que participou do programa de hidroginástica, e grupo controle (n=11, 43,2 + 3,4 anos). Todas eram previamente sedentárias, clinicamente saudáveis, e tinham teste ergométrico, exame hematológico e bioquímica de sangue considerados normais. Os critérios de exclusão foram alcoolismo, tabagismo, pósmenopausa, ciclo menstrual irregular e uso de medicamento capaz de influenciar as variáveis analisadas. O programa de hidroginástica teve duração de treze semanas, com aulas de cinqüenta minutos, de intensidade moderada e repetida três vezes por semana. Os grupos foram comparados antes e após o período de treinamento quanto ao comportamento da pressão arterial sistêmica, lípides, fibrinogênio, nitrito e cortisol plasmáticos, peso corporal e índice de massa corpórea. Para análise estatística foram utilizados os testes t de Student, U de Mann-Whitney ou Wilcoxon, considerando-se significantes valores de p<0,05. Ao final da intervenção foi observada redução da pressão arterial sistólica no grupo experimental, aumento da pressão arterial diastólica no grupo controle e redução no grupo experimental quando da comparação entre os grupos. Houve ainda diminuição da pressão arterial média no grupo experimental, também identificada na comparação entre os grupos. Também foi observado aumento significativo dos níveis plasmáticos de fibrinogênio no grupo experimental. Esses resultados sugerem que a prática regular de atividade física aeróbica, do tipo hidroginástica, exerce papel ativo na modulação da pressão arterial sistêmica. A alteração detectada no fibrinogênio merece maiores investigações nesse grupo especial de indivíduos.
Abstract: The current study has researched the effects of hidrogymnastic on systemic blood pressure, on metabolic variables as well as on the body structure of healthy women who are overweighted or obese. There have been twenty one volunteers for this study split into two groups: experimental group (n=10, 41,9 + 3,5 years), the ones who joined the hidrogymnastic program and control group (n=11, 43,2 + 3,4 years). All of them had previously sedentary life, were clinically healthy, underwent physical test, had blood test and blood biochemic, all of the above have been considered normal. The following have been excluded: alcoholism, tobaccoism, post menopause, unbalanced menstrual period and the use of medications potentially able to change the variable studied. The hidrogymnastic program lasted thirteen weeks with fifty minutes class, with moderate intensity and repeated three times a week. The groups have been compared to each other before and after the training period, they have compared regarding the systemic blood pressure, plasmatic levels of lipids, fibrinogen, nitrite and cortisol, corporal weight and body mass index. As statistics data the test t for Student, U for Mann-Whitney or Wilcoxon were used considering significant value of p=0,05. At the end of the hidrogymnastic period there was as well decreasing of the systolic pressure in the experimental group. Similar result was noted in the mean blood pressure also found when comparing both group. The diastolic pressure was more elevated at the end of the study in the control group and decreased in the experimental group when comparing both groups. It was also noted significant increasing on the plasmatic levels of fibrinogen in the experimental group. These results show that regular physical aerobic exercise, such as, hidrogymnastic, has an important role on the systemic blood pressure control. The changes found on the fibrinogen deserves special attention and investigation on this special group of individuals.
Keywords: Hidroginástica
Obesity
Blood pressure
Hidrogymnastic
Exercícios físicos aquáticos
Pressão arterial
Obesidade
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Citation: BORGES, Arituza Tosta. Efeitos da hidroginástica na pressão arterial sistêmica, em variáveis metabólicas e na composição corporal em mulheres saudáveis com sobrepeso ou obesidade. 2007. 77 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2007.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12876
Issue Date: 25-Oct-2007
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tuza.pdf425.54 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.