Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12811
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Avaliação da qualidade de vida relacionada à saúde bucal de crianças e adolescentes com artrite idiopática juvenil
metadata.dc.creator: Santos, Débora Rejane dos
metadata.dc.contributor.advisor1: Silva, Carlos Henrique Martins da
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Silva, Marlete Ribeiro da
metadata.dc.contributor.referee1: Pedrosa, Leila Aparecida Kauchakje
metadata.dc.contributor.referee2: Prado, Alessandra Maia de Castro
metadata.dc.description.resumo: Artrite idiopática juvenil (AIJ) é a doença crônica do tecido conectivo mais frequente em crianças e adolescentes, estando relacionada a prejuízo na qualidade de vida relacionada à saúde. Entre as diversas complicações associadas à AIJ estão as doenças bucais, como cárie e doença periodontal, cujo risco de desenvolvimento é maior devido a fatores como o envolvimento da articulação temporomandibular, a dificuldade para realizar a higienização bucal quando há envolvimento de articulações dos membros superiores e o uso de medicação oral contendo açúcar. No entanto, o impacto dos problemas bucais na vida diária e sobre o bem-estar das crianças e adolescentes afetados ainda é desconhecido. O objetivo deste trabalho foi verificar a correlação entre indicadores de saúde bucal e a qualidade de vida relacionada à saúde bucal (QVRSB) de crianças e adolescentes com artrite idiopática juvenil (AIJ) segundo a percepção dos cuidadores. Pais ou responsáveis [idade média, 40,6 anos; desvio-padrão (DP), 10,97 anos] por crianças e adolescentes saudáveis (n = 15) (idade média, 10,7; DP, 2,16) e com AIJ (n = 17) (idade média, 9,8; DP, 2,86), forma de início oligoarticular (n = 8); sistêmico (n = 5) e poliarticular (n = 4), foram convidados a responder a versão brasileira curta do Parental-caregiver perceptions questionnaire (SF: 13 B-PCPQ), que mede QVRSB. Foi realizada avaliação odontológica nas crianças e adolescentes. Não houve diferença quanto ao escore obtido pelos grupos no SF: 13 B-PCPQ. As crianças e os adolescentes com AIJ apresentaram menor experiência de cárie na dentição decídua e mais sangramento gengival após sondagem. A frequência de disfunção temporomandibular foi de 50,0% para o grupo de estudo e 46,7% para o grupo controle. Foi verificada ausência de correlação entre os índices de saúde bucal e escore do questionário SF: 13 B-PCPQ. Crianças e adolescentes com AIJ não apresentaram impacto negativo na percepção de bem estar relacionado à saúde bucal, de acordo com a percepção dos responsáveis, e não houve correlação entre a QVRSB e a condição de saúde bucal.
Abstract: Juvenile idiopathic arthritis (JIA) is the most common chronic disease of the connective tissue in children and adolescents, being related to impaired health-related quality of life. Among the various complications related to JIA are oral diseases such as caries and periodontal disease, whose risk of development is higher due to factors such as the involvement of the temporomandibular joint, difficulty in performing oral hygiene when the joints of the upper limbs are involved, and use of oral medication containing sugar. However, the extent to which oral diseases interfere with the daily life and well-being of children and adolescents affected is unknown. The aim of this study was to assess the correlation between oral health indicators and oral health-related quality of life (OHRQoL) of children and adolescents with juvenile idiopathic arthritis (JIA) according to their caregivers perceptions. Two groups of adults filled the short form of the Brazilian Parental-Caregiver Perceptions Questionnaire (SF: 13 B-PCPQ), which assesses OHRQoL. These groups were as follows: parents or guardians [mean age, 40.6 years; standard deviation (SD) = 10.97 years] of healthy children and adolescents (n = 15; mean age, 10.7 years; SD = 2.16) and parents or guardians of children and adolescents with JIA (n = 17; mean age, 9.8 years; SD = 2.86), early-onset oligoarticular (n = 8), systemic (n = 5), or polyarticular (n = 4). Dental evaluations were performed on all children and adolescents in the study. There was no significant difference in SF: 13 B-PCPQ scores of the two groups. Children and adolescents with JIA had fewer caries in their primary dentition and more gingival bleeding after probing than those without JIA. The frequency of temporomandibular disorders was 50.0% for JIA patients and 46.7% for their healthy counterparts. There was no correlation between oral health indicators and SF: 13 B-PCPQ scores. As perceived by caregivers, JIA did not negatively impact the well-being of their children and adolescents as related to oral health, and their OHRQoL did not correlate with their oral health status.
Keywords: Artrite Juvenil
Transtornos da Articulação Temporomandibular
Arthritis, Juvenile
Quality of Life
Oral health
Temporomandibular Joint Disorders
Ciências médicas
Artrite idiopática juvenil
Articulação temporomandibular
Saúde bucal
Qualidade de vida
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Citation: SANTOS, Débora Rejane dos. Avaliação da qualidade de vida relacionada à saúde bucal de crianças e adolescentes com artrite idiopática juvenil. 2014. 79 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2014.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12811
Issue Date: 29-Aug-2014
Appears in Collections:PGCS - Mestrado em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AvaliacaoQualidadeVida.pdf3.6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.