Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12752
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Avaliação do processo regenerativo em neurônios do sistema nervoso entérico de pacientes chagásicos portadores de megacólon
Avaliação do processo regenerativo em neurônios do sistema nervoso entérico de pacientes chagásicos portadores de megacólon
metadata.dc.creator: Moreira, Milena Aparecida Dionizio
metadata.dc.contributor.advisor1: Silveira, Alexandre Barcelos Morais da
metadata.dc.description.resumo: A doença de Chagas é uma das doenças parasitárias mais graves da América Latina, com impacto social e econômico que muito superam os efeitos combinados de outras doenças parasitárias, como malária, leishmaniose e esquistossomose. A doença de Chagas apresenta duas fases bem definidas: a fase aguda e a fase crônica. A fase aguda tem duração de aproximadamente dois ou três meses. Após esta fase, o individuo entra em um estado assintomático, o que caracteriza o início da fase crônica. Na fase crônica da doença, a destruição de componentes do sistema nervoso entérico (SNE) leva ao desenvolvimento do megacólon. O megacólon é caracterizado pela dilatação do cólon associada a um infiltrado inflamatório que é a principal causa da destruição de neurônios entéricos. Estes neurônios, quando sofrem alguma agressão, podem apresentar um processo de regeneração. Sabendo da existência de vários tipos de neurônios entéricos com diferentes funções, este trabalho teve como objetivo a avaliação detalhada do processo de regeneração das subclasses neuronais do SNE de pacientes chagásicos portadores de megacólon e de indivíduos não infectados. Para isso, utilizamos um marcador de regeneração de neurônios e terminações nervosas (GAP-43) associado com um marcador pan-neuronal (Peripherina) e com marcadores de vários neuropeptídeos (cChat, substância P, neuropeptídeo Y, VIP e NOS). Desta forma, ao avaliar a capacidade de regeneração das várias subclasses neuronais, aferimos que os níveis de regeneração de cChat, substância P e neuropeptídeo Y são semelhantes em pacientes chagásicos e indivíduos não infectados. No entanto, a regeneração de neurônios positivos para VIP e NOS estão aumentados em pacientes chagásicos em comparação com indivíduos não infectados. Acreditamos que o aumento na taxa de regeneração desses neurônios seja consequência da destruição seletiva desses tipos neuronais, representando uma tentativa do organismo de repor classes neuronais mais lesadas.
Abstract: Chagas disease is one of the most serious parasitic diseases in Latin America, with social and economic impact that far outweigh the combined effects of other parasitic diseases such as malaria, leishmaniasis and schistosomiasis. Chagas´ disease has two well-defined phases: acute and chronic phase. The acute phase lasts approximately two to three months. After this phase, the individual enters an asymptomatic state, which characterizes the early chronic phase. In the chronic phase of the disease, the destruction of enteric nervous system (ENS) components leads to the development of megacolon. The megacolon is characterized by colon dilatation associated with an inflammatory infiltrate which is the main cause of enteric neurons destruction. These neurons, when suffer some aggression, may exhibit a regeneration process. Knowing the existence of various types of enteric neurons with different functions, this study aimed to evaluate the detailed regeneration process of ENS neuronal subclasses from chagasic patients with megacolon and non-infected individuals. For this, we used a marker of neuronal regeneration (GAP-43) associated with a pan-neuronal marker (Peripherin) and various neuropeptides markers (cChat, substance P, neuropeptide Y, VIP and NOS). Thus, to assess the ability of various subclasses of neuronal regeneration, we verified that the levels of regeneration cChat, substance P and neuropeptide Y are similar in Chagas´ patients and non-infected individuals. However, VIP and NOS neuronal regeneration levels are increased in chagasic patients when compared to non-infected individuals. We believe that the increase in regeneration rate of these neurons may be a consequence of the selective neuronal destruction, representing an attempt to replenish neuronal classes most affected.
Keywords: Doença de Chagas
Neurônios
Chagas disease
Megacolon
Neurons
Ciências médicas
Chagas, Doença de
Megacólon
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Citation: MOREIRA, Milena Aparecida Dionizio. Avaliação do processo regenerativo em neurônios do sistema nervoso entérico de pacientes chagásicos portadores de megacólon. 2012. 48 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12752
Issue Date: 14-Dec-2012
Appears in Collections:PGCS - Mestrado em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
d.pdf948.3 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.