Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12874
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Repercussões imediatas nas provas de função pulmonar no pós-operatório de indivíduos com obesidade grau II e mórbida submetidos à cirurgia de redução gástrica por celiotomia ou videolaparoscopia
metadata.dc.creator: Cardoso Filho, Geraldo Magela
metadata.dc.contributor.advisor1: Diogo Filho, Augusto
metadata.dc.description.resumo: A obesidade é atualmente a doença crônica mais comum nos países desenvolvidos e está associada às mais graves e mórbidas situações clínicas, incluindo os distúrbios respiratórios que podem ser agravados por procedimentos cirúrgicos e assim aumentando a permanência hospitalar. A redução gástrica para tratamento da obesidade tem sido considerada, após 45 anos de estudo, uma das opções para o controle eficaz e duradouro na redução de peso corporal. Para identificar e quantificar o impacto da abordagem cirúrgica sobre a função pulmonar na gastroplastia por celiotomia (GC) e videolaparoscopia (GV), foram avaliados 17 pacientes candidatos à gastroplastia pela técnica de Capella, por celiotomia (8 mulheres e 9 homens) com média de idade de 32±9,8 anos, média de IMC de 47±7,2Kg/m2 e 20 pacientes por abordagem videolaparoscópia (13 mulheres e 7 homens) com média de idade de 35±9,6anos, média de IMC de 44±5,9Kg/m2. Esses pacientes foram submetidos à espirometria , oximetria de pulso e monitorização da freqüência respiratória (FR) antes e após a cirurgia até a 30ª hora e avaliação da dor pela escala visual analógia modificada após a espirometria. Quanto aos resultados no pré-operatório, todos os pacientes apresentaram provas de função pulmonar normais. Observou-se que do pré para o pós-operatório houve reduções significativas de 38,53% na capacidade vital forçada (CVF), 39,11% do volume expirado no primeiro segundo (VEF1) e 37% do pico de fluxo expiratório (PFE) no grupo GC e reduções também significativas de 38,37% de CVF, 35,53% de VEF1 e 41,57% de PFE no grupo GV. A freqüência respiratória apresentou aumento médio com significância estatística de 16,98% e 14,79% respectivamente nos grupos GC e GV. A redução média da saturação de oxigênio não foi significativa nos dois grupos.O tempo cirúrgico foi de 179 minutos para o grupo GC e 163 minutos para o grupo GV e os escores de dor foram de 3,58 para o grupo GC e 3,40 para o grupo GV. Os resultados obtidos neste estudo nos permitem concluir que indivíduos com obesidade grau II e mórbida apresentaram espirometrias normais no pré-operatório e que ao se submeterem à gastroplastia pela técnica de Capella por celiotomia ou por videolaparoscopia, apresentaram um padrão espirométrico de restrição pulmonar no pós-operatório imediato.
Abstract: Obesity is the most common chronic disease in developed countries and is associated to the most severe and morbid clinical situations, including respiratory disturbances that can be aggravated by surgical techniques, increasing the hospitalar permanence. The gastric reduction has been considered, after 45 years of study, the only efficient and lasting method in body weight reduction. To identify and quantify the impact of surgical method in pulmonary function considering the laparotomy and videolaparoscopy approaches, 37 patients were submitted to the gastroplasty by technique; 17 of them (8 woman and 9 man) by laparotomy (age and BMI means of 32±9,8 years and 47±7,2Kg/m2, respectively) and 20 (13 woman and 7 man) by videolaparoscopy (age and BMI means of 35±9,6 years and 44±5,9 Kg/m2, respectively). All of them were submitted to espirometry, blood gas transcutaneous (oximetry) and respiratory frequency monitoring before and after surgery (until the 30th hour) and were also evaluated by a modified pain visual analogic scale at the espirometry. In pre-operatory, all patients presented normal pulmonary function tests. We observed a significant mean reduction of 38.53% in Forced Vital Capacity (FVC), 39.11% in Forced Expiratory Volume in 1 second (FEV1) and 37% in Expiratory Peak Flow (PFE) in laparotomy group (LG). In the videolaparoscopy group (VG) there was a mean reduction of 38.37% in FVC, 35.53% in FEV1 and 41.57% in PFE. The respiratory frequency had a mean increase of 16.98 and 14.79% in LG and VG respectively, both with statistic significance. The mean reduction in oximetry was not statistically significant in both groups. The mean operating time was 179 minutes in LG and 163 minutes in VG. Pain scores were 3.58 in LG and 3.40 in VG. Based on these results, we concluded that the patients with degree 2 and morbid obesity presented normal espirometry values in pre-operatory and, after being submitted to gastroplasty by the surgical technique (laparotomy or videolaparoscopy), they developed an espirometric compatible with pulmonary restriction in early post-operatory.
Keywords: Provas de função pulmonar
Obesidade
Cirurgia de Capella
Pulmonary function tests
Obesity
Bariatric surgery
Aparelho digestivo - Cirurgia
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Citation: CARDOSO FILHO, Geraldo Magela. Repercussões imediatas nas provas de função pulmonar no pós-operatório de indivíduos com obesidade grau II e mórbida submetidos à cirurgia de redução gástrica por celiotomia ou videolaparoscopia. 2007. 69 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2007.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12874
Issue Date: 28-May-2007
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GMCFilhoDISPRT.pdf1.34 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.