Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12748
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Qualidade de vida relacionada à saúde de mães de crianças e adolescentes com paralisia cerebral
metadata.dc.creator: Guimarães, Ludmilla Rabelo
metadata.dc.contributor.advisor1: Morales, Nívea de Macedo Oliveira
metadata.dc.contributor.referee1: Crispim, Cibele Aparecida
metadata.dc.contributor.referee2: Funayama, Carolina Araújo Rodrigues
metadata.dc.description.resumo: A paralisia cerebral (PC) caracteriza um grupo heterogêneo de distúrbios da postura e do movimento, de natureza não-progressiva, que ocorre no cérebro em desenvolvimento e ocasiona limitação motora em graus variados. A incapacidade proporcionada pela doença gera repercussões na vida e no bem-estar do indivíduo e de sua família. As mães, que, em geral, são as cuidadoras principais, podem apresentar impacto negativo na sua saúde e qualidade de vida, mas ainda não é possível afirmar se os fatores clínicos e demográficos são determinantes para esse prejuízo. Este estudo teve como objetivos avaliar a qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS) de mães de crianças e adolescentes com paralisia cerebral (PC) em comparação com mães com filhos saudáveis; verificar associação entre variáveis clínicas/demográficas e QVRS materna; avaliar associação entre QVRS das mães e dos seus filhos. Participaram desse estudo transversal 100 mães de crianças e adolescentes com PC e 100 mães de crianças e adolescentes saudáveis. Todas as mães responderam ao questionário genérico de QVRS SF-36 pela técnica de entrevista e o inventário de depressão de Beck (BDI) por autoaplicação. O CHQ-PF50 e CHAQ foram respondidos por autoaplicação pelas mães dos pacientes com idade entre 5 e 20 anos e utilizados para correlação entre a QVRS dos pacientes e de suas mães. Mães do grupo com PC apresentaram escores menores que o saudável em todos domínios do SF-36 (p≤0,05). Algumas associações foram encontradas entre o SF-36 e as variáveis clínicas/demográficas: BDI teve correlação negativa (r= -0,21 a r= -0,60) com os domínios do SF-36; idade materna, idade do paciente, escolaridade materna tiveram correlação com o componente mental do SF-36 (p ≤ 0,05); mães desempregadas evidenciaram menores escores em 3 domínios do SF-36 (p ≤ 0,05); mães com filhos em uso de medicação tiveram menores escores no componente físico com tamanho do efeito pequeno (p≤0,05). A gravidade motora, tipo de PC e escores do CHAQ não demonstraram correlação com o SF-36 (p>0,05). Ocorreram algumas correlações entre os escores do SF-36 e CHQ-PF50, sem correlação entre os sumários físicos e mentais (p>0,05). Mães de crianças e adolescentes com PC apresentam impacto negativo físico e mental na QVRS em comparação com mães de crianças e adolescentes saudáveis. Quanto maior a intensidade de sintomas depressivos, maior o prejuízo na QVRS das mães. A idade materna, idade do paciente, escolaridade materna, vínculo empregatício e algumas dimensões da QVRS do filho revelaram associação com a QVRS materna.
Abstract: The cerebral palsy (CP) characterizes a heterogeneous group of posture and movement conditions, of non-progressive nature, which occurs in the developing brain and causes motor limitations in several degrees. The disability caused by the disease generates repercussions in the life and well-being of subjects and their families. Mothers, who often are the main caregivers, may present negative impact on their health and quality of life, but it isn t possible yet to state if the clinical and demographic factors are determinant to this injury. This study has, as its objectives, evaluating the health related quality of life (HRQOL) of mothers of children and adolescents with cerebral palsy (CP) in comparison with mothers of healthy children; verify the association between clinical/demographic variables and the HRQOL of mothers; evaluate the association between the HRQOL of the mothers compared with the HRQOL of their children. In this transversal study, it was accounted the participation of 100 mothers of children and adolescents with CP and 100 mothers of healthy children and adolescents. Every mother answered the generic questionnaire of HRQOL SF-36 by interview and Beck s Depression Inventory (BDI) through self-application. Both CHQ-PF50 and CHAQ were answered through self-application method by the mothers of patients with ages between 5 and 20 years and utilized for the correlation between the HRQOL of the patients and their mothers. Mothers of the PC group presented lower scores than the healthy group in every domain of the SF-36 (p≤0.05). Some associations were found between the SF-36 and the clinical/demographic variables: BDI presented a negative correlation (r= -0,21 a r= -0,60) with the domains of the SF-36; mother s age, patient s age, mother s scholarity were correlated with the mental component of the SF-36 (p≤0.05); unemployed mothers had lower scores in 3 domains of the SF-36 (p≤0.05); mothers of children in medication use had lower scores in the physical component with small effect size (p≤0.05). The motor gravity type of CP and scores in CHAQ had no correlation with the SF-36 (p≤0.05). Some correlations occurred between the physical and mental summaries (p≤0.05). Mothers of children and adolescents with CP presented negative mental and physical impact in their HRQOL in comparison with mothers of healthy children and adolescents. The greater the intensity of depressive symptoms was, the greater the injury in the HRQOL of the mothers. The mother s age, patient s age, mother s scholarity, employment situation and some dimensions of the HRQOL of their children presented association with the HRQOL of the mothers.
Keywords: Incapacidade
Mães
Paralisia cerebral
Qualidade de vida
Disability
Mothers
Cerebral palsy
Quality of life
Ciências médicas
Paralisia cerebral na crianças
Qualidade de vida
Mães - Saúde e higiene
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Citation: GUIMARÃES, Ludmilla Rabelo. Qualidade de vida relacionada à saúde de mães de crianças e adolescentes com paralisia cerebral. 2012. 79 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12748
Issue Date: 21-Dec-2012
Appears in Collections:PGCS - Mestrado em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
d.pdf2.73 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.