Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12836
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Avaliação da estratégia multimodal de melhoria da higienização das mãos da organização mundial de saúde em um hospital universitário brasileiro
metadata.dc.creator: Pereira, Eliana Borges Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: Jorge, Miguel Tanús
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Dolinger, Elias José Oliveira Von
metadata.dc.contributor.referee1: Oliveira, Cristina da Cunha Hueb Barata de
metadata.dc.contributor.referee2: Diogo Filho, Augusto
metadata.dc.description.resumo: As infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS) representam um grande risco para a segurança do paciente e causam um impacto econômico significativo sobre os sistemas de saúde no mundo todo. A higienização das mãos (HM) é considerada a medida de maior impacto e menos dispendiosa para prevenir e controlar as IRAS, uma vez que evita a transmissão cruzada de microrganismos. Este estudo objetivou avaliar a efetividade da estratégia multimodal de HM da Organização Mundial de Saúde (OMS) em um hospital universitário brasileiro. Trata-se de um estudo ecológico, prospectivo, do tipo pré e pós-intervenção, realizado entre dezembro de 2012 e outubro de 2013. Os dados foram coletados por observação direta e emprego de instrumento autoaplicável aos profissionais de saúde de sete unidades de internação: Unidade de Terapia Intensiva para Adultos (UTIA), Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTIP), Setor de Transplante Renal (SETRAN), Clínica Médica (CM), Clínica Cirúrgica 1 (CC1), Clínica Cirúrgica 2 (CC2), Unidade de Queimados (UQ). Foram avaliadas as taxas de IRAS, a adesão à HM e o conhecimento e percepção dos profissionais de saúde em relação às IRAS e HM. Foram observadas 2.297 oportunidades para HM. A adesão foi de 54,86% no período pré-intervenção e de 51,02% após a intervenção (p>0,05). Não encontramos relação direta das taxas de adesão à HM com as IRAS. Uma das falhas detectáveis na forma de implantação foi a não utilização do feedback das taxas de IRAS e do teste de conhecimento para os profissionais de saúde. Conclui-se que a implantação da estratégia multimodal de melhoria da HM da Organização Mundial de Saúde não é necessariamente efetiva.
Abstract: Healthcare-associated infections (HAIs) represent a great risk factor to patient well-being, which in turn brings a significant economic factor onto health services worldwide. Hand hygiene (HH) is considered a high impact measure with the least expense incurred when it comes to controlling infections related to health care, as it avoids the cross transmission of microorganisms. This study aimed to evaluate the effectiveness of the multimodal strategy to improve the HH from the World Health Organization (WHO) in a Brazilian University hospital. This is an ecological study, prospective, pre and post-intervention type, conducted between December 2012 and October 2013. Data were collected by direct observation and employment self-administered instrument to health professionals from seven inpatient units: Adult Intensive Care Unit (AICU), Pediatric Intensive Care Unit (PICU), Kidney Transplant Sector (SECTRAN), Internal Medicine (IM), Clinical Surgery 1 (SC1), Clinical Surgery 2 (SC2), Burn Unit (BU). HAI rates were evaluated, joining the HM and the knowledge and perception of health professionals in relation to IRAS and HM. There were 2.297 hand hygiene opportunities observed. The adherence rate was of 54.86% during the pre-intervention period and 51.02% for post-intervention (p>0.05). The authors did not find any direct relationship between the rates of adherence of hand hygiene with infections related to health care. One of the failures detected in the implementation design, was the fact that feedback of infection rates related to health care did not include that of health care professionals. It is concluded that the implementation of the multimodal strategy to improve the HM the WHO is not necessarily effective.
Keywords: Infecções relacionadas à assistência à saúde
Estratégia multimodal
Higienização das mãos
Profissional de saúde
Healthcare-associated infections
Multimodal strategy
Hand hygiene
Health-care workers
Ciências médicas
Mãos - cuidado e higiene
Pessoal da área médica
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Citation: PEREIRA, Eliana Borges Silva. Avaliação da estratégia multimodal de melhoria da higienização das mãos da organização mundial de saúde em um hospital universitário brasileiro. 2015. 105 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12836
Issue Date: 21-Aug-2015
Appears in Collections:PGCS - Mestrado em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AvaliacaoEstrategiaMultimodal.pdf3.17 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.