Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12849
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Embargado
Title: Quantificação de mastócitos envolvidos no desenvolvimento da nefropatia diabética e os efeitos da inibição do sistema Renina-Angiotensina-Aldosterona (SRAA)
metadata.dc.creator: Morais, Richarlisson Borges de
metadata.dc.contributor.advisor1: Ferreira Filho, Sebastião Rodrigues
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Balbi, Ana Paula Coelho
metadata.dc.contributor.referee1: Oliva, Samara Urban de
metadata.dc.description.resumo: O diabetes mellitus tipo 1 (DM1) é um distúrbio metabólico caracterizado por elevados níveis glicêmicos, resultante de defeitos na secreção da insulina. A hiperglicemia estimula uma produção aumentada de renina renal e consequentemente, diante dos efeitos da ação tecidual da Angiotensina II, tem-se um importante mediador das alterações fisiopatológicas da Nefropatia Diabética (ND). A inibição farmacológica do Sistema Renina-Angiotensina- Aldosterona (SRAA) tem sido amplamente estudada e vem se mostrando como um aliado ao tratamento da ND. Há indícios de que os mastócitos, células originalmente envolvidas nas reações alérgicas, liberem inúmeros mediadores e citocinas que estejam também relacionados a ND. Utilizou-se ratos Wistar divididos em seis grupos experimentais: Controle (C) - sem diabetes; Sham (S) - sem diabetes com simulação de tratamento; Controle Diabético (CD) - com DM; Enalapril (EN) - diabéticos tratados com enalapril; Losartan (LO) - diabéticos tratados com losartan; Alisquereno (AL) - diabéticos tratados com alisquereno. Após 90 dias de tratamento, os animais foram colocados em gaiolas metabólicas por 24 horas para coleta de urina e, posteriormente, de sangue, para análises bioquímicas e de função renal, em seguida sacrificados e seus rins coletados para estudos morfológicos e histoquímicos. A glicemia pósindução e final dos animais diabéticos, bem como o volume urinário, foram significativamente maiores que os valores apresentados pelos não-diabéticos. Não houve alterações significativas nos níveis de sódio e potássio plasmáticos, mas todos animais diabéticos apresentaram aumento de uréia plasmática e aumento da relação entre peso do rim e peso do corpo (com exceção do AL), em relação aos grupos C e S. A porcentagem de colágeno cortical foi maior nos grupo CD, quando comparado aos grupos C e S, e EN, em relação ao grupo S. Os bloqueadores do SRAA preveniram ou minimizaram alterações em parâmetros como áreas do corpúsculo renal (EN), tufo glomerular (EN) e espaço capsular, além da TFG (AL) e EUA (EN). O tratamento com AL preveniu o aumento no número de mastócitos íntegros e degranulados, alteração constatada nos rins dos demais animais diabéticos. Constatou-se que o tratamento com bloqueadores do SRAA preserva a função renal (AL) e reduz a EUA (EN) em diabéticos, por minimizarem determinadas mudanças estruturais glomerulares induzidas pelo diabetes, além de reduzirem (AL) o número de mastócitos no parênquima renal, sugerindo que essas células possam estar envolvidas na fisiopatogenia da ND.
Abstract: Type 1 diabetes mellitus (DM1) is a metabolic disorder characterized by high blood glucose levels resulting from insulin secretion defects. Hyperglycemia stimulates an increased production of renal renin and consequently, due the tissue action effects of Angiotensin II, there is an important mediator of the DN pathophysiological changes. Pharmacological inhibition of the renin-angiotensin-aldosterone system (RAAS) has been widely studied and is proving to be an ally to DN treatment. There is evidence that mast cells, originally cells involved in allergic reactions, release a number of mediators and cytokines that are also related to DN. Wistar rats were divided into six groups: control (C) - without DM; Sham (S) without DM with dummy treatment; Diabetic control (CD) with DM; Enalapril (EN) diabetics treated with enalapril; Losartan (LO) diabetics treated with losartan; Aliskiren (AL) diabetics treated with aliskiren. After 90 days of treatment, animals were placed in metabolic cages during 24 hours for urine collection and later, blood collection for biochemical analysis and renal function. Then the kidneys were removed for morphological and histochemical studies and the animals were euthanized. Post-induction and final glycemia in diabetic animals were significantly higher than the values presented by non-diabetic animals. There were no significant changes in sodium and potassium plasma levels, but all diabetic animals showed increased plasma urea and increased kidney weight and body weight ratio (except AL) compared to C and S groups. The cortical collagen percentage was higher in CD group when compared to C and S groups, and EN group compared to S group. RAAS blockers prevented or minimized parameters changes such as areas of the renal corpuscle (EN), renal glomerulus (EN) and capsular space, also GFR (AL) and AUE (EN). Treatment with AL prevented the increase in the number of intact, degranulated and total mast cells, alteration observed in the kidneys of diabetic animals. It was found that treatment with RAAS blockers preserve renal function (AL) and reduces AUE (EN) in diabetics by minimizing some glomerular structural changes induced by DM, in addition to reducing (AL) the mast cells number in renal parenchyma, suggesting that these cells may be involved in the pathogenesis of DN.
Keywords: Diabetes mellitus experimental
Mastócitos
Sistema renina-angiotensina-aldosterona
Experimental diabetes mellitus
Mast cells
Renin-angiotensin-aldosterone system
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Citation: MORAIS, Richarlisson Borges de. Quantificação de mastócitos envolvidos no desenvolvimento da nefropatia diabética e os efeitos da inibição do sistema Renina-Angiotensina-Aldosterona (SRAA). 2015. 52 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12849
Issue Date: 14-Dec-2015
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
QuantificacaoMastocitosEnvolvidos.pdf8.99 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.