Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12670
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Novo marcador molecular para detecção e quantificação de Mycobacterium leprae por meio de PCR em tempo real
metadata.dc.creator: Reis, érica de Melo
metadata.dc.contributor.advisor1: Goulart, Isabela Maria Bernardes
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Goulart Filho, Luiz Ricardo
metadata.dc.description.resumo: O estudo epidemiológico da hanseníase tem sido restrito à detecção do DNA de Mycobacterium leprae em swab nasal e pele, com escassa literatura em sangue periférico, provavelmente pela dificuldade de se encontrar o bacilo nesta amostra. Este é o primeiro trabalho de epidemiologia molecular que utilizou a PCR em tempo real (qPCR) para detectar e quantificar o DNA de M. leprae em sangue periférico de 200 pacientes com hanseníase e 826 contatos domiciliares, associando-os com os outros parâmetros clínico-laboratorais. A qPCR pelo sistema TaqMan® foi realizada com dois conjuntos de primers e sondas, tendo como alvos as regiões genômicas do antígeno 85B e ML0024 do bacilo. O marcador 85B não foi específico, pois amplificou DNA de outros parasitos, enquanto que o novo marcador ML0024, descrito neste trabalho, foi 100% específico ao DNA do bacilo, com uma positividade de 22% nos pacientes, porém variável nas diversas formas clínicas e com significante aumento da quantificação da carga bacilar no sangue de pacientes V em relação aos T. Nos contatos a detecção foi de 1,2%. A presença do DNA de M. leprae em sangue de contatos que desenvolveram a doença revelou uma chance 17.22 vezes maior de adoecer em relação aos contatos sadios. Este trabalho descreveu o marcador ML0024 como o mais sensível e específico para o M. leprae e realizou um amplo estudo em sangue periférico na hanseníase, que pode ter implicações na epidemiologia da doença. A detecção de M. leprae no sangue de contatos, considerados portadores sadios, alerta para a transmissão sanguínea do bacilo e para a possibilidade desses indivíduos serem carreadores do bacilo para regiões onde a hanseníase já foi eliminada.
Abstract: Leprosy epidemiologic studies have been restricted to Mycobacterium leprae DNA detection in nasal and bucal swabs with scarce literature on the peripheral blood, probably due to the difficulty in finding bacilli in this type of sample. We present the first molecular epidemiology study using real time PCR (qPCR) for M. leprae detection and quantification on peripheral blood of 200 leprosy patients and 826 household contacts, associating them with others clinical and laboratorial parameters. The TaqMan® qPCR system was performed with two groups of primers and probes, aiming the following M. leprae genomic regions: 85B antigen and ML0024. The marker 85B presented a low specificity, probably due to the unspecific DNA amplification from other microorganisms, while the new marker ML0024 described in this study, was 100% M. leprae specific, with a positivity of 22% in leprosy patients, but variable in the different clinical forms, and with significant increase in the bacillary load of lepromatous leprosy patients blood in relation to the tuberculoid form. The detection in household contacts was 1.2%. The presence of M. leprae DNA in the blood of contacts that developed leprosy presented an odds ratio of 17.22-fold higher in favor of the disease occurrence in relation to the healthy contacts. The present study describes the ML0024 as the most sensitive and specific marker for M. leprae DNA detection, and it is the largest molecular epidemiologic study in the peripheral blood of leprosy patients and their contacts, with profound implications on the disease management. The M. leprae detection on the blood of contacts has imposed an alert for the possible bacilli transmission through the blood and the probability of these healthy carriers in transmitting the bacilli to populations of regions where leprosy has been eliminated.
Keywords: Hanseníase
Mycobacterium leprae
Sangue
PCR em tempo real
Pacientes
Contatos domiciliares
Leprosy
Blood
Real time PCRl
Patient
Household contacts
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Citation: REIS, érica de Melo. Novo marcador molecular para detecção e quantificação de Mycobacterium leprae por meio de PCR em tempo real. 2009. 61 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2009.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12670
Issue Date: 24-Mar-2009
Appears in Collections:PGCS - Mestrado em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
erica.pdf627.97 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.