Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12762
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Propriedades psicométricas do autoquestionnaire qualité de vie enfant imagé (auqei) aplicado em crianças com paralisia cerebral
metadata.dc.creator: Resende, Wener Barbosa
metadata.dc.contributor.advisor1: Morales, Nívea de Macedo Oliveira
metadata.dc.contributor.referee1: Gomide Junior, Sinésio
metadata.dc.contributor.referee2: Assumpção Júnior, Francisco Baptista
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo teve como objetivo avaliar as propriedades psicométricas da versão brasileira do Autoquestionnaire Qualité de Vie Enfant Imagé (AUQEI), aplicado às crianças com paralisia cerebral. Responderam ao questionário 45 crianças com paralisia cerebral e 45 crianças saudáveis na faixa etária de 5 a 12 anos de idade. As seguintes propriedades psicométricas do AUQEI foram avaliadas: qualidade dos dados (dados perdidos, efeito piso e efeito teto), confiabilidade e validade. A taxa de dados perdidos variou de 8,8% a 46,7% para os fatores, sendo o maior valor encontrado no domínio autonomia. O efeito piso foi de 0% para os fatores. O efeito teto variou de 0 a 4,4% entre os fatores. Na avaliação da confiabilidade da consistência interna do item a taxa de sucesso foi menor que 80,0% apenas para o fator autonomia (40,0%). O coeficiente de alfa Cronbach foi de 0,71 para a análise geral do instrumento e <0,50 para os fatores. Todos os fatores tiveram taxa de sucesso > 80,0% para validade discriminante do item. Os fatores não tiveram correlação entre si, em geral, indicando adequada validade discriminante. Apenas o fator função teve correlações com os fatores família (r = 0,47 e p<0,01) e autonomia (r = 0,41 e p<0,01). Não ocorreu correlação entre os fatores e o escore total do AUQEI com os escores de função motora grossa (GMFM) (p>0,05), na avaliação da validade divergente. Na validade de construto, o escore total do AUQEI obtido pelo grupo de pacientes foi menor (mediana: 47,0) que o do grupo saudável (mediana: 51,0) (p<0,01; tamanho do efeito = 0,89). Em conclusão, o AUQEI mostrou ser um instrumento confiável e válido para avaliar crianças com PC quando utilizado o seu escore total. A confiabilidade não foi adequada para a utilização dos fatores separadamente. O fator autonomia apresentou maior taxa de dados perdidos e menor confiabilidade da consistência interna dos itens.
Abstract: The present study aims to evaluate the psychometric properties of the Brazilian version of the Autoquestionnaire Qualité de Vie Enfant Imagé (AUQEI), applied to children with cerebral palsy. The questionary was answered by 45 children with cerebral palsy and 45 healthy children aged 5 to 12 years. The following psychometric properties of the AUQEI were evaluated: data quality (missing data, floor effect and ceiling effect), reliability and validity. The missing data rate varied from 8.8% to 46.7% among the factors, being the largest value found in the autonomy dominion. The floor effect was 0% for the factors. The ceiling effect varied 0 to 4.4% among the factors. In assessing the reliability of the internal consistency of the item the success rate was less than 80.0% only for the autonomy factor (40.0%). The Cronbach alpha coefficient was 0.71 for the general analysis of the instrument and <0.50 for the factors. All factors had a success rate > 80.0% for discriminated validity of the item. The factors were not correlated with each other, in general, indicating adequate discriminated validity. Only the function factor had correlations with the family factors (r = 0.47 and p<0.01) and autonomy (r = 0.41 and p<0.01), because there was no correlation between the factors and the total score of AUQEI with scores of Gross Motor Function Measure (GMFM) (p>0,05), in the assessment of divergent validity. In the construct validity, the total score obtained by AUQEI the patients group was lower (median: 47.0) than the healthy group (median: 51.0) (p<0.01, effect size = 0.89). In conclusion, the AUQEI proved to be a reliable and valid instrument for assessing children with CP when utilizing its total score. The reliability was not adequate for the use of the factors separately. The autonomy factor had higher rates of missing data and lower internal consistency reliability of the items.
Keywords: AUQEI
Crianças
Paralisia cerebral
Propriedades psicométricas
Qualidade de vida
Children
Cerebral palsy
Psychometric properties
Quality of life
Paralisia cerebral nas crianças
Psicometria
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Citation: RESENDE, Wener Barbosa. Propriedades psicométricas do autoquestionnaire qualité de vie enfant imagé (auqei) aplicado em crianças com paralisia cerebral. 2013. 60 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12762
Issue Date: 28-Feb-2013
Appears in Collections:PGCS - Mestrado em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Wener Barbosa.pdf1.33 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.